Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Transbraz

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE!

O Centenário

Informatic Center

Dr. Gilson Brito

Vêronica alexandre

Dr. Júnior Prata

Costa Lira

ASB Imobiliária

Dr. Roberto Calumbí

Curta o Blog no Facebook

Login Form

Romério Guimarães foi entrevistado na manhã desta sexta (29). Foto: Alberto Santos

Na manhã desta sexta (29) o ex-prefeito de São José do Egito Dr. Romério Guimarães (PT) foi entrevistado pelo jornalista João Carlos Rocha na Gazeta FM. O médico e político foi sabatinado durante uma hora sobre as perspectivas na política nacional, estadual e municipal e analisou o primeiro ano da gestão Evandro Valadares (PSB).

No início de conversa Guimarães já apresentou o seu posicionamento em relação à possível candidatura de Lula (PT) à presidência da República. Ele foi enfático em defender o nome do petista.

No desenrolar da entrevista Romério falou sobre a satisfação em ter Marília Arraes (PT) nos quadros do partido e defendeu, caso a sigla resolva lançar candidato ao Governo de Pernambuco, que o nome da vereadora pelo Recife seja o escolhido.

No quesito eleições para deputados federais e estaduais, comentou que “as conversas ainda estão rolando” e que no tempo certo as escolhas serão anunciadas.

Perguntado sobre a sua ligação política com o ex-deputado José Marcos de Lima (PR), Guimarães disse que continuam aliados e comentou: “Nunca estivemos tão unidos quanto agora”. Ainda sobre o tema eleições em 2018, se referindo a Zé Marcos, completou: “Se não estivermos juntos apoiando os mesmo candidatos a deputados certamente estaremos juntos na eleição para prefeito”.

Indagado sobre o sentimento de ter sido inocentado em ação movida pelo governo de Evandro no tocante à compra de livros e mobiliário para a secretaria de Educação, comemorou: “Podem falar tudo de nossa gestão, menos que tiramos um centavo dos cofres do município; temos as mãos limpas, pois ninguém na nossa equipe se apropriou de recursos públicos”.

Na segunda parte do programa os questionamentos rolaram praticamente sobre a atual gestão de São José. Foi nesse momento que a conversa ficou mais calorosa e o petista analisou, por setores, o terceiro governo de Valadares.

 

Educação

O ex-prefeito iniciou análise comentando sobre as conquistas no setor durante o seu governo (2013-2016). Falou sobre os índices da educação básica terem figurado entre os melhores do Estado, a conquista do prêmio Gestão Escolar (Escola Municipal Baraúnas), e a implantação da disciplina de Poesia Popular, entre outros.

Romério Guimarães teceu duras críticas à Educação neste primeiro ano da gestão de Evandro, e foi enfático: “Essa geração vai pagar um preço alto pelo descalabro para com a educação municipal”. Segundo o político “a gente vem percebendo o desgaste que da secretaria de educação em 2017”.

E completou: “Nota zero pela incompetência e porque está comprometendo o futuro de uma geração; fizemos tudo para a educação ficar entre as dez melhores de Pernambuco, e parece que agora estão fazendo o contrário, para que fique entre as dez piores”.

 

Ação Social

A área foi analisada de forma rápida e Guimarães comentou: “Não sei se a Ação Social existe em São José do Egito; a única coisa que fizeram foi mudar a sede da secretaria para outro local”.

 

Saúde

Neste quesito, o ex-prefeito desenvolveu inúmeras cobranças ao atual gestor. Baseado em propostas da campanha de Evandro, Romério tratou de relembrar a promessa do socialista de trazer para a Terra dos Poetas uma UPA: “O povo de São José do Egito está esperando; ele prometeu também uma ambulância e ainda não comprou”.

Guimarães também questionou os serviços prestados no Hospital Maria Rafael de Siqueira e na atenção básica do município e relembrou outro momento da campanha para prefeito: “Médicos fizeram um pacto durante a campanha política (em favor de Evandro) para melhorar a saúde de São José do Egito e onde eles estão?”

E alfinetou: “Engraçado, parece que a única coisa boa que vocês acharam era a minha transferência para Afogados da Ingazeira; vivem na época do coronelismo, mas não sabem o bem que me fizeram, pois estou atendendo pessoas do Alto e Médio Pajeú”.

 

Obras

O entrevistador solicitou então análise sobre o segmento Obras. Romério faz comparativo de gestões. Alegou que ao final de seu primeiro ano de governo já tinha pavimentado mais de dez ruas e que até agora a de Evandro só fez o calçamento da continuação da Av. Antônio Borja, no bairro Borja, entretanto, com recursos que haviam sido deixados pelo petista.

Guimarães deixou um questionamento: “Que mágica é essa que só uma empresa ganha as licitações em São José do Egito?”

E concluiu a avaliação do setor com a frase: “A única coisa que estão fazendo é embargando as obras privadas do povo de São José do Egito”.

 

No último bloco da entrevista

Perguntado se já se projeta como pré-candidato às eleições de 2020, Guimarães enfatizou que não é porta-voz dele próprio. Segundo o mesmo, quem vai decidir a questão é o povo de São José, os partidos que compõem o grupo e as associações.

Fez questão de, nos minutos finais da entrevista, tecer fortes elogios aos vereadores de oposição na Câmara: “É uma das melhores bancadas de todos os tempos”.

Como fundador do bloco Galo da Travessa, indagado se o desfile acontecerá ano que vem, confirmou para o sábado 3 de fevereiro o evento e disse que serão dois trios elétricos (um durante o percurso e outro esperando para continuar a festa na Rua João Pessoa): “Já estamos fazendo os preparativos; será o 13º ano do Galo”.

Concluindo a entrevista Romério Guimarães comentou: “Espero que a gestão local se acerte em 2018, mas se não o fizer, estamos aqui para cobrar”. E encerrou sua participação: “Não há escuridão que dure para sempre”.(Por Geraldo Palmeira Filho)


Copyright © 2017. All Rights Reserved.