Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Transbraz

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE!

O Centenário

Informatic Center

Dr. Gilson Brito

Vêronica alexandre

Dr. Júnior Prata

Costa Lira

ASB Imobiliária

Dr. Roberto Calumbí

Curta o Blog no Facebook

Login Form

FOTO: TIAGO HENRIQUE / Revista Continente ed. 205/jan 2018
 
Continente / jan 2018
A seção PERFIL da Revista Continente deste mês de janeiro, publicação cultural da CEPE,  é dedicada à artista sertaneja Tuparetamense-Ingazeirense Odília Nunes. Com fotos e texto de Tiago Henrique, a matéria faz um belo apanhado da trajetória da nossa atriz e multiartista.
 
"A imaginação voa quando se conversa com Odília. Enquanto ela conta sobre sua infância e como o circo de outrora influenciou sua formação como atriz, disperso-me das anotações, tentando absorver as sensações que ela sugere. Um tipo de habilidade inata aos brincantes. Talvez os grandes brincantes do Nordeste e do mundo sejam fascinantes porque adquiriram tal consciência. Para eles, a distância entre palco e público nunca existiu. Não precisam de quase nada para comunicar, muitas vezes a poesia, o olhar, os gestos ou as fantasias e objetos que os acompanham dão conta disso, como a boneca Ester, de Odília, que ganha vida através dos seus dedos, postada sobre sua caixa-teatro-realejo." escreve Tiago.
 
"– Eu procuro fazer aqui o que eu queria que a escola fizesse. Dou exercícios de teatro, brinco e todo mundo que vem aqui, amigos, seja do teatro, do circo, eu levo para dentro da escola. A gente já deu oficina de música, de dança, contação de história, poesia. Nessa semana passada mesmo, recebi dois amigos que foram com as crianças para a mata. Depois de ver o solo da mata, construímos um canteiro no quintal da escola. Agora, temos lá uma horta." fala Odília a certa altura da reportagem, referindo-se à sua militância cultural na comunidade rural da Ingazeira, onde mora atualmente.
 
PARA LER O TEXTO COMPLETO (Degustação) CLIQUE AQUI:  "ODÍLIA NUNES - A NATUREZA DO QUE SOMOS" 


Copyright © 2017. All Rights Reserved.