Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Transbraz

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE!

O Centenário

Informatic Center

Dr. Gilson Brito

Vêronica alexandre

Dr. Júnior Prata

Costa Lira

ASB Imobiliária

Dr. Roberto Calumbí

Curta o Blog no Facebook

Login Form

Coluna Fogo Cruzado – 

Como maior liderança do PSDB e presidente de honra do partido, é natural que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso dê palpite sobre a escolha do seu candidato à sucessão de Michel Temer. Ele disse ao jornal “O Estado de São Paulo” na última terça-feira que o partido poderá apoiar um nome fora dos seus quadros, caso o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, não seja capaz de unir o “centro”. Isso causou muita confusão no meio dos tucanos porque colocou em xeque a liderança do governador, que enfrenta a concorrência interna do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio. Ora, perguntam alguns tucanos, se Alckmin não conseguiu até agora unir o seu próprio partido, como conseguirá atrair para o seu palanque legendas de “centro” como MDB, DEM, PTB, PR, PP, PRB e outras? É claro que a intenção de FHC não foi fragilizar Alckmin. Mas o simples fato de ter admitido o apoio do PSDB a um “não tucano” deixou-o numa saia justa. O ex-presidente é a maior cabeça política do PSDB e talvez o melhor intérprete da nossa realidade social, política e econômica. Mas às vezes fala muito e isso atrapalha os planos do partido.

Acordo – O senador Armando Monteiro tem um acordo de cavalheiro com o ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB. Nem se envolve nas questões nacionais e nem Jefferson se intromete nas questões regionais. Cada qual cuida do seu nariz.

Da terra – Sem deputado estadual desde 2014, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), poderá apoiar a reeleição de Álvaro Porto, que além de estar próximo de se filiar ao seu partido é produto da região. É filho de Canhotinho, onde foi prefeito duas vezes.

Já vai tarde – Pernambuco não vai sentir saudade do ministro Ricardo Barros (Saúde) quando ele entregar o cargo a Temer para concorrer à reeleição (é deputado federal pelo PP do Paraná). Barros fez tudo que esteve ao seu alcance para esvaziar a Hemobrás.

É governo – O ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, continua levando a campanha “Pernambuco pode mais” para outras cidades do sertão. Recentemente foi a Salgueiro e lá visitou o vice-prefeito Chico Sampaio (DEM) e o ex-prefeito (três vezes) Cornelito Parente Muniz. Lossio está dando a entender que deseja se candidatar a governador.

Coordenação – O geólogo Gilberto Rodrigues, que foi secretário de Articulação Política da Casa Civil no governo Eduardo Campos, vai coordenar no Pajeú a campanha do deputado Lucas Ramos (PSB) à Câmara Federal.

Eu, socialista? – Era baixo o compromisso com o “socialismo” dos deputados federais do PSB que migraram para o DEM, entre eles Danilo Forte (CE), Tereza Cristina (MS) e Heráclito Fortes (PI). Porque “socialismo” é uma coisa e “liberalismo” outra muito diferente.

Estupidez – Por oportunismo político e o desejo de opor-se a tudo que se originar do governo Temer, o PT continua fazendo campanha contra a reforma da previdência. Esquece que se ela for rejeitada e Lula for eleito presidente, terá que fazê-la com muito mais dor.

Sem 2º turno – Como não há dois turnos na eleição para senador, quem obtiver, pelo menos, 25% dos votos válidos no primeiro, corre o sério risco de se eleger. É nessa conta que estão de olho Jarbas Vasconcelos (MDB), André Ferreira (PSC), Sílvio Costa (Avante), Antonio Campos (Podemos) e Luciana Santos (PCdoB).

Reajuste – Mesmo o novo salário mínimo sendo apenas R$ 17,00 a mais que o valor anterior, muitas prefeituras de Pernambuco terão dificuldades para pagá-lo porque se deparam também, neste início de ano, com o novo piso salarial dos professores.

Estranheza – Marcellus Ugiette, promotor da Vara de Execuções Penais, estranhou a ministra Carmem Lúcia (STF) ter suspendido trechos do decreto de indulto do presidente Michel Temer. Indultar apenados, disse ele, é prerrogativa constitucional do presidente da República e o Supremo não tem nada a ver com isto.


Copyright © 2017. All Rights Reserved.