Gordo Construções
ProntoMaisLab

Sertão Online
Supermercado Queiroz
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Dr. Roberto Calumbí
Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

Marcelo Patriota

Passado o recesso, Câmara de Tabira realiza primeira reunião com eleição na pauta

Após o recesso de trinta dias as atividades da Câmara de Tabira serão retomadas hoje. Nos últimos dias do recesso foi costurada a chapa que vai presidir o poder legislativo nos anos de 2019 e 2020.

Com habilidade, a Presidente Nely Sampaio articulou e disputará a reeleição com apoio de oito vereadores. Nely será outra vez Presidente, tendo Djalma das Almofadas como Primeiro Secretário e o Médico Alan Xavier como Segundo Secretário.

A expectativa para hoje é de que um projeto com mínimo de quatro assinaturas seja apresentado para antecipar a eleição da Câmara. Não votarão com  Nely os vereadores da mesma bancada governista Cleber Paulino e Aristóteles Monteiro, além da oposicionista Claudicéia Rocha.

Denuncia contra Instituto Tiradentes e UBD de premiação de prefeitos e secretários, também no fantástico

Resultado de imagem para INSTITUTO TIRADENTES É UMA FRAUDE

Por mais se uma vez já denunciamos na Rádio Pajeú a compra de prêmios e diplomas para Prefeitos e secretários do sertão feitos pela União Brasileira de Divulgação (UBD) e Instituto Tiradentes.

Como disse o comunicador Anchieta Santos hoje no programa Rádio Vivo: Quantas vezes mulheres de prefeitos, secretárias, já saíram daqui para receber estes prêmios no interior da Bahia, no Recife e até em Brasilia?

Ontem o Fantástico da Rede Globo trouxe a denuncia: Jumento paga empresa e é diplomado como um dos melhores prefeitos do Brasil.

Um jumento como um dos cem melhores prefeitos do Brasil? Para ser eleito, precioso não baixou decreto nem cortou pastos; ele só teve que pagar a uma das empresas que vendem diplomas de melhor gestor para prefeitos, vereadores e secretários municipais.

Resultado de imagem para INSTITUTO TIRADENTES É UMA FRAUDE

É A CONTINUIDADE COM O ‘PSB’ OU A MUDANÇA COM O ‘PTB’

Coluna Fogo Cruzado – 6 de agosto de  2018

Erro das chapas majoritárias foi não convidar ninguém do interior para fazer parte delas 

O processo foi penoso, difícil, relativamente tumultuado, mas o PSB e o PTB colocaram seus times em campo neste final de semana para disputar o governo estadual. A coligação liderada pelo PSB apresentou a chapa que já se esperava, com Paulo Câmara na cabeça, Luciana Santos na vice, Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa como candidatos ao Senado. Humberto, para entrar nessa chapa, teve que convencer o PT nacional a degolar a candidatura da vereadora Marília Arraes, erro político pelo qual os petistas irão pagar caro pelos próximos quatro ou oito anos. Sacrificou-se uma candidata que vinha em processo de crescimento em nome de um projeto que todo mundo sabe que não vai existir: a candidatura de Lula a presidente da República. Sem contar as muitas explicações que Jarbas e Humberto terão que dar aos pernambucanos por estarem juntos nessas eleições. Humberto já paga um alto preço por esta decisão na medida em que perdeu completamente a liderança que tinha no PT. O novo líder do partido em Pernambuco, agora, é a vereadora Marília Arraes. Já a chapa do PTB tem Armando Monteiro na cabeça, o vereador Fred Ferreira na vice e os deputados Bruno Araújo e Mendonça Filho para senador. O erro dessa chapa, assim como da de Paulo Câmara, foi não ter convidado ninguém de Caruaru nem de Petrolina para fazer parte dela, deixando o interior completamente esquecido. A reação ao nome do vice de Armando já se fez ouvir pela voz do ex-prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, do PSDB, que acusa a família Ferreira de usar a fé para regar seus projetos eleitorais. O cenário da disputa ainda é de plebiscito – a continuidade com Paulo ou a mudança com Armando -, salvo se o ex-prefeito Júlio Lossio viabilizar-se eleitoralmente para ser o fiel da balança no segundo turno.

Renildo para a Câmara Federal

A candidatura de Luciana Santos (PCdoB) para vice de Paulo Câmara (PSB) fará com que Renildo Calheiros (PCdoB), ex-prefeito de Olinda, seja candidato a deputado federal. A política traçada pelo PCdoB, da qual Luciana é presidente nacional, é eleger pelo menos um deputado federal em cada um dos 27 estados. Em 2014 conseguiu eleger 10 em 9 estados.

A dissidência – O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD), não vai votar nos candidatos da Frente Popular para senador. Seus candidatos são Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB). Sua mulher, registrada como “Cláudia de Lupércio”, é candidata a deputada estadual.

A ausência – Uma das ausências mais notadas ontem na convenção da Frente Popular foi a do ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), que dava como certa sua candidatura a senador. Ele era um dos maiores defensores de Paulo Câmara em sua cidade, pelo menos até ontem. 

O acordo – A presença do vereador Fred Ferreira (PSC) como candidato a vice de Armando Monteiro (PTB) fez parte do acordo celebrado entre este e o “grupo Ferreira”. O petebista não aceitou André Ferreira para senador, mas concordou com o nome do cunhado para vice.

O desafio – Para eleger-se senador na chapa de Paulo Câmara, Humberto Costa (PT) terá que contar com os votos dos partidos que formam a Frente Popular. Votos do PT ele não terá, a julgar pelo resultado da convenção da última 5ª feira. Dos 251 delegados municipais, apenas 20 votaram pela aliança com o PSB.

Caras novas – São tantos os candidatos a deputado estadual e federal filiados a partidos nanicos que poderemos ter muitas “caras novas” tanto na Assembleia Legislativa como na Câmara Federal. Foram formadas muitas “chapinhas” fora dos “chapões” tradicionais.

Criadores de conteúdo falso no Facebook melhoram métodos de evitar detecção

: <p>Facebook. Foto: Loic Venance / AFP</p>Enquanto os Estados Unidos aprimoram esforços para monitorar e erradicar essas ações, os fakers continuam se aperfeiçoando, afirmam especialistas em segurança digital. Ben Nimmo, pesquisador do Digital Forensic Research Lab, disse que percebeu que as páginas removidas recentemente usavam mais textos copiados da internet do que linguagem original.

Grupo homenageia ciclista morto em atropelamento na Terra da Poesia

Um protesto em forma de homenagem, é como pode ser definido o movimento que aconteceu no inicio da noite desse sábado em São José do Egito. Dezenas de ciclistas lembraram de Toninho, morto depois de ser atropelado violentamente quando andava em sua bike as margens da rodovia PE-275, nas proximidades do Posto Petrovia na quinta (27).Os ciclistas andaram por várias ruas e avenidas da cidade, fazendo um “APITAÇO” para lembrar a violência que mata diariamente muita gente, especialmente os ciclistas. No local onde Toninho foi atropelado os participantes do ato, soltaram balões brancos, pedindo paz e responsabilidade no trânsito.

Lóssio candidato ao governo de PE pela REDE

A juventude da REDE Sustentabilidade-PE marcou presença na convenção eleitoral estadual que oficializou a candidatura do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, ao governo do estado pela sigla.

A juventude da REDE foi importante e essencial no processo que retirou a REDE Sustentabilidade da base do governo Paulo Câmara (PSB), e optar por ter uma candidatura própria no pleito deste ano.

“Eu voto no homem que sabe o que faz, 18 na cabeça, Pernambuco pode mais”, entoou Matheus Arruda, coordenador estadual de juventude da REDE.

PT de PE confirma Marília Arraes para Federal e não coliga com PSB na proporcional

Depois de ser ovacionada na convenção nacional do PT e ter seu recurso negado pelo diretório nacional do partido, Marília Arraes poderia entrar com uma ação judicial exigindo o registro da sua candidatura e concorrer sub júdice, porém ela decidiu que não entrará em rota de colisão com o seu partido e será candidata a deputada federal. Marília conquistou um forte apelo popular, e ainda ficou mais fortalecida após o processo que lhe tirou a disputa pelo Palácio do Campo das Princesas. Uma vez candidata a deputada federal, ela tem todas as condições de ficar entre os mais votados do pleito deste ano. Em nota oficial, os nomes que apoiavam a candidatura própria de Marília Arraes confirmaram que o projeto da vereadora do Recife é concorrer a um mandato de Deputada Federal. Outra informação é de que  os candidatos petistas decidiram disputar sozinhos as eleições proporcionais, sem coligação com partidos como o PSB.“Nesta decisão não cabe intervenção da executiva nacional. Mesmo que o PT esteja oficialmente ligado à campanha de Paulo, só Humberto Costa deve acompanhar o PSB”, afirmam.“Marília Arraes, que disputará uma vaga de Deputada Federal, vai liderar esse processo e a defesa de Lula, que certamente terá mais legitimidade que o palanque que o PT nacional escolheu”, concluem a nota.

Jovem negro e pobre prestes a se formar em medicina lembra momento importante da inclusão social

: João Santos Costa, jovem negro do povoado Sítio Alto, do município de Simão Dias, entregou o convite de formatura aos seus pais; Costa irá se formar em medicina dentro de algumas semanas; o formando é uma testemunha sobrevivente que contribui para a reflexão sobre a necessidade de ações afirmativas e de reparação de direitos, como a Lei de Cotas; o aumento da presença de jovens negros nas universidades durante os governos democráticos no decênio 2003-2013 foi de 287%, ainda muito distante do peso relativo dos negros no conjunto da população.

Ao lado de Jarbas Vasconcelos, Humberto Costa sobe ao palanque de Paulo Câmara durante convenção do PSB

Foto: Blog de Jamildo

Por André Luis

Durante a convenção da Frente Popular que acontece agora, no Clube Internacional do Recife, o senador Humberto Costa (PT), subiu ao palanque do governador e candidato a reeleição, Paulo Câmara (PSB).

Ao lado de candidato a senador, Jarbas Vasconcelos (MDB), crítico ferrenho do PT, que foi obrigado a ouvir calado gritos de “Lula Livre” na plateia, Humberto Costa criticou Temer, como era esperado, além de dizer que Lula era perseguido, justificou o motivo da aliança entre PT e PSB dizendo que se trata de uma necessidade de união para defender o direito de Lula ser candidato e de salvar o Brasil. “A unidade nacional justificou e justifica essa união aqui hoje”.

Sobre o fato do PT ter rifado a candidatura de Marília Arraes, mesmo tendo boas perspectivas de bom desempenho eleitoral, Humberto disse que foi um gesto do partido, mostrando a união com as esquerdas e com o estado.

O senador ainda elogiou a gestão Eduardo Campos, dizendo que foi durante a sua gestão que Pernambuco mais cresceu junto com a presidência de Lula e disse Paulo Câmara, só não fez mais por Pernambuco por conta da crise que se instaurou no país. “Paulo você enfrentou a crise e gostaria de ter feito muito mais do que fez, porque além da crise sofreu a discriminação”.

Com informações do blog de Jamildo

PR garante presença na Frente Popular de Pernambuco

Do blog de Jamildo

O deputado federal e presidente estadual do Partido da República (PR), Sebastião Oliveira, comandou, na manhã deste domingo, a Convenção que confirmou a presença da sigla no projeto da Frente Popular de Pernambuco.

Sebastião Oliveira explicou que os 15 candidatos a deputado estadual do PR coligarão com o Partido Progressista.

Já os sete candidatos que buscam vaga para a Câmara Federal integrarão o chapão que apoia a reeleição do governador Paulo Câmara e as candidaturas ao Senado de Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa.

“O Governo Federal tem quatro convênios com Pernambuco, sendo três deles firmados com o Ministérios dos Transportes, que é comandado pelo PR. As obras BR-101 e da BR-104 junto com a do Aeroporto de Serra Talhada são de fundamental importância para o desenvolvimento do Estado”, disse Sebastião Oliveira sobre a relevância da continuidade do PR neste projeto que tem o governador Paulo Câmara à frente.

“Se o governador não fez o que queria, fez mais do que podia, diante de uma das maiores crises econômicas que o Brasil já passou”, afirmou Sebastião Oliveira.

Afogados: em sábado de feira livre, açougues amanhecem fechados

Foto: André Luis

Comerciantes que tem autorização para comercializar a carne estão praticando preços abusivos

Por André Luis

Em pleno sábado de feira livre em Afogados da Ingazeira, os açougues da cidade, com exceção de alguns frigoríficos e açougues de mercados, amanheceram fechados.

A constatação é de que isso é consequência da Fiscalização Preventiva Integrada que acontece no Pajeú até o próximo dia 10 e que já foi responsável pela interdição do Açougue Público e do Mercado do Peixe em Afogados da Ingazeira, do Açougue Público de Tabira e do frigorífico do vereador Marcos Crente também em Tabira.

Informações dão conta que a situação permanecerá assim, até que os açougueiros cumpram as exigências da Fiscalização, dentre elas autorização do Corpo de Bombeiros, equipamentos apropriados e proteção contra contaminação.

Segundo Totonho Vieira, que coordena a Vigilância Sanitária no município, o órgão participa efetivamente da autuação com a equipe que veio coordenada pelo MP.

Há anos a carne comercializada em Afogados da Ingazeira e outras cidades da região tem péssimas condições do ponto de vista do transporte e venda na ponta. Isso vale para o Açougue Público e para os pontos de venda na Barão de Lucena e Travessa Tiradentes. O abate melhorou consideravelmente com o novo abatedouro, mas perde eficácia com o restante do processo.

Abuso nos preços

Se aproveitando da falta de concorrência com o fechamento temporário dos açougues, alguns estabelecimentos que tem autorização para funcionar, estão aumentando o preço da carne, cometendo assim, a prática do preço abusivo.

Lamentável que mais uma vez tenhamos que ver situações como esta, onde comerciantes se aproveitam para lucrar diante de situações de fragilidade da população.

Barragem de Ingazeira praticamente concluída

Demorou um pouquinho mais que o previsto – a última estimativa era pra maio desse ano – mas a Barragem da Ingazeira está praticamente com 100% de suas obras executadas, como pode ser visto nas imagens de Wellington Júnior, tiradas esta semana.

Os trabalhos estão nos detalhes finais e mostram a grandiosidade do projeto. A obra  foi retomada em julho de 2017, que depois de passar por algumas paralisações.

Orçada em quase R$ 40 milhões de reais, dinheiro já empenhado e  liberado em parcelas de cerca de R$ 2 milhões por mês, está 98% das obras concluídas, considerando todo o processo, desde o projeto inicial, passando pelas indenizações e chegando a fase que se encontra hoje.

A empresa responsável pela obra é o Consorcio Novatec/GMEC e tem os trabalhos da Consultoria e Engenharia Geo-Technique, contando com cerca de 110 funcionários e o responsável pela fiscalização é o DNOCS. Segundo dados do DNOCS, com a capacidade de 49 milhões m³ de água, a barragem deverá beneficiar 50 mil pessoas, residentes nos municípios de Ingazeira, São José do Egito, Tabira e Tuparetama.

Coluna do Domingão por Nill Júnior em 5 de agosto de 2018

 por  

“Ué, não foi golpe?”

O PT é pior que os outros

A partir do último dia 1, data em que a Executiva Nacional do PT decidiu pela aliança com o PSB, atropelando o que queria a base da legenda no Estado – a candidatura de Marília Arraes – ficaram confirmadas algumas certezas e tiradas todas as dúvidas.

A primeira delas, o PT não é orgânico, da base, como teimavam alguns. É cartorial, de cúpula, de cima pra baixo, de quem pode mais fala mais alto. Onde dezenove membros e um líder político preso tiveram mais força que mais de 250 delegados e a maioria dos 112 mil filiados ao partido no Estado.

Não é um partido diferente na mesa de negociações. Está tão disposto a negociar esquecendo seus pretensos e divulgados valores em nome do poder quanto o velho Centrão,  que no pragmatismo da política aposta agora em Alckimin, mas vai tentar colar em quem ganhar a partir do resultado revelado pelas urnas. Por seus interesses, não teve restrições a Cunha, Maluf, Renan, Eunício e tantos outros.

Não tem autocrítica nem enxerga o caminho a partir de outra legenda ou de outro nome. No afã de ser a única alternativa das esquerdas, ameaça a única e real alternativa das esquerdas, Ciro Gomes, minando sua candidatura, preferindo ver um segundo turno entre Alckimin e Bolsonaro, para assim continuar dizendo:  somos a única alternativa da esquerda nesse país.

É sim autêntico representante do coronelismo moderno, onde todas as decisões passam pela indicação de um único homem, Luiz Inácio Lula da Silva, para quem não interessa dividir protagonismo com ninguém. De onde veio a orientação que norteou a maioria que votou contra a candidatura de Marília Silva em Pernambuco, derrubando um projeto com reais possibilidades de vitória só para minar um possível protagonista do processo pela esquerda e assim, continuar a ser quem dá as cartas no campo tido como progressista.

“Você acredita que exista alguma coisa que seja aprovada no PT que não tenha o apoio e conhecimento de Lula?” –  questionou Humberto Costa. Isso ajuda a rebater o discurso de quem, no PT, queria tirar de Lula e jogar em Paulo Câmara e PSB a responsabilidade sobre a aliança fechada. Ora, o PSB cortejou, o PT aceitou apoiar Câmara em Pernambuco. Pode ser questionado por tentar, ou pesa mais para quem cedeu à cantada política, sem ouvir os seus no estado?

Foi golpista como nunca antes na história desse pais. Condenava a derrubada de Dilma, como presidenta legítima. Minou a legítima candidatura de Marília, depois de alimentar o projeto, com direito ao ‘beijo de Judas’ de Lula na vereadora recifense, em foto que ajudaria a ilustrar sua campanha.

A única diferença está no discurso que o PT quis levar à opinião pública de que era diferente dos outros, representante de uma aura moral cuja veja já se apagou em meio aos escândalos em que se meteu, ou nos quais abriu a porta para os partidos fisiologistas entrarem.

Porque o tamanho da queda de quem acreditava em um partido legitimamente feito pelo povo, pelas bases, pelos trabalhadores,  foi ainda maior, doeu mais profundamente. Atingiu o povo onde reside a esperança: na sua alma. Por isso, o PT é pior que os outros.

Plebiscito

Com Marília Arraes rifada, o óbvio: a eleição em Pernambuco será praticamente plebiscitária, em um único turno. O eleitor pernambucano vai responder: você quer a continuidade do projeto socialista no poder ou os trabalhistas passando a gerir o estado? A se aguardar a primeira pesquisa com esse cenário Paulo x Armando, com a perspectiva de que seja uma eleição decidida na última semana pré-eleição.

Balcão de negócios

Por descuido, o vereador Djalma das Almofadas mandou uma mensagem que seria a um colega, cujo nome ainda não foi revelado, para uma eleitora. Nela, apressadamente dizia: “Nelly me convidou para compor a mesa e está precisando de mais votos para antecipar a eleição. Falei pra ela lembrar de você também e deixar algumas vagas caso você queira colocar alguém para trabalhar na Câmara”. Depois disse: “desculpas , não sei nem com quem estou falando, mandei para o número errado”.

Quando?

O secretário Executivo de Transportes, Fernando Marcondes Leão, respondeu ao promotor Ariano Tércio, que cobrou melhorias urgentes na PE 275, que ela entrou na programação do DER do 5º DOD para realização dos serviços. Só não disse quando começa e se vai ser recapeamento ou tapa buraco.

Perdeu

De grande vitorioso como padrinho da candidatura própria, Luciano Duque pode proporcionalmente virar um dos maiores derrotados com a derrubada do projeto Marília. Agora, a dúvida é se vai continuar no partido ou se, decepcionado que está, deixa a legenda para não engolir  o sapo de pedir votos para Paulo Câmara.

Me respeite!

Duque não gostou de ouvir o jornalista Giovani Sá dizer no programa Frequência Democrática que não iria acontecer nada na luta pela candidatura própria, que Lula articulou a aliança com o PSB e que “o seu bloco estava ferrado”. Bradou: “Primeiro me respeite e não dite o que vou fazer”.

A culpa é da caça

A operação dos órgãos que combateram crimes ambientais no Pajeú expôs a falta de condições mínimas nos açougues municipais em praticamente todas as cidades visitadas. Pior foi a reação de alguns órgãos de controle, como a Vigilância Sanitária, nessas cidades. Teve cidade onde a reação foi tão esdrúxula que quase coloca a culpa no gado, frango e peixe abatidos. E claro, na imprensa que divulgou que pessoas podem ter até morrido pela contaminação do que era consumido.

Vai anunciar

O anuncio do apoio do prefeito de Afogados da Ingazeira José Patriota para Aline Mariano (Progressistas) é aguardado para essa semana. Os dois se encontraram mais uma vez em Recife e costuraram mais alguns pontos do apoio do socialista. O Federal de Patriota é João Campos, do PSB.

Pronta

Estão praticamente concluídas as obras da Barragem da Ingazeira. O projeto esperou pelo menos um século desde que começou a ser estudado. Imagens do fotógrafo Wellington Júnior revelaram que já chegamos a 100% da parte física. Resta concluir o processo de indenizações e claro, esperar quantos pais vão aparecer para a criança.

Frase da semana:

Você acredita que exista alguma coisa que seja aprovada no PT que não tenha o apoio e conhecimento de Lula?

Humberto Costa, Senador, afirmando que Lula sabia e apoiou a aliança PT-PSB

OURO VELHO-PB: ADMINISTRANDO EXITOSA

Ouro Velho, cidade do Cariri paraibano, demonstra evolução participativa nas ações em favor do povo, quando, por iniciativa da população e o apoio da gestão administrativa, soluciona as mazelas que aflige os munícipes que habitam a zona rural, no que concerne a falta de água.
Natália de Dr. Júnior, sensível a um dos piores problemas para se manter o homem/mulher no campo, atendeu ao chamamento de 50 famílias que habitam a região denominada de “barões” e implanta Rede Distribuidora de água, com DN de 50mm e 05 (cinco) quilômetros de extensão, pasmem, com recursos totalmente próprios, no importe de R$ 120.000,00 (incluindo-se todas as demandas dos serviços, desde as escavações até o ramal das residências).
Percebe-se, em tom de coerência e responsabilidade, de que a gestão de Ouro Velho-PB, sob o comando de Natália de Dr. Júnior, absorveu a tendência da boa gestão através da transparência e da responsabilidade no atendimento a um problema crucial que deveria ser observado por todos os gestores da região do semi-árido brasileiro, onde a falta de água para consumo humano e animal, ainda joga pra fora da terra natal vários nordestino que padecem pela falta do precioso líquido.
São ações humanizadas como esta que perpetuam a credibilidade dos cidadãos nos verdadeiros gestores que administram para o povo e não para si.
Resta, portanto, a todos os beneficiados usarem com a devida consciência a água que jorrará nas torneiras e entendam que água “é um bem limitado” e assim sendo, o uso adequado e de acordo com  as necessidades básicas de cada um, não haverá mais necessidade da “carroça” e muitos menos da “lata d’água na cabeça” para encherem os “potes” de água.   Por Joel Gomes.

PT SEGURA CONVENÇÃO ATÉ MEIA NOITE DE DOMINGO EM XADREZ EMOCIONANTE

O fim de semana que parece não acabar; assim pode ser definido este sábado-domingo das convenções e reta final das articulações para as alianças com vistas à eleição presidencial; está em curso uma partida de xadrez emocionante; o PT definiu o nome de Lula na convenção deste sábado sem escolher candidato a vice; mas a convenção continuará formalmente aberta até a meia-noite do domingo, para que o partido resolva quem fica com a vaga; as negociações sucedem-se como os lances da disputa enxadrística

GRUPO DE SOCORRISTAS DE TABIRA INAUGURA SEDE

Na tarde desta sexta-feira (03) foi inaugurada na Cidade de Tabira-PE, a sede do Grupo de Socorristas Voluntários daquela cidade, no mesmo dia, seria realizado os atendimentos à população através do telefone (87)99910-9031 e, com uma viatura.

Grupo de Socorristas de Tabira, agradece a compreensão de todos e desde já comunicam que em breve, estarão a disposição para realizar atendimentos de APH e Primeiros Socorros.

CÂMARA DE VEREADORES DE ITAPETIM RETORNA DE RECESSO E RECOMEÇA ATIVIDADES

Na noite desta quarta-feira (01) a câmara de vereadores de Itapetim, realizou sua primeira seção ordinária após recesso.
A seção desta quarta-feira, contou com a presença de todos vereadores, prefeito do município, Adelmo Moura, Vice-prefeito, Júnior Moreira, Secretária de Educação, Luciana Paulino e Secretária de Assistência Social, Fia Cândido e vários convidados.
Durante a seção, foram apresentadas algumas obras realizadas pelo governo municipal e, obras que serão realizadas em nosso município.
Ao fim da seção, o presidente Júnior de Diógenes agradeceu aos presentes e convidou á todos para a próxima reunião que acontecerá nesta segunda-feira (06) na câmara de vereadores do nosso município.(J.Campos)

Armando mostra confiança em convenção

“Eleição passada foi homenagem a Eduardo e elegeu governador que fracassou”, disse.

Em um empolgado discurso, o Senador Armando Monteiro (PTB), foi oficializado candidato ao governo de Pernambuco.

Antes, foi desfeito o mistério em torno do nome do candidato a vice, o vereador recifense Fred Ferreira (PSC).

“Vamos andar com Armando, Bruno e Mendonça nos quatro cantos do Estado. Vou ser um companheiro fiel nessa jornada. Quando chegarmos ao Palácio do Campo das Princesas pode contar comigo”, ressaltou Fred Ferreira.

Empolgado, Armando afirmou que, fazendo alusão ao futebol, “vai jogar ganhar as eleições”. “O lado que nos interessa é o lado da mudança”.

O evento ocorreu neste sábado (4), reunindo candidatos e representantes dos 13 partidos que compõem a aliança liderada pelo petebista: PTB, PSDB, DEM, PSC, PPS, PRB, Podemos, PV, PSL, PRTB, PHS, PSDC e PMB.  “O que é ser novo? Não é apenas ser jovem. Ser novo é ser diferente, é ser capaz de entender as mudanças e transformações. É ser honesto, é entender que se governa para a maioria de forma transparente”, salientou.

Armando desferiu críticas ao governador Paulo Câmara.  “Sabemos que a eleição de 2014 não foi uma eleição em que apenas se elegeu um governador. Foi uma homenagem ao ex-governador Eduardo Campos”, disse o candidato a governador, emendando: “Mas essa justa homenagem de seguiu uma grande decepção. Esse governo tem a marca da omissão: falhou na saúde, na educação, na segurança.”

ZÉ MARCOLINO….ZETO, VAL PATRIOTA, CHICO ARRUDA ! 1987

ZÉ MARCOLINO, CHICO ARRUDA, VAL PATRIOTA, BIRA MARCOLINO E ZETO INTERPRETANDO ZÉ MARCOLINOVALE A PENA VER ESTE VÍDEO!Tempo deste vídeo: 23:04 Imagens do Vídeo: Autor Desconhecido

Publicado por Gilberto Lopes em Terça-feira, 25 de julho de 2017

MICO HISTÓRICO: MIRIAM LEITÃO DIZ QUE GLOBO APOIOU O GOLPE DE 1964

O Brasil assistiu na noite de ontem a um dos momentos mais constrangedores da história do jornalismo brasileiro, quando, após a entrevista com Jair Bolsonaro, Miriam Leitão leu, pelo ponto eletrônico, uma nota em que a Globo admite ter apoiado o golpe militar de 1964, que implantou uma ditadura de 21 anos no Brasil; Miriam afirmou que a Globo se desculpou, mas nada disse sobre o apoio da Globo ao golpe de 2016, que derrubou uma presidente honesta, instalou corruptos no poder, prendeu sem provas o maior líder popular da história do Brasil e fez emergir figuras como o próprio Bolsonaro.\Ao ser indagado sobre se houve ou não ditadura militar no Brasil no último bloco da entrevista da GloboNews, por Roberto D´Avila, Bolsonaro lembrou o apoio da Globo à ditadura e os jornalistas da casa se calaram.

PROGRAMA DE FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA PROSSEGUE COM AÇÕES NO PAJEÚ

Nesta quinta-feira (2), ações de fiscalização das Equipes Abate e Flora realizaram autuações em Afogados da Ingazeira, Iguaraci e Tabira. No município de Tabira foi fiscalizado o Açougue Público Municipal e diante das irregularidades constatadas o local foi interditado. Segundo a equipe de fiscalização, nos 73 boxes foram encontradas condições higiênico-sanitárias inadequadas e instalações precárias. Em Afogados da Ingazeira, um abatedouro industrial particular também foi vistoriado, apresentando condições de funcionamento, sem riscos iminentes à saúde pública.

Fauna – Em Iguaraci, a Equipe Flora realizou fiscalização em 25 carvoarias ilegais da cidade. Vinte e cinco fornos para produção de carvão foram destruídos, com lavratura de seis autos de infração com penalidade de advertência. Também foram apreendidas seis aves silvestres em cativeiro ilegal, com dois animais pertencentes a espécie ameaçada de extinção (Pintassilgo do Nordeste), com aplicação de multa de R$ 12 mil.
A fiscalização também aconteceu em uma área de desmate e queimadas ilegais, com embargo de 1,2 hectare e lavrado auto de infração, com penalidade de multa avaliada em R$ 3 mil. No local ainda foram apreendidos 27 metros de lenha.
Instituições Parceiras e Equipes – as instituições articuladas na Fiscalização Preventiva Integrada em Pernambuco, sob a coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa do Meio Ambiente do MPPE, MPF e Ibama, com apoio da CBHSF, são Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro); ONG Animalia; Agência Nacional de Mineração (ANM); Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac); Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa); CemaFauna Caatinga/Univasf; Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF); Agência de Bacia Peixe Vivo; Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH); Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA); Fundação Nacional de Saúde (Funasa); Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe); Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPPE); Polícia Militar de Pernambuco (PMPE / 23º BPM e Cipoma); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas); e Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Diretório nacional do PT mantém Marília fora do páreo

Coluna Fogo Cruzado – 4 de agosto de 2018

Marília esmagou Humberto Costa na disputa mas vai ficar fora do páreo

Como já se esperava, por 59 votos a favor e 28 contra, o diretório nacional do PT rejeitou recurso interposto pela vereadora Marília Arraes em defesa de sua candidatura ao Governo de Pernambuco. Com isto, fica mantido o acordo feito entre as cúpulas do PT e do PSB. Por esse acordo, o PT deve apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara com direito de indicar o nome do senador Humberto Costa para a chapa majoritária da Frente Popular. Foi uma das maiores aberrações da história do PT, que ignorou o fato de, na véspera, Marília ter obtido 230 dos 254 votos dos convencionais para se tornar candidata a governadora. Entre as signatárias do recurso, estava a deputada federal e ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Ela foi candidata em 2014 contra a orientação do partido e venceu a eleição. Marília ainda pode recorrer ao encontro nacional do PT que ocorrerá neste sábado, em São Paulo.

O ocaso do senador

O resultado da convenção estadual do PT, amplamente favorável à tese da candidatura própria ao governo de Pernambuco, simbolizou o fim da liderança do senador Humberto Costa no partido. Foi constrangedora a chegada do senador ao encontro do partido no qual se encontra filiado há 38 anos: vaias e gritos de “golpista”.

Plano B – O deputado Sílvio Costa (Avante) disse ontem que se Marília Arraes (PT) for mesmo impedida de disputar o governo pelo PT, um “plano B” será anunciado, possivelmente reunindo PDT, Avante, PROS e Rede.

Vão no bolo – Com a ascensão de Marília Arraes à condição de nova líder do PT de Pernambuco, vão sair de cena junto com o senador Humberto Costa os ex-vereadores Dilson Peixoto e Oscar Barreto, ambos defensores da aliança com o PSB.

Com Armando – O ex-deputado José Marcos (PR) apoiará Armando Monteiro (PTB) para o governo estadual, caso Marília Arraes (PT) fique fora do páreo. Ele já estava com um pé na campanha da neta de Miguel Arraes.

E Queiroz? – Será uma baita decepção para o ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), ficar fora da chapa majoritária da Frente Popular. Há 60 dias, ele estava convicto de que seria candidato a senador.

E Caruaru? – Nos primórdios de sua campanha ao governo estadual, o senador Armando Monteiro (PTB) prometeu colocar um político de Caruaru na sua chapa majoritária. Teria convidado a empresária Mércia Lyra, mãe da prefeita Raquel Lyra (PSDB), mas a articulação não deu certo.

Ele e ela – O deputado estadual Odacy Amorim (PT) vai disputar uma vaga na Câmara Federal mas vai deixar a mulher tomando conta dos seus votos para deputado estadual. Ela é candidata em seu lugar.

Decisão democrática – Não foi aleatória a decisão do Solidariedade de ficar com Paulo Câmara. Antes de anunciá-la, o presidente Augusto Coutinho ouviu todas as lideranças do partido.

2º turno – Se Lula tiver forças para carregar um segundo “poste” nas costas (o primeiro foi Dilma), o segundo turno da eleição presidencial poderá ser entre o PT e o PSDB. Mas, para isto, Alckmin tem que passar Bolsonaro (PSL) nas pesquisas.

A convenção – Delegações de Petrolina, Salgueiro, Araripina, Serra Talhada, Belo Jardim, Caruaru, Garanhuns, Lajedo, São Lourenço, Gravatá, Ipojuca, Igarassu e Camaragibe estarão hoje no Recife para participar da convenção de Armando Monteiro (PTB), Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB).

ELEITOR NÃO É BOIADA…

A direção nacional do Partido dos Trabalhadores pode ter cometido, na última semana, um dos maiores erros de sua história, ao tentar derrubar a candidatura da vereadora Marília Arraes, do Recife, ao governo de Pernambuco. No momento em que o PT sofre um ataque implacável e é alvo de um golpe institucional, Marília simboliza o que o partido tem de mais valioso: uma militância entusiasmada que ocupa as ruas e aposta nas bases para renovar a política. O que esses militantes receberam em troca? O veto da cúpula partidária, que preferiu se aliar ao impopular governador Paulo Câmara, do PSB, em nome de acordos regionais. Sim, porque nem o apoio nacional dos socialistas o PT conseguiu arrancar.

O argumento principal dos que costuraram a aliança é o de que, agora, Lula ou seu eventual substituto conseguirão “fechar o Nordeste”, com o apoio de praticamente todos os governadores. Além disso, com a saída de Márcio Lacerda, do PSB, em Minas Gerais, o caminho para a reeleição de Fernando Pimentel, do PT, ficaria facilitado. Será mesmo? Lacerda avisou que recebe com “desprezo” a oferta do PSB para disputar o Senado na coligação petista. E Marília também não deve fazer qualquer gesto em direção a Paulo Câmara.

Se os candidatos abatidos não se movem, o que dizer então dos eleitores? Nada indica que eles se comportarão como uma obediente boiada, tocada pelos dirigentes partidários. O que se viu nas redes sociais, entre os militantes do campo progressista, foi um misto do choque, perplexidade e decepção com a decisão dos partidos que selaram esse semi-acordo PT-PSB. Muitos jogaram a toalha. Afinal, por que sair às ruas e combater um golpe extremamente violento, se os próprios partidos são capazes de selar alianças com golpistas e também de golpear candidaturas que sinalizam uma promessa de renovação política?

Na decisão do PT, há também uma incompreensão com a natureza do golpe de 2016, que vem ocorrendo em sucessivas etapas. Primeiro, Dilma foi derrubada sem crime. Depois, direitos sociais foram suprimidos e riquezas nacionais foram entregues. No terceiro ato, Lula foi preso, num julgamento de exceção, para ser impedido de disputar as eleições e de reverter as medidas adotadas pela coalizão golpista. A única forma de retirá-lo desta condição de preso político não é retomar a política de alianças, que é a raiz da crise atual, mas sim apostar na mobilização popular e no aumento da pressão internacional.

Pois bem: justamente no momento em que essas mobilizações ganhavam impulso, com o sucesso do Festival Lula Livre, por exemplo, vem a ducha de água fria que mostra ao povo que o pragmatismo continua imperando. Ao menos, a semana teve a boa notícia de que o Papa Francisco, que recebeu o chanceler Celso Amorim no Vaticano, está atento à degradação brasileira.

Prefeitura de Itapetim inaugura calçamentos no bairro Santo Antônio

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Lenelson Piancó, atividades ao ar livreMais obras concluídas a cidade de Itapetim. “Acabamos de inaugurar o calçamento das ruas Poetisa Felismina Maria, Severino Correia, Biu do Leite e João Henrique de Souza, no bairro Santo Antônio.”Pontuou Adelmo Moura.

O evento foi realizado ao lado Escola Santo Antônio e contou com a presença do poeta José Adalberto e da dupla Marivaldo dos Anjos e Antônio Batista. São mais de três mil metros de calçamentos concluídos com aproximadamente mil metros de meio-fio, beneficiando mais de 130 famílias. Tudo isso com recursos próprios da Prefeitura Municipal de Itapetim.

“Quero agradecer a toda população que participou dessa inauguração. Em breve vamos iniciar estas obras em outras ruas! Muito feliz por todas as conquistas que estamos tendo! Vamos realizar e trabalhar muito mais. Construindo no presente, pensando no futuro.”Completou Adelmo ao blog.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, multidão e atividades ao ar livre

Teve início nesta sexta (3), o Campeonato Municipal de Futsal 2018 em Tuparetama

A prefeitura de Tuparetama através da Secretaria de Cultura, Desporto e Turismo vai realizar o Campeonato Municipal de Futsal 2018 adulto, iniciando nesta sexta-feira (03), às 18h30. O campeonato vai oferecer R$ 600,00 para o 1º lugar e R$ 400,00 para o 2º lugar acompanhados de troféus com medalhas. Os jogos vão ser realizados nas terças-feiras, sextas-feiras e sábados, iniciando às 18h30, com 3 partidas em cada dia.O Campeonato Municipal de futsal 2018 vai ser disputado por 11 equipes que estão divididas em 2 grupos. Todos os jogos vão ser realizados no Ginásio Municipal de Esportes Euclides Miguel. Os árbitros dos jogos vão ser de outras cidades. “Porque aqui nós não temos árbitros imparciais para apitar o campeonato”, disse Carlinhos Branquinho, Diretor de Esportes da Secretaria de Cultura, Desporto e Turismo de Tuparetama.

Vão participar do Campeonato Municipal de Futsal 2018 as equipes Independente, União, Botafogo, Brilhantes I, Brilhantes II, Naútico I, Naútico II, Sanaú I, Sanaú II, Juventus I e Juventus II.

Após ter recurso negado pelo PT Nacional, Marília recorre a última instancia

Foto: Nathan Lopes/UOL

Por 59 a 28 votos o Diretório decidiu manter a tática eleitoral de aliança com o PSB

Logo após a decisão Marília entrou com novo recurso ao Congresso Nacional do partido

Por André Luis

Apesar da vitória durante o encontro do diretório regional, ontem em Recife, a vereadora Marília Arraes (PT), levou novo revés do PT nacional, que por 57 votos a 29, negou o recurso impetrado para viabilizar a sua candidatura ao Governo do Estado.

Com essa decisão que foi tomada hoje em São Paulo, o PT mantém a aliança com PSB e o apoio a reeleição do governador Paulo Câmara, mantendo a decisão tomada pela executiva nacional na última quarta-feira (1).

Logo após ter tido o seu recurso negado, Marília entrou com novo recurso, desta vez à última instância que é o Congresso Nacional do partido, marcado para este sábado (04).

No novo recurso Marília diz que “Pernambuco ser pronunciará pela defesa da candidatura de Lula e da construção de candidatura própria no estado, conforme orientou a direção partidária em todas as resoluções adotadas sobre tática eleitoral de 2018 em Pernambuco, onde a possibilidade da não candidatura do PT ocorreria no quadro de uma aliança nacional e formal do PSB com o PT”.

Leia abaixo a íntegra do recurso:

Recurso ao Encontro Nacional Sobre Tática Eleitoral

Para SORG e SGN

Considerando,

Que o esforço da direção partidária em conquistar alianças nacionais para fortalecer a candidatura de Lula à presidência da república fez adiar por três vezes o encontro estadual de Pernambuco;

Que aliança partidária formal nacional significa coligação e apoio à candidatura de Lula;

Que sabidamente o Encontro Estadual de Pernambuco se pronunciará pela defesa da candidatura de Lula e da construção de candidatura própria no estado, conforme orientou a direção partidária em todos as resoluções adotadas sobre tática eleitoral de 2018 em Pernambuco, onde a possibilidade da não candidatura do PT ocorreria no quadro de uma aliança nacional e formal do PSB com o PT;

Que o resultado concreto das negociações com o PSB resultaram no “não apoio” formal e nacional, e portanto não está dentro do que pode ser considerado dentro dos interesses partidários para vencer as eleições 2018;

Que a candidatura própria do PT, Marília Arraes, encontra-se empatada com os demais concorrentes e, pelas pesquisas, pode ser vitoriosa no primeiro e no segundo turno, representando uma grande força a favor da candidatura Lula e nosso projeto nacional;

Em defesa da democracia interna, recorremos ao Encontro Nacional da decisão do DN sobre tática eleitoral do dia 03 de agosto de 2018.

Brasília, 3 de agosto de 2018

Ivan Alex, Mucio Magalhães, Markus Sokol, Sheila Oliveira, Teresa Leitão, Vilson Oliveira, Valter Pomar e outros filiados e filiadas

II Jornada Pedagógica 2018, O Colégio João Leite SJEgito

O Colégio João leite, realizou quinta-feira, dia 02 de agosto a II Jornada Pedagógica 2018, com os profissionais da Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II.
Foi um momento de interação e reflexão sobre a importância do Professor na formação da sociedade. Segunda feira dia 06/08, o Colégio João leite retorna as suas atividades.

Em Carnaíba: Com shows de Leya, Encanto de Mulher e Geraldo Cardoso, acontece a Festa de Agosto nesta sexta e sábado

A Diretoria de Cultura e Esportes da Prefeitura de Carnaíba/PE, no Sertão do Pajeú, promoverá nesta sexta (03/08) e no sábado (04) a edição 2018 da Festa de Agosto, que acontece paralela a Festa de São João Maria Vianney, um dos padroeiros da cidade.Os shows serão realizados no pátio de eventos Milton Pierre, a partir das 22h. Na sexta, se apresenta Leya Emanuelly, ex-cantora da X Calypso. Já no sábado, Banda Encanto de Mulher, e o cantor, Geraldo Cardoso. Participe!

Congo registra novo surto de ebola

: O governo da República Democrática do Congo informou que resultados preliminares de exames laboratoriais indicam um novo surto de ebola no país, desta vez, na província Kivu do Norte, localizada ao leste do país; de acordo com o Ministério da Saúde local, pelo menos 26 casos de febre hemorrágica já foram notificados, além de 20 mortes.

20 pontos sobre o acordo PT-PSB: feitos e malfeitos

1. A divisão do campo progressista entre quatro candidaturas (Lula, Ciro, Manuela e Boulos) sempre foi o maior problema para garantir a presença competitiva da esquerda no segundo turno ou até mesmo a vitória na primeira volta.

2. A melhor solução, por óbvio, seria o agrupamento dessas quatro forças em uma única chapa. Mas esse cenário não foi possível.

3. Para começo de conversa, a política do PSOL não passa pela questão da unidade eleitoral, mas por conquistar seu próprio espaço. Jamais esteve nas contas de Boulos e seus apoiadores uma coalizão ampla das forças populares, a não ser no segundo turno.

4. A candidatura de Ciro Gomes (PDT) também parte do objetivo fundamental, anunciado pelo próprio candidato, de superar a “hegemonia petista”. O ex-governador jamais escondeu que seu plano não era uma aliança de esquerda, mas de centro-esquerda, para a qual desejava atrair o PSB e o PCdoB, buscando apoio também entre partidos de centro-direita.

5. A indicação do ex-presidente, disparadamente a mais potente, poderia estabelecer a unidade por força gravitacional, mas as ameaças sobre seu direito de concorrer tornam inseguro o cenário para eventuais aliados, que estão estressados pela tática petista de esticar a corda e manter a candidatura de Lula mesmo sob chuvas e trovoadas.

6. O PCdoB, por sua vez, ficou entra a cruz e a caldeirinha, espremido entre Lula e Ciro Gomes. Parcialmente seduzido por uma política que transferisse à centro-esquerda o comando do que denominam de “frente ampla”, esse partido lançou a candidatura de Manuela D’Ávila, se esforçando para construir uma ponte entre as duas táticas do campo progressista, fundamentalmente encarnadas por PT e o PDT.

7. O PSB, comprometido com o golpe contra a presidente Dilma Rousseff e os momentos iniciais do governo Temer, acabou por se transformar em um arquipélago de grupos regionais, depois da fracassada tentativa de transformar Joaquim Barbosa em opção centrista. Cabe-se registrar, a bem da verdade, que frações mais à esquerda dessa agremiação conseguiram tirá-la do governo golpista e fazê-la votar contra as reformas liberais.

8. Tantas pressões centrípetas, portanto, tornaram inviável a unidade desejada. Como o espaço político da esquerda se situa entre 45 e 55% dos votos, bastante natural que o PT de tudo fizesse para garantir a máxima concentração de votos e alianças para seu candidato. O mesmo tratou de fazer Ciro Gomes. A diferença é que, à direita e à esquerda, o pedetista fracassou na empreitada, ao contrário do PT.

9. Nas circunstâncias narradas, não resta dúvidas que o PT colheu importante vitória: a candidatura de Ciro Gomes está potencialmente desidratada, expressivas seções estaduais do PSB marcharão com o PT e o PCdoB deverá fechar rapidamente uma aliança formal. Essa é a complexa dialética da eleição em dois turnos: antes do embate final entre campos antagônicos, tende a ocorrer disputa acirrada para definir quem irá liderar cada campo na rodada decisiva. Isso poderia ser evitado por um pacto unitário prévio, dessa vez impraticável pelos motivos já expostos.

10. O resultado alcançado aparentemente dá mais desenvoltura e musculatura à candidatura Lula ou a qualquer outra do PT, na prática superando parcialmente a divisão do bloco de esquerda. Não por unidade consensual, como seria melhor, é verdade, mas pela preponderância e enraizamento do partido de Lula.

11. Essa solução, contudo, não está livre de graves tensões. Diversas pressões e hesitações provavelmente levaram o PT a pagar caro por algo que caminhava a ter gratuitamente: a neutralidade do PSB, com vários de seus departamentos estaduais apoiando Lula ou qualquer outro candidato petista.

12. Os comandantes da legenda socialista jogaram com inteligência, ameaçando fechar com Ciro Gomes se o PT não abrisse mão da candidatura em Pernambuco, território fundamental da agremiação. Também acenaram com a retirada da candidatura de Márcio Lacerda para governador em Minas Gerais, o que supostamente facilitaria a campanha pela reeleição do petista Fernando Pimentel. Para completar, o comando do PCdoB também exigiu apoio aos socialistas pernambucanos, com os quais possuem tradicional relacionamento, ao ponto da presidente da sigla, Luciana Santos, ser companheira de chapa do governador Paulo Câmara.

13. Se o PT permanecesse na sua resolução anterior, de reivindicar adesão formal do PSB à candidatura de Lula para qualquer pacto nos estados, o que poderia acontecer? Das duas concessões socialistas, uma se perderia: a candidatura de Márcio Lacerda continuaria a competir com Pimentel, abrindo espaço importante para Ciro Gomes no segundo colégio eleitoral do pais. A neutralidade dos socialistas, porém, estava pouco em questão, pois é profunda a divisão do PSB entre defensores de Lula, de Ciro e até de Alckmin.

14. Preocupada com a situação de Minas Gerais e o fator PCdoB, além de oscilante frente ao potencial blefe socialista, a direção petista cedeu na negociação. Trocou a retirada da candidatura de Marilia Arraes em PE pela neutralidade nacional do PSB, a desistência de Márcio Lacerda e, de quebra, o apoio socialista a Márcia Tiburi no Rio de Janeiro, além de outros estados nos quais coalizões já estavam construídas (Paraíba e Amapá, por exemplo).

15. A liderança petista, no entanto, talvez tenha olhado de forma desatenta para suas próprias fileiras. Já furiosa com a resolução do PT cearense, que indiretamente permitiu aliança com o senador golpista Eunício de Oliveira (MDB), grande parte da militância se revoltou contra o sacrifício de Marília, esperança pernambucana que caminhava para o favoritismo eleitoral e que entusiasma, por sua juventude e combatividade, toda a pátria da estrela vermelha. Por outro lado, produz tremendo e justificável mal-estar a sucessão de acordos, diretos ou indiretos, com personalidades envolvidas com o bloco golpista.

16. A situação é bastante preocupante: talvez unido como nunca em sua história, desde a derrubada da presidente Dilma Rousseff, o PT está agora assolado por uma onda de rebelião e divisão que pode levar à paralisia partidária, a poucos dias do registro da candidatura Lula e da batalha mais decisiva que já enfrentou. Como era de se esperar, o Encontro Estadual do PT em Pernambuco manteve candidatura própria, por 230 votos a um, colocando o Diretório Nacional contra a parede, entre a intervenção que somente agravará a crise interna e a ruptura do acordo com o PSB.

17. Também entre os socialistas a encrenca é pesada, com Márcio Lacerda botando banca e anunciando resistência judicial, o que embute o risco de embaralhar o pacto com o PT. Mesmo que fracasse, deverá pular para o lado dos tucanos mineiros ou embarcar na campanha de Ciro.

18. Se essa confusão toda foi criada para ajudar Pimentel em Minas, ainda por cima o tiro pode sair pela culatra: muitos analistas avaliam que a retirada de Márcio Lacerda teria efeito inverso do desejado, pois interpretam que sua postulação funciona como anteparo entre o voto antipetista e a adesão ao tucano Anastasia. Sem Lacerda, o senador tucano poderia crescer e levar a eleição até mesmo no primeiro turno.

19. Mesmo tendo obtido avanço tático relevante, com o deslocamento do PSB e do PCdoB para sua órbita de alianças, o PT atravessa forte tempestade interna, que não era inevitável caso o olhar partidário ultrapassasse a planilha da matemática eleitoral. O tempo urge e esse clima precisa ser imediatamente superado.

20. O cardápio de alternativas, no entanto, é restrito. Acatar a decisão pernambucana e deixá-la ativa, ao menos até que se resolva o imbróglio socialista em Minas, serviria de paliativo. Revogar a resolução do PT cearense, restabelecendo a candidatura ao Senado de José Pimentel, passaria sinal positivo. Imediatamente consolidar a aliança com o PCdoB, oferecendo a vice-presidência para Manuela D’Ávila, representaria fato animador. Trazer Marilia para a coordenação da campanha de Lula também poderia expressar gesto mais alvissareiro para a militância enfurecida. O que importa, para o bem da candidatura de Lula e o futuro do PT, é que sua direção se movimente com energia para resolver a confusão criada por decisões que contradizem a linha de combate que vem sendo liderada pela senadora Gleisi Hoffmann.

Itapetim inova e busca melhoraria para o desenvolvimento da cidade.

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livreO Governo Municipal de Itapetim continua inovando e buscando sempre melhorar o desenvolvimento da cidade.

A Secretaria Municipal de Saúde de Itapetim iniciou uma parceria com a Waste. A empresa fará o recolhimento de todo o lixo hospitalar das Unidades Básicas de Saúde, além do Hospital Municipal.

Nelly Sampaio consegue maioria para mais um mandato em Tabira

A atual presidente da Câmara de Vereadores, Nelly Sampaio, fechou o grupo que apoia sua candidatura à reeleição e com isso garantiu os votos necessários para fechar um ciclo de quatro anos a frente do legislativo tabirense.

Segundo informações de dentro da Câmara, fecharam com Nelly os vereadores Djalma das Almofadas, Dicinha do Calçamento, Alan Xavier, Marcos Crente, Aldo Santana, Marcílio Pires, Didi da Borborema. Para não ter margem de uma reviravolta, ela buscou mais dois nomes da bancada de oposição.

Agora, os três vereadores restantes, Cléber Paulino, Aristóteles Monteiro e Claudiceia Rocha vão avaliar se seguem Nelly ou se tomam outra posição, mesmo que minoritária.

Homem furta ônibus da Progresso e o guia entre Tabira e SJEgito

Por volta das 3:45 horas da madrugada desta sexta feira 03, o policiamento foi informado por guardas de rua que trabalhavam nas vias públicas de São José do Egito, alegando que presenciaram um veículo ônibus da empresa Viação Progresso trafegando pelas ruas da cidade com manobras perigosas, em zig- zap, quebrando árvores e colidido nas guias das calçadas da via pública, causando danos no citado veículo, tomando o sentido de Tuparetama.

De mediato esse GATI, juntamente com a GT da 3ª Cia de São José do Egito saíram no encalço do mencionado veículo alcançando-o e constatando a informação, presenciando o veículo ser conduzido de forma irresponsável, colocando em risco a vida do condutor e de terceiros.

Nas proximidades do sítio Riachão I, na  Rodovia PE 275, aproximadamente 5 km de São José do Egito, sentido Tuparetama, o policiamento interceptou o ônibus que estava sendo conduzido pelo imputado  Luciano Vasco da Silva, de 24 anos, morador do Bairro Espirito Santo, em Tabira, que apresentava visíveis sinais de embriaguez alcoólica, o qual confessou ter furtado o veículo em Tabira e o conduziu até São José do Egito.
Foi observado que o veículo apresentava várias avarias na lataria e vidraças das janelas. De imediato o imputado foi detido e conduzido a PC local para as providências cabíveis juntamente com o ônibus recuperado.
A Policia informou ainda, que, quando realizavam a entrega ocorrência em tela na DP, compareceram duas vítimas se queixando de ter seus veículos, que se encontravam estacionados em via pública, danificados por colisão causada pelo citado imputado, alegando os proprietários que ouviram um barulho no momento da colisão, porém não foi possível fazer o acompanhamento do ônibus naquele momento. Uma das vitimas é o comerciante Johnny’s Rodrigues de Souza, de 24 anos, morador da Rua 25 de Agosto, em São José do Egito.
Diante do exposto, apresentaram as vítimas envolvidas na DPC para as devidas providências. Ainda  foi feito uso de algemas para preservar a integridade física do imputado, bem como do policiamento e realizou a prisão.

A ocorrência foi registrada no B.O. n° 1942/3aCia/23°BPM em trabalho executado pelo Sg. Kleber, Sg Lucena, SD Rodrigues e SD Welton do GATI e SG Max, CB Perivaldo e SD Marcelo da GT.

Sumiço da pesquisa da Uninassau no JC é motivo de ação junto ao TRE. Suspeita é que Marília já estaria na frente

Foto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco

Do blog do Ricardo Antunes

O advogado e primo de Marília Arraes, Antonio Campos (foto) entrou com uma representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco para que seja disponibilizado os dados da pesquisa do Jornal do Commercio sobre as eleições estaduais.  A pesquisa com as intenções de votos para o governo do estado deveria ter sido publicada no último domingo.

Aliados de Marília acreditam que ela já iria aparecer bem à frente dos outros candidatos. O JC deu uma nota afirmando que a decisão de cancelar o contrato partiu do instituto – o que, obviamente, gerou mais suspeita ainda pela insólita decisão. Confira aqui a íntegra da representação.

Serra Talhada: Dois homicídios em apenas 24 horas, este é o 17º homicídio de 2018

Foto: Farol de Notícias/Max Rodrigues

Do Farol de Notícias

Por volta das 2h30 desta sexta-feira (3), Adriano Melo da Silva, 33 anos, foi morto com vários disparos de arma de fogo na Avenida Triunfo, no bairro São Cristóvão, enquanto bebia numa mesa de bar.

De acordo com a Polícia Civil, em conversa com o Farol, dois homens não identificados chegaram numa motocicleta e o garupa desceu já atirando contra a vítima.

Foram entre três a cinco tiros na região do tórax e o homem morreu no local. Ainda segundo a polícia, há informações que a vítima era usuário de drogas.

O corpo de Adriano Silva encontra-se no necrotério do Hospital Regional Agamenon Magalhães (Hospam) mas será conduzido até o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru. Este é o 17º homicídio de 2018 em Serra Talhada.

O 16º homicídio do ano em Serra Talhada, aconteceu na noite anterior por volta das 20h30 o menor de iniciais T.F.F.J foi morto na Quadra 10, do bairro Mutirão, ao lado da quadra esportiva da Escola Vicente Ignácio de Oliveira, após ser atingido por três disparos de arma de fogo, todos na região da cabeça.

Segundo populares, em conversa com o Farol, um homem chegou a pés e fez os disparos à queima roupa fugindo em seguida. Há comentários que a vítima vinha correndo tentando fugir de uma possível perseguição, mas oficialmente esta informação não foi confirmada.

De acordo com o 14º BPM, a vítima, de idade não revelada, era usuário de drogas, andava com más companhias e já tinha passagem pela Funase. As informações foram repassadas pela mãe do menor, que velava o corpo no local do crime.

SÁBADO (04) É DIA DE MAIS UMA GRANDE EDIÇÃO DO BALAIO CULTURAL DE TUPARETAMA

A prefeitura de Tuparetama através da Secretaria de Cultura, Desporto e Turismo do Município está apoiando a realização do Balaio Cultural, do sábado (04) de agosto, iniciando às 21hs. Este está sendo realizado por a Associação dos Artistas de Tuparetama (ACATU) e por Fernando Marques, secretário de Cultura, Desporto e Turismo de Tuparetama.
Neste vão realizar apresentações Neno do Acordeon, Cilene Campos, Rimas em Canto, o Grupo de Xaxado Bandoleiros de Solidão e poetas declamadores. O Balaio Cultural vai acontecer no Espaço Cultural da Academia das Cidades de Tuparetama. “O pessoal já sabe que todo 1º sábado de cada mês acontece o Balaio Cultura”, disse Fernando.
Segundo Fernando, por conta das festas de São Pedro de Tuparetama não teve o Balaio Cultural do mês de julho. Em agosto, o Balaio Cultural retoma as apresentações. “Tem a participação de vários poetas convidados”, disse Fernando.
O Balaio Cultural iniciou em janeiro de 2011 com a participação do produtor cultural Fernando Marques. Este acontece todo 1º sábado de cada mês divulgando a cultura sertaneja, os artistas e os talentos do município de Tuparetama e da região.

COM UM TIRO SÓ, BAGUNÇOU-SE O PT/PE E O PSB DE MINAS

Coluna Fogo Cruzado – 3 de agosto de 2018

Ex-prefeito de Belo Horizonte não se submeterá a decisão tomada pelo PSB nacional

 Inspirados no “manda quem pode e obedece quem tem juízo”, os presidentes do PT e do PSB reuniram-se em Brasília e tomaram a seguinte decisão: “nós (do PT) apoiaremos em Pernambuco a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB) e vocês (do PSB), em Minas, a do governador Fernando Pimentel (PT)l. Tudo decidido da forma mais fechada e autoritária possível, sem qualquer consulta às partes interessadas, salvo ao senador Humberto Costa (PT) que sempre defendeu esta aliança. Ou seja, com uma canetada só, os presidentes Gleisi Hoffmann (PT) e Carlos Siqueira (PSB) bagunçaram a vida dos seus partidos em Pernambuco e em Minas Gerais, respectivamente. Aqui, Marília Arraes estava em processo de crescimento, renovando os quadros do PT e defendendo com muito mais legitimidade o legado de Lula do que o atual governador. Foi fulminada do processo de forma brutal e vergonhosa. Em Minas, o ex-prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), também estava em processo de crescimento, combatendo de um lado o governador Fernando Pimentel (PT) e, do outro, o candidato Antonio Anastasia (PSDB), apoiado por Aécio Neves. Carlos Siqueira o tirou do páreo, também autoritariamente, para que ele apoiasse a reeleição de um governador que está com a popularidade no fundo do poço, pois nem a folha dos servidores consegue pagar. Lacerda, dentro do melhor tradição da “mineiridade” libertária, disse que não se submeterá a essa “intervenção branca” na executiva regional do PSB e vai fazer amanhã a sua convenção. Marília promete também reagir, contra a violência de que foi vítima, inspirada nas lições de “pernambucanidade”.

Aliança e casamento

Aliança política é como casamento. Só dá certo se interessar aos dois lados. A aliança do PT com o PSB/PE só interessa mesmo a duas pessoas: Humberto Costa e Paulo Câmara. Se ela interessasse às bases eleitorais dos dois partidos, seria um bom reforço para o senador e também para o governador. Mas como as bases do PT são contra, será uma aliança apenas cartorial.

O lucro – Paulo Câmara não terá as bases do PT fazendo sua campanha eleitoral, mas terá o tempo desse partido no rádio e na TV. Seu maior objetivo era tirar Marília Arraes do páreo. E conseguiu.

Era mentira – Gleisi Hoffmann disse duas vezes à imprensa pernambucana que a decisão de lançar ou não Marília Arraes (PT) para disputar o governo estadual seria tomada pelos petistas locais, e não pela direção nacional. Ou seja, mentiu duas vezes para os pernambucanos.

Com Ciro – Ao determinar ao PT pernambucano que faça aliança com o PSB, a direção petista julga ter conseguido o seu maior objetivo: evitar que os socialistas caíssem nos braços de Ciro Gomes. Mesmo assim, o governador Rodrigo Rollemberg (DF) garante que irá apoiá-lo.

Mais pobre – Se a chapa proporcional do PSDB já era fraca, tornou-se mais frágil ainda com a saída de Bruno Araújo para disputar o Senado e a desistência de Joaquim Francisco de disputar um mandato na Câmara Federal. Forte, mesmo, até agora, só a candidatura de Alessandra Vieira a deputada estadual. Ele é casada com o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe.

Os dissidentes – Mesmo sendo da Frente Popular, os deputados Felipe Carreras (PSB), André de Paula (PSD) e Augusto Coutinho (SD) não votarão no candidato do PT a presidente, seja Lula ou outro qualquer. Já dois dos quatro do PSB pretendem votar em Ciro Gomes (PDT).

PSB de Minas se rebela e reafirma candidatura de Márcio Lacerda

A decisão do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, de retirar à força a candidatura do ex-prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, ao governo de Minas Gerais, foi repudiada por meio de nota pelo diretório municipal do partido.

O PSB afirma que vai manter a candidatura dele e conclama a militância a participar da convenção no próximo sábado. Siqueira tentou obrigar que Lacerda apoiasse a reeleição do governador Fernando Pimentel (PT), algo que ele não fará “de jeito nenhum”.

“O PSB e o povo mineiro, como também a candidatura de Márcio Lacerda, não podem ser objeto de espúria moeda de troca, em favor da manutenção de gestões incompetentes e rejeitadas. Impõe-se, portanto, a não aceitação bem como a resistência que possa restaurar o debate democrático a ética das relações políticas”, diz a nota.
“Nós vamos resistir a essa insistência do diretório nacional sobre a retirada da candidatura. A convenção estadual é soberana e não vamos aceitar essa imposição. Outros diretórios do Estado também já se manifestaram dessa forma. Não tem a menor chance de apoiarmos a candidatura do PT em Minas”, afirmou Gelson Leite, presidente do PSB na capital.

No mesmo dia, o PT nacional também retirou a candidatura da vereadora Marília Arraes ao Governo de Pernambuco para que o partido possa apoiar Paulo Câmara.

DELEGADOS DO PT DECIDEM QUE MARÍLIA VAI DISPUTAR GOVERNO DE PERNAMBUCO, 93% DO DIRETÓRIO DECIDE POR MARÍLIA ARRAES

Resistência de Marília Arraes coloca Pernambuco no centro da eleição

 

A vereadora do Recife e pré-candidata ao governo de Pernambuco pelo partido, promete esquentar ainda mais. Inconformada com a decisão do PT de rifar a sua candidatura para firmar um acordo nacional com o PSB de Paulo Câmara, atual governador e candidato à reeleição, Marília reafirmou,hoje, que manterá sua candidatura ao governo de Pernambuco e disse que isso não configura um posicionamento “subversivo” nem uma afronta à hierarquia do partido.

Na eleição do diretório do PT agora as 21 hs em Recife decidiram, cerca de mais de 251 delegados petistas no Recife, Os delegados votaram, cerca de 93% dos delegados por manter a candidatura própria. “Pernambuco vai ter uma governadora do PT sim. Estamos aqui para decidir o futuro de Pernambuco depois de mais de um ano de construção”, disse Marília.

Eram 20h40 quando o som que veio do salão onde acontecia a votação deixou claro o que acabara de acontecer ali dentro. A candidatura da vereadora Marília Arraes resistiu à pressão da cúpula do partido. A decisão da Executiva Nacional foi “derrubada” pelos delegados pernambucanos.Isso significa que Marília terá sua candidatura oficializada? Ainda não. O ex-deputado federal Fernando Ferro explicou os próximos passos do imbróglio: “Depois desse encontro vai haver uma votação do recurso da Executiva Nacional amanhã. Se não tivermos sucesso, vamos recorrer a última instância domingo. Isso está sendo muito ruim para o partido. Tem muita gente querendo se desfilar. Como lidar com isso? Sou favorável até que recorramos a instâncias jurídicas. Isso pode destroçar o PT de Pernambuco”.

“A democracia pode facilmente acolher a ditadura em suas entranhas. Os partidos políticos, em essência, nascem para afirmar o debate, a comunhão de ideias e propor alternativas. É um acinte democrático assistir um partido tentar rasgar seu estatuto e fazer da esperança dos militantes barganha, escambo e reduzir a moeda nas negociatas palacianas. Os delegados do PT de Pernambuco, por esmagadora maioria, afirmam a candidatura de Marília Arraes ao governo! A vontade do povo não se negocia, se cumpre!Partido político é para fomentar as alternativas! Quem não respeita a vontade interna, não tem a menor condição de representar o povo!” Mariana Teles ao Blog.

São 312 delegados aptos a votar, 251 delegados participaram da plenária, 230 votaram pela candidatura própria do PT, 20 votaram contra e houve uma abstenção.

Resultado do encontro eleitoral do PT de Pernambuco: Marília candidata a governadora!!!!

Publicado por Liana Cirne em Quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Postado às 21:02

 

Fiscalização Preventiva interdita Açougue Municipal de Tabira

A Fiscalização Preventiva Integrada, que acontece envolvendo vários órgãos continua agindo em Tabira. Após fechar um dos frigoríficos mais importantes da cidade, de propriedade do vereador Marcos Crente, que interditou o Açougue Público de Tabira.

Motivo : a falta de condições de higiene e instalações precárias,  sem as mínimas condições de comercialização de carne,  oferecendo graves riscos à saúde de quem consome carne bovina comprada no local.

Além da dificuldade de comprovação de origem de parte da carne, foram identificados outros graves problemas sanitários. O risco de contaminação no local é enorme por conta da falta de cuidados mínimos de higiene, armazenamento, refrigeração.

O caso na Cidade das Tradições, levanta qual o comprometimento e eficácia do trabalho da Vigilância Sanitária, ligada à Secretaria de Saúde da Prefeitura do município. Outro detalhe é que há pouco tempo o local havia passado por uma reforma, mas tinha instalações precárias.

A Fiscalização

Composta por mais de 200 integrantes de 21 órgãos públicos e entidades não-governamentais, a iniciativa será realizada até o dia 10 de agosto nas cidades de Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Tuparetama e Tabira.

As atividades de campo serão desempenhadas por sete equipes temáticas (Gestão e Educação Ambiental; Fauna; Flora; Comunidades Tradicionais; Agrotóxicos; Saneamento e Recursos Hídricos; e Abate) compostas por integrantes dos vários órgãos públicos e não-governamentais que integram a iniciativa.

Humberto é hostilizado em encontro petista

Senador foi recebido aos gritos de “golpista”

O Senador Humberto Costa foi hostilizado em sua chegada no Encontro Estadual do PT que discute tática eleitoral.

O evento que é realizado hoje tenta se sobrepor à decisão da executiva nacional do Partido dos Trabalhadores, desta quarta-feira (1), que decidiu apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB) em Pernambuco.

Após o credenciamento que terminou as 16h, iniciou-se o processo de debates, que deve entrar noite a dentro. Somente após encerrados os debates é que os delegados iniciarão os seus votos, a previsão para o término do encontro é às 21h.

Humberto Costa foi recebido aos gritos de “golpista” ,”traíra”, e teve que ser levado para um local em isolado. Mostrou-se contrariado e desconfortável com o episódio, mas não reagiu às críticas dos militantes. Houve início de tumulto.

O grupo pró Marília aposta em dois recursos que poderão ser julgados amanhã. O primeiro que já foi homologado ainda no dia de ontem, e um outro que será apresentado caso o grupo pró Marília saia vitorioso do encontro de hoje, tendência pelo número de delegados pela candidatura própria.

Especialistas entretanto se dividem sobre a eficácia da tentativa diante da decisão nacional.

Retirada de Marília foi benéfica para Paulo e Armando

A confirmação da retirada da candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco para formalizar uma aliança com o PSB mexeu diretamente com as estruturas da eleição no estado, tendo um impacto muito forte no desenho da disputa, podendo afirmar, inclusive, que a saída de Marília pode ter sacramentado o resultado da eleição deste ano.

O quadro com Marília garantia a existência de um segundo turno, com grandes chances da petista figurar na segunda etapa com Paulo Câmara. A segunda etapa seria devastadora para o governador, uma vez que a base governista estaria desmobilizada e haveria um risco real de Paulo sair derrotado por ela, que representava a novidade e a mudança no estado.

Armando Monteiro, por sua vez, corria um risco de mesmo com todo aparato político de partidos e apoios, sequer figurar no segundo turno, as pesquisas mesmo sem a certeza da candidatura de Marília, lhe davam uma certa vantagem em relação ao senador, muito provavelmente com a confirmação de Marília, esta vantagem tinha tudo para aumentar, o que seria muito ruim para o projeto petebista no estado.

Sem Marília, a eleição ficou para ser decidida no primeiro turno, numa reedição do que foi a eleição de 2014. Para Paulo Câmara, foi positivo porque possui uma ampla frente política que agora terá ânimo redobrado para o jogo, pois o governador deu uma demonstração de força ao retirar do jogo a sua principal adversária. Isso tem um fator psicológico muito forte pois dá ao governador um sentimento de perspectiva de vitória que pode contaminar apoiadores e ampliar suas chances na disputa.

Já para Armando Monteiro, foi igualmente positivo, pois ele agora terá um jogo mano a mano com o governador, podendo utilizar a fadiga de material do PSB, evidenciando que ele é efetivamente um candidato de mudança para um projeto que já tem doze anos de hegemonia. Apesar do leve favoritismo do governo por causa da máquina, Armando pode, se acertar no discurso e na narrativa, suplantar o atual governador, fato que seria mais difícil com a presença de Marília no jogo.

No fim das contas, os dois pré-candidatos só têm motivos para comemorar, e passada a euforia da saída de Marília, prevalecerá, obviamente, aquele que errar menos e conseguir convencer o eleitor da sua tese, que para Paulo será de continuidade, e para Armando, de mudança, o juízo de valor ficará a critério do eleitor, cada vez mais refratário a política e aos políticos em geral.

Decisão da Executiva Nacional do PT não agrada militância e diretórios municipais

Marília quando esteve na Rádio Pajeú. Foto: André Luis/Arquivo do blog.

Por André Luis

A decisão tomada pela Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores nesta quarta-feira (01), tem repercutido de forma negativa entre a militância do partido e nos diretórios municipais de várias cidades pernambucanas.

Alguns diretórios, emitiram inclusive nota de repudio contra a decisão da Executiva Nacional de apoiar os candidatos do PSB, entre eles a reeleição do governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

O Diretório Municipal do PT de Lagoa de Itaenga – PE, emitiu nota onde diz que “foi com muita indignação e descontentamento que recebemos a resolução da Comissão Executiva Nacional do PT (CEN) sobre a tática eleitoral do partido, segundo a qual se deliberou pelo apoio a candidatura do PSB ao governo de Pernambuco, orientando-se a retirada da candidatura da companheira Marília Arraes.

Segundo a nota, a “decisão é marcada por profundas incoerências, a começar pelo fato incontestável que o PSB foi um dos articuladores do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, contando com a participação efetiva do governador Paulo Câmara”.

Ainda na nota do diretório de Lagoa de Itaenga, “o CEN ignora o desejo da militância petista e o sentimento da própria população pernambucana”

O diretório encerra a nota destacando que estará defendendo com total firmeza, a postulação de Marília Arraes e que os três delegados do diretório irão votar a favor da candidatura própria do PT ao governo de Pernambuco.

Outro Diretório Municipal do PT que emitiu nota de repudio contra a Executiva Nacional, foi o de Sertânia-PE. Na nota o diretório diz que a aliança vai causar “o maior processo de desfiliação da história do partido”. Em outro ponto da nota o diretório destaca que esse tipo de aliança irá “matar” o partido.

Na página oficial do PT no Facebook, a postagem feita ontem, onde o partido apresenta a “Tática Eleitoral” decidida e votada durante a reunião da Executiva Nacional, recebeu uma saraivada de comentários negativos, que desaprovam a decisão.

Em um dos comentários, um internauta escreveu: “Infelizmente, o PT perdeu o rumo. A política de alianças locais é uma vergonha e uma traição a todos que lutaram contra o golpe dado contra a Dilma, além disso, demonstra um desespero por alianças que não é coerente com o seu contexto. Triste, pois aponta uma deterioração de sua composição e direção, mas talvez sirva de aprendizado para uma futura renovação, pois do jeito que está se implodindo, não ganhará nada.”

Em outro comentário um internauta pede que o partido “largue mão dos projetos pessoais de poder e apoie o PDT/Ciro Gomes nas eleições”, o internauta ainda diz para que o partido “deixe de ser sombra de mangueira (não deixando nada surgir debaixo dela),” e pede: “abandonem o projeto de poder e pensem no país”.

A promessa da militância do partido em Pernambuco é a de resistência contra a decisão até o último momento. Emídio Vasconcelos, ex-candidato a prefeito de Afogados da Ingazeira-PE e militante histórico do partido, falando a Rádio Pajeú na manhã desta quinta-feira (2), afirmou que a “Executiva Nacional deu um golpe no Diretório Estadual do Partido” e que por isso perdem a legitimidade no discurso de golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff.

Nota de repúdio do Diretório do PT de São José do Egito

Nota de repúdio do Diretório do PT de São José do Egito:

Resultado de imagem para ROMERIO GUIMARAES DR.

 

 

A Terra da Poesia náo se curvará aos golpistas de fora e de dentro do partido. Nao vamos compactuar com essa negociata espúria. Somos livres e vamos continuar na defesa do sagrado direito de uma filiada do partido concorrer ao cargo de governadora de Pernambuco. Avante, Marília Arraes!

Romério Guimarães, presidente do diretório municipal.

TUPARETAMA PAGANDO SALÁRIOS DE JULHO

Resultado de imagem para SAVIO TORRESO pagamento referente ao mês de JULHO dos servidores da Prefeitura começou a ser pago desde essa terça-feira(31) Durante à tarde, o salário já está nas contas da educação.” Continuamos honrando o maior compromisso da gestão, não atrasar salário e valorizar o trabalho dos nossos funcionários públicos. A Prefeitura de Tuparetama segue com todos os salários da folha em dia.”Pontuou Sávio Torres ao Blog.

Prefeitura se antecipa, e pagará hoje os salários referentes ao mês de julho, dos servidores ativos, inativos, comissionados e pensionistas comissionados.Com a medida de pagar o salário antes do encerramento do mês, mais uma vez o prefeito Sávio Torres, mostra equilíbrio nas finanças e ao mesmo tempo ajuda os servidores com mais tempo para irem as compras na véspera desse feriado. Os salários por prerrogativas devem ser pagos até o 5º dia útil do mês subsequente. Julho pode ser pago até o 7 de agosto.

Salários:  Saúde, Cultura, Infraestrutura, Administração e Finanças, Ação Social e Gabinete, já está na conta dos servidores.