ProntoMaisLab

Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Dr. Fred Barros
Odonto Center
Sertão Online
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Informatic Center
Eduardo da Fonte
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

O PSB E O RUMO….

Coluna Fogo Cruzado – 19 de janeiro de 2018

Marchar com Rodrigo é o caminho que resta ao PSB

O PSB marcou para a próxima segunda-feira (21) o anúncio oficial da posição do partido sobre a futura mesa diretora da Câmara Federal. Numa reunião preliminar, 10 dias atrás, metade da bancada federal sinalizou que não gostaria de apoiar a reeleição do presidente Rodrigo Maia devido ao apoio que ele recebeu do partido de Bolsonaro (PSL), o que supostamente comprometeria sua independência como presidente daquele poder. Apenar o deputado Átila Lira (PI) externou a intenção de votar no atual presidente. Depois dessa decisão, o PSB ficou de avaliar a construção de um bloco com o PP e o MDB para lançar um candidato alternativo. O PP pôs no tabuleiro o nome do deputado Arthur Lira (AL) e o MDB o nome do deputado Fábio Ramalho (MG). Como nenhum dos dois tem viabilidade eleitoral, o PSB voltou-se para o seu campo político e tentou construir um candidato com o PDT e o PCdoB. A articulação falhou de novo. Esses dois partidos declararam apoio a Rodrigo Maia por entender que ele é o bom presidente, cumpridor de acordos e respeitador dos espaços da oposição. Logo, o apoio que recebeu do PSL não comprometeria em absoluto a sua independência política. É que esse quadro que a bancada socialista se depara hoje. Ou marcha também com Rodrigo Maia ou morrerá abraçada com o PT que sabe tanto que não tem chance que até agora não lançou candidato.

Ou o PSB marcha com Rodrigo Maia ou será obrigado a se abraçar com o PT

Sem força política

Embora tenha elegido a maior bancada na Câmara Federal, o PT não tem força política para lançar um candidato que ameace o favoritismo de Rodrigo Maia (DEM-PE). Os dois últimos candidatos que o partido lançou foram um fiasco: Luiz Eduardo Greenhalg e Arlindo Chinaglia, ambos de São Paulo. Greenhalg foi derrotado no segundo turno por Severino Cavalcanti (PP-PE).

Sem decisão – Os dois petistas eleitos por Pernambuco, Marília Arraes e Carlos Veras, ainda não sabem em quem irão votar para presidente da Câmara. Só sabem que não votarão em Rodrigo Maia (DEM-RJ) por achá-lo muito comprometido com a agenda de Bolsonaro.

Dois telefones – Rodrigo Maia (DEM-RJ) só se desloca pelo país com dois telefones celulares a bordo. Um é para falar com o mundo e o outro exclusivo para falar com o pai, César Maia (DEM), que é vereador no Rio de Janeiro após ter sido prefeito três vezes.

O teste – Os militares não admitem mudanças em seu sistema previdenciário mas o ministro da Economia, Paulo Guedes, quer incluir todos os pacote. Bolsonaro não tem uma definição até agora sobre se fica ao lado dos colegas de farda ou se do seu poderoso ministro.

O constrangimento – Foi com cara de constrangimento que o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) assistiu no Palácio do Planalto à assinatura pelo presidente Bolsonaro do decreto que flexibiliza a compra de armas no país. Como ex-magistrado, deve ter-se perguntado o seguinte: “Como vamos reduzir a criminalidade armando a população?”

A festa- Começou ontem a tradicional Festa de São Sebastião do município de Brejinho. A prefeita Tânia Maria e o ex-prefeito José Vanderley vão receber hoje a visita do deputado Gonzaga Patriota e dos prefeitos Adelmo Moura (Brejinho) e Ângelo Ferreira (Sertânia).

Na marra – Por ter dado, apenas, mil e poucos votos ao deputado Fernando Filho (DEM), o ex-prefeito de Cabrobó, Eudes Caldas (PTB), está com receio de se candidatar a prefeito nas próximas eleições. Mas é o nome mais forte da oposição para enfrentar essa parada.

O livro – O médico e ex-prefeito de São José do Egito, Antonio Viana Valadares (sem partido), resolveu enveredar pela literatura. Está escrevendo uma biografia romanceada sobre seu motorista, José Robério de Sousa Filho. Antes, lançou uma peça de teatro sobre a revolução de 30 no Sertão do Pajeú.

Sem atenção – Durante o Programa Ponto de Vista, de Adriano Roberto, o deputado federal Gonzaga Patriota queixou-se publicamente da falta de atenção do Palácio do Campo das Princesas com o seu trabalho. Gonzaga tentou marcar vários eventos com o governador Paulo Câmara ao longo de 2018 mas não obteve sucesso em nenhuma ocasião.

Contabilidade – O Palácio do Planalto contabiliza dois votos da bancada do PSB de Pernambuco para o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que tenta a reeleição. Os deputados Felipe Carreras e Gonzaga Patriota são nomes certos que votarão no atual presidente da Câmara. O PSB tem na disputa pelo cargo o deputado JHC de Alagoas.

Visita – Após receber Rodrigo Maia na quinta-feira e JHC na sexta-feira, o governador Paulo Câmara receberá nesta segunda-feira mais um candidato à presidência da Câmara dos Deputados, que é o deputado Fábio Ramalho (MDB/MG), atual vice-presidente da Casa. O encontro será a partir das 11 horas da manhã.

Benção – A deputada estadual Simone Santana recebeu a benção do Palácio do Campo das Princesas para ocupar a primeira vice-presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco. O governo decidiu ligar o rolo compressor para garantir os 25 votos necessários após sentir que a deputada não estava com forte aderência na Casa.

Desagregador – A respeito de uma entrevista do deputado Pastor Eurico criticando o governador Paulo Câmara, o vereador do Recife, Davi Muniz disse que o deputado é desagregador e não cumpre com a palavra, por conta disso o partido não foi chamado para qualquer conversa com o governo.

Saúde Recife – A prefeitura do Recife sucateou o Saúde Recife, que é o plano de saúde dos servidores municipais. A autarquia está devendo aos profissionais e estabelecimentos que prestam serviço, causando o descredenciamento de clínicas e hospitais de qualidade, deixando os beneficiários do plano à mercê de estabelecimentos sucateados que nem na capital ficam.

Raul Henry – O deputado Fabio Ramalho estava confiante que na sua vinda a Pernambuco pudesse garantir o voto do correligionário Raul Henry na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, porém ao saber que o colega declarou voto a Rodrigo Maia ficou completamente frustrado.

Inocente quer saber – Por qual motivo Priscila Krause tem a torcida do governo para liderar a oposição?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *