Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Dr. Roberto Calumbí
Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Deixe Seu Like

ABIN ESPIONA BISPOS E CARDEAIS. GOVERNO BOLSONARO TRAÇA PLANO DE COMBATE À IGREJA CATÓLICA

O governo do presidente Bolsonaro e a sua Agência Brasileira de Inteligência (Abin) estão encarando a Igreja Católica como um potencial inimigo, capaz de fazer forte oposição.

E não é só a Igreja existente no Brasil. O próprio Papa Francisco é visto como um comunista inveterado capaz de atrapalhar e muito os planos da extrema direita. Um evento está causando calafrios no General Augusto Heleno que comanda a Abin. É o Sínodo sobre a Amazônia; que é um ciclo de debates com lideranças da Igreja de todo o mundo. O Sínodo vai discutir a realidade de índios, ribeirinhos e demais povos da Amazônia. Também serão debatidos o problema do desmatamento, as mudanças climáticas e os conflitos de terra na região. O General Heleno afirmou que possíveis críticas vindas do Vaticano seriam interferência em assuntos internos do Brasil. Mas esse é o mesmo governo que ameaça invadir a Venezuela. Dois pesos, duas medidas. Outras medidas do governo Bolsonaro devem entrar em conflito com as convicções católicas, como a liberação das armas, a “licença para matar” e o encarceramento em massa, propostos pelo ministro Moro, e outras. escândalo da espionagem que o governo Bolsonaro está realizando contra a Igreja Católica no Brasil, admitido abertamente pelo general Augusto Heleno do GSI numa entrevista sem precedentes, é ainda mais grave: a ação não se restringe ao território nacional; o Itamaraty, comandando pelo extremista Ernesto Araújo, está sendo mobilizado para que a espionagem alcance o Vaticano e organizações ambientais internacionais.

Com a palavra o Papa e os Bispos do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *