1-banner1500x363

MORRE NETO DE LULA E JUDICIÁRIO SERÁ MAIS UMA VEZ TESTADO

Ricardo Stuckert

Arthur Lula da Silva, neto de Lula, de apenas sete anos, faleceu nesta manhã, em São Paulo, de meningite; diante disso, o Poder Judiciário, que mantém Lula como preso político há quase um ano, será mais uma vez testado; há poucas semanas, Lula foi impedido de assistir ao velório de seu irmão Genival Lula da Silva, o Vavá; Lula foi preso porque venceria as eleições presidenciais de 2018 e as forças que deram o golpe de 2016 tomaram a decisão de mantê-lo em cativeiro para levar adiante um programa de entrega das riquezas nacionais e retirada de direitos dos trabalhadores e aposentados; Arthur nasceu quando Lula se curava de um câncer. Advogados entrarão na Justiça para pedir que o ex-presidente possa deixar a prisão em Curitiba e compareça ao enterro do neto, Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, como prevê a legislação; Arthur morreu de meningite nesta sexta (1º) em um hospital em Santo André, no ABC paulista; com o pedido, o Judiciário mais uma vez será testado, visto que na morte do irmão, Lula foi impedido de deixar a sede da Polícia Federal para o funeral.