1-banner1500x363

DERROTADO NO STF, DALLAGNOL AGORA ATACA SUA CHEFE RAQUEL DODGE

Procurador da Lava Jato dispara contra a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que declarou como ilegal e inconstitucional a fundação bilionária a ser criada e administrada pela força-tarefa, com dinheiro da Petrobrás; no Twitter, Deltan Dallagnol publicou mensagens reforçando tese do Globo de que Dodge teria atuado para “agradar a classe política” com tal posição e ainda que procuradores teriam pedido demissão “em protesto contra sua conduta”. Ministro Alexandre de Moraes, do STF, suspendeu nesta sexta-feira (15) todos os efeitos entre a força-tarefa da Lava Jato com a Petrobrás e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que previa a criação de uma fundação com R$ 2,5 bilhões recuperados da Petrobras; Moraes disse que os procuradores, liderados por Deltan Dallagnol, “exorbitaram das atribuições que a Constituição Federal delimitou” para o Ministério Público e determinou o bloqueio de todos os valores que foram depositados na conta da 13ª Vara Federal de Curitiba.