Gordo Construções
ProntoMaisLab

Sertão Online
Supermercado Queiroz
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

Um dos homens mais perigosos de PE será transferido para presídio federal

Apontado pela polícia como um dos homens mais perigosos de Pernambuco, Jurandir Francisco Xavier Júnior, conhecido como Júnior Box, deve ser transferido para um presídio federal. O pedido foi feito pela SDS à Justiça. Na semana passada, a juíza Orleide Rosélia Nascimento, responsável pela decisão, deu prazo de cinco dias para a defesa dele se pronunciar sobre a transferência.

Resultado de imagem para urandir Francisco Xavier Júnior, conhecido como Júnior Box,Júnior Box está preso há nove anos. Mesmo assim, de acordo com a polícia, ele continua liderando uma das mais perigosas quadrilhas especializadas em tráfico de drogas que atua na área central do Recife e que também estaria exercendo forte poder em municípios como Olinda e Paulista.

No final do ano passado, parte do grupo foi preso numa operação da Polícia Civil. Na época, os investigadores afirmaram que ele continuava dando ordens de dentro do Presídio de Igarassu e que recebia até vídeos para comprovar se os pedidos dele estavam sendo atendidos.

O pedido de transferência de Júnior Box foi definido entre a SDS e a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos com o objetivo de diminuir a incidência do tráfico de drogas e também como meta para a redução dos assassinatos relacionados a esse tipo de crime. Segundo informações da polícia, o grupo de Júnior Box teria envolvimento em pelo menos 30 homicídios praticados nos últimos anos.

Como Pernambuco ainda não conta com um PRESIDIO FEDERAL,ele terá que ir para outro Estado.

Em nota, a assessoria da SDS informou que “por questões estratégicas de segurança, não poderia fornecer informações sobre esse assunto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *