ProntoMaisLab

Sertão Online
Supermercado Queiroz

Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

Giro pelos blog’S (17 de maio 2019)

Coluna Fogo Cruzado – 17 de maio de 2019

A sessão da Câmara Federal em que o ministro Abraham Weintraub foi sabatinado sobre os cortes nas verbas do MEC transformou-se num espetáculo deprimente. Não é porque o ministro é despreparado que deveria ser agredido por um grande número de parlamentares, felizmente nenhum de Pernambuco. A deputada Talíria Petrone (PSol-RJ) chamou-o de “debochado” e “incompetente”, seguido pelo colega de Minas, André Janones (Avante), que o acusou de “covarde”. Isso, evidentemente, não é democracia. Se foi feita uma “convocação” a Sua Excelência para dar explicações sobre o contingenciamento nas verbas da pasta, a obrigação de quem o convocou era ouvi-lo, respeitosamente, como recomendam as regras da boa política. A vítima anterior dessa falta de respeito foi o ministro Paulo Guedes, o qual, no entanto, respondeu à altura a provocação do deputado Zeca Dirceu (PT-PR), segundo quem o mandachuva da economia age como “tigrão” em relação aos aposentados do INSS e como “tchutchuca” em relação aos banqueiros. “Tchutchuca é sua mãe, sua avó”, esbravejou o ministro. Weintraub, sem traquejo para o contraditório, engoliu, acuado, os insultos de que foi alvo. Registre-se, por dever de justiça, a forma elegante como foi questionado, e de forma dura, pelo deputado Raul Henry (MDB-PE), fato que levou o ex-vice-governador de Pernambuco a receber elogios do ex-ministro Carlos Ayres Britto (STF) e do arcebispo Dom Fernando Saburido.

Outra Frente Parlamentar

Foi instalada na Assembleia Legislativa mais uma “Frente Parlamentar” de eficácia duvidosa. Trata-se da “Frente em defesa da família, da vida e de políticas antidrogas” sugerida pelo deputado Cleiton Collins (PP). Resta agora saber quem, naquela Casa, é contra a família, contra a vida e a favor das drogas.

De Pernambuco para a Bahia

Ex-membro do PFL jovem de Pernambuco, João Roma Neto mudou-se para a Bahia para fazer política do lado do amigo ACM Neto (DEM), hoje prefeito de Salvador. Ano passado elegeu-se deputado federal pelo PRB e hoje está brilhando na Câmara como relator na CCJ da PEC da reforma tributária. Seu parecer é pela constitucionalidade.

Enxugamento de tributos

Neto do velho João Roma, o “Diabo louro”, que foi deputado por Pernambuco, Neto sugere em seu parecer a extinção de cinco tributos (IPI, PIS, COFINS, ICMS e ISS) e sua substituição pelo IBS (Imposto sobre Operações com Bens e Serviços). Como os governadores não vão abrir mão do ICMS e nem os prefeitos do ISS, é fácil concluir o destino desta PEC: o arquivo.

Minas começa a se mexer

O que mais deveria preocupar Bolsonaro nos protestos de anteontem é o que houve em Minas Gerais: 250 mil pessoas nas ruas dizendo “não” ao governo. Minas é uma espécie de “síntese” do Brasil e, quando se mexe, convém prestar atenção aos seus movimentos. Lembre-se que Bolsonaro venceu a eleição lá e ainda arrastou consigo um governador que ninguém conhecia: Romeu Zema (NOVO).

Braços que acolhem

Raimundo Pimentel (PSL), prefeito de Araripina, acaba de lançar um programa que tem repercutido positivamente em todo o Sertão do Araripe: “Braços que acolhem”. Visa ao acompanhamento de gestantes desde o primeiro mês de gestação.

Fim do cadastramento

Termina no próximo dia 23 o prazo para cadastramento de agricultores da Zona da Mata no programa “Chapéu de Palha”, criado por Arraes em 2008 para garantir pelo menos “um cuscuz” (palavras dele) aos cortadores de cana na entressafra. Depois, Eduardo Campos o expandiu para os trabalhadores da fruticultura irrigada e da pesca artesanal.

Canteiro de obras

O prefeito Geraldo Júlio (PSB) escolheu o penúltimo ano de seu segundo mandato para encher o centro do Recife de “pequenas grandes obras”. Uma delas, a revitalização das calçadas, será de grande utilidade para os recifenses, que em sua maioria ainda se desloca a pé de casa para o trabalho dada a deficiência do nosso transporte público.

Filho expõe Bolsonaro

O presidente Bolsonaro não anda nervoso e agredindo jornalistas apenas por causa das reações nas ruas aos cortes de 30% nas verbas destinadas às universidades federais. Seu inferno astral tem nascedouro mais complexo, é familiar, está dentro de casa: a quebra dos sigilos fiscal e bancário do seu filho Flávio, senador da República, autorizado pela Justiça.

Relatório do Ministério Público do Rio (MPRJ) aponta indícios de que Flávio Bolsonaro comprou e vendeu imóveis para lavar dinheiro, no valor de R$ 9 milhões. O MP também aponta indícios de que houve um esquema criminoso organizado no gabinete do senador quando ele era deputado estadual no Rio. O negócio é mais cabeludo do que se possa imaginar.

Uma investigação do Ministério Público do Rio aponta indícios de que um esquema no gabinete do então deputado estadual tinha clara divisão de tarefas para desviar recursos públicos. Promotores afirmam ainda que o ex-motorista Fabrício Queiroz tentou assumir a responsabilidade sozinho “para desviar o foco”. Flávio tira o sono do pai porque está sendo investigado por peculato, apropriação de bens alheios e lavagem de dinheiro.

Plano para o NE – Em entrevista ao Frente a Frente de ontem, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) disse que a visita do presidente Jair Bolsonaro a Pernambuco, no próximo dia 24, não se restringirá a uma agenda com o governador Paulo Câmara. Segundo ele, todos os governadores do Nordeste estarão no Recife para discutir um plano de desenvolvimento regional.

Ignorou a Câmara – Sobre a polêmica do veto do prefeito de São Lourenço, Bruno Pereira (PTB), a uma clínica com o nome do ex-prefeito Ettore Labanca, a verdade é que não poderia colocar o nome do Josué Pereira, seu pai, porque quem define denominação de prédios, logradouros públicos e ruas é a Câmara. Bruno passou por cima do Legislativo.

Boicote – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), não vai dar o ar da sua graça hoje na programação que o governador Paulo Câmara cumpre na cidade. Mas estarão por lá os deputados José Queiroz (PDT) e Tony Gel (MDB), que já foram desafetos, mas podem se unir num mesmo palanque em 2020 para enfrentar a reeleição de Raquel.

Susto na Câmara – Ex-candidato a prefeito de Gravatá, Junior Darita (PTN), 50 anos, cumpria agenda em Brasília na última quarta-feira quando passou mal na Câmara dos Deputados e foi atendido no serviço médico da Casa com sintomas de infarto. Foi levado imediatamente para uma urgência hospitalar no Lago Sul e se submeteu a uma angioplastia e um cateterismo.

Candidato – O deputado Fernando Rodolfo (PR) transferiu seu domicilio eleitoral de Garanhuns para Caruaru de olho na Prefeitura em 2020. Ali, teve 28 mil votos e quer se apresentar no pleito municipal como o candidato de Bolsonaro, hoje, um péssimo cabo eleitoral.

Desgastado – O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, caiu em desgraça no Centrão, movimento conservador da Câmara dos Deputados. A turma que não brinca em serviço descobriu que ele é contra a criação de mais dois ministérios pela MP 870. Os líderes do grupo querem comer seu fígado. Já há quem diga que o ministro está na chamada corda bamba.

BLOG EDMAR LYRA

Partidos nanicos perderão atratividade em 2020

Com a nova legislação eleitoral, apenas 21 partidos atingiram a cláusula de barreira, dos 34 com registro. Esta medida visa reduzir as siglas existentes no país a cada eleição geral, e a consequência para os partidos nanicos é não ter mais acesso a guia eleitoral, fundo partidário e fundo eleitoral, mas eles poderão continuar existindo e disputar as eleições se suas executivas nacionais assim preferirem. Na capital pernambucana, 21 partidos foram representados por vereadores eleitos em 2016, atualmente, somente 18 partidos estão representados na Casa José Mariano, e há um sentimento que os vereadores de mandato em sua maioria trocarão de partido visando a sobrevivência nas eleições de 2020. Os vereadores Eduardo Chera e Aerto Luna já oficializaram a migração para o PSB, e há uma forte expectativa que pelo menos dez parlamentares migrem para partidos que formarão chapas competitivas.

Com a nova legislação, que proíbe a coligação proporcional para 2020, os partidos terão o grande desafio de formar chapas competitivas na capital pernambucana. Serão até 58 candidaturas por cada partido, com a exigência de pelo menos 30% do gênero feminino. Portanto, o pleito municipal de 2020 poderá ter no máximo 2 mil candidatos, devido à necessidade de cada um dos 34 partidos existentes lançar nomes para a disputa proporcional. A nova legislação possibilita que os partidos que não atingirem o quociente eleitoral, estimado em 2020 para algo em torno de 21 mil votos, terão direito a disputar as sobras, esta medida já funcionou em 2018, o que em tese amenizaria a situação dos partidos nanicos, porém para que uma sigla eleja sem riscos dois vereadores, serão necessários algo em torno de 40 mil votos no Recife.

Nesta conta, considerando os partidos nanicos, que historicamente elegem vereadores com votações abaixo de 5 mil, precisarão montar chapas, em abril de 2020, prazo final de filiação. Não haverá mais a oportunidade de coligar aos 45 do segundo tempo, portanto, partidos que elegerão de um a dois vereadores serão um risco muito grande para a disputa, devido à possibilidade de esvaziamento de chapa. O que deverá acontecer é a filiação em massa de vereadores de mandato a partidos governistas, no Recife é o caso do PSB, e de partidos que terão candidaturas próprias competitivas a prefeito para ajudar no voto de legenda. Partidos periféricos, sem qualquer identidade política, perderão a atratividade. Para sobreviver, os vereadores migrarão para partidos já estabilizados, como é o caso do PSB, PP e PT, que terão voto de legenda e puxadores de votos.

Estranheza – Causou estranheza aos integrantes do Parlamento Jovem do Recife o adiamento da edição deste ano, que estava marcada para a sexta-feira da semana passada. Porém, o presidente da Câmara, vereador Eduardo Marques apresentou na pauta de votação um requerimento de reserva do plenarinho, fato que nunca havia ocorrido. A vereadora Ana Lúcia pediu vistas a este requerimento, e com isso inviabilizou a realização da edição de 2019 do evento que visa aproximar os jovens da Câmara Municipal do Recife.

Escada – O secretário de Desenvolvimento Econômico de Escada, Klaus Lima, está ficando cada vez mais fortalecido para disputar a sucessão do prefeito Lucrécio Gomes. A sua atuação à frente da pasta lhe credenciou para ser o nome do prefeito para a disputa. Com bom trânsito dentro e fora de Escada, Klaus, que ainda não tem filiação partidária, poderá ser uma grata surpresa nas eleições de 2020.

Caravana – O governador Paulo Câmara estará, nesta sexta-feira, no município de Belo Jardim, Agreste Central de Pernambuco, para mais uma Caravana da Educação. A ação, que consiste em um circuito de atividades pedagógicas, culturais e esportivas, contemplará a comunidade escolar da Gerência Regional de Educação (GRE) Agreste Centro Norte e chega acompanhada da reunião de Pactuação de Metas, encontro que envolve gestores escolares de todas as escolas da rede. A iniciativa, que em 2018 mobilizou mais de 20 mil estudantes, já passou pelas cidade de Recife, Igarassu, Cabo de Santo Agostinho, Bezerros e Nazaré da Mata.

Suspensão – O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT) protocolou um projeto de decreto legislativo na tentativa de suspender o decreto do presidente Jair Bolsonaro que concede à Secretaria de Governo, comandada pelo ministro Carlos Alberto dos Santos Cruz, a atribuição de avalizar nomeação de reitores de instituições federais de ensino e de outros cargos do segundo e terceiro escalão.

Limoeiro – Em reunião informal no Aeroporto de Brasília, entre o prefeito Joãozinho (PSB) e o deputado federal Fernando Monteiro (PP), ficou acertado o empenho do parlamentar em garantir a liberação de recursos nas grandes obras estruturadoras para o município de Limoeiro, que está consolidando muitas ações para a população.

Cadoca – Com a experiência de quem foi vereador, deputado estadual, deputado federal, secretário e candidato a prefeito, Cadoca segue sendo uma das importantes mentes políticas de Pernambuco. Ele vivenciou momentos históricos da política estadual e nacional e tem uma visão ampla e cirúrgica do quadro que enfrentamos neste momento.

Herdeiro – Aliado de Cadoca, o vereador do Recife Samuel Salazar (PRTB) se consolidou como o seu herdeiro político. O parlamentar sempre que pode se aconselha com o aliado, e tem exercido um bom mandato na Câmara Municipal do Recife.

Inocente quer saber – Qual é o impacto das denúncias envolvendo Daniel Coelho na sua carreira política?

Coluna do Finfa

Sonho será realizado – O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres, assinou na noite de ontem (16), a ordem de serviço para pavimentação em paralelepípedos das ruas do Bairro Otaviano Bezerra. “Hoje iniciamos a realização de um sonho, não só meu, mas de todos os moradores deste Bairro, graças a uma emenda do Deputado Federal Fernando Filho, vamos realizar este sonho dos moradores “,disse o prefeito Zeinha.

Convidou – Informações chegadas a este blogueiro, diz que o novo Presidente do Partido AVANTE em Pernambuco, Waldemar Oliveira e o Secretário Geral o ex-deputado Henrique Queiroz, já convidaram o ex-deputado José Marcos de Lima (foto), para ser o primeiro vice-presidente do partido e cuidar do partido na região do Pajeú.

 

Entregando fardamento – O prefeito da Ingazeira, Lino Morais, esteve presente no primeiro dia da entrega novo Fardamento para estudantes da rede municipal, juntamente com a Secretária Municipal de Educação,Lindomércia Gleide. As primeiras escolas contempladas foram Argemiro Veras, escolas da Santa Rosa e alunos da Creche. “Serão entregue mais de 1.000 fardamentos aos estudantes ingazeirense, a distribuição continua hoje e só se encerra quando todo o alunado da Rede Municipal, receber o seu fardamento”,confirmou a secretária Lindomércia.

Você sabia -Que o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) é o grande vencedor do Prêmio Inovação Aquícola 2019, com o trabalho “Introdução e Desenvolvimento da Criação do Camarão Marinho, Litopenaeus Vannamei, realizada com agricultores familiares do Semiárido. O engenheiro do IPA, Gilvan Lira (foto), recebeu a premiação, nesta quarta-feira (15), durante a Aquishow Brasil, realizada em Santa Fé do Sul, São Paulo.

Encerra – As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 serão encerradas nesta sexta-feira, às 23h59. O cadastro deve ser feito pelo site oficial da prova (https://enem.inep.gov.br/participante/).

Perguntar não ofende – O ex-deputado Silvio Costa sabia que iria perder o comando do AVANTE em Pernambuco?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *