Gordo Construções
ProntoMaisLab

Sertão Online
Supermercado Queiroz
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

Sistema de Capitalização da Previdência fracassou na maioria dos países, diz estudo da OIT

Um estudo realizado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) revela que o sistema de capitalização da Previdência falhou em mais de 60% dos países que o adotaram. Sob o comando de Paulo Guedes, ministro da Economia, o governo Jair Bolsonaro (PSL) quer levantar mais de R$ 1 trilhão com a reforma da Previdência no Brasil para fazer a transição para o sistema, gerido por bancos privados.

Segundo o levantamento, dos 30 países que modificaram seu sistema entre 1981 e 2014, adotando a capitalização – em que o próprio trabalhador é responsável por poupar para a sua aposentadoria -, 18 deles já fizeram uma nova reforma, revertendo ao menos em parte as mudanças e voltando para o Sistema de Repartição Solidária entre as gerações – o modelo atual da Previdência Pública adotado no Brasil. “Com 60% dos países que privatizaram aposentadorias públicas obrigatórias tendo revertido a privatização, e com evidências acumuladas de impactos sociais e econômicos negativos, é possível afirmar que o experimento fracassou”, afirma o estudo. Foram múltiplas as razões que levaram a essa falência, como os altos custos fiscais e administrativos do novo sistema, além do baixo valor das aposentadorias, segundo os autores do estudo Isabel Ortiz, Fabio Durán-Valverde, Stefan Urban, Veronika Wodsak e Zhiming Yu, membros da OIT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *