ProntoMaisLab

Sertão Online
Supermercado Queiroz
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

Giro pelos Blog’S(12.o9.2019)

BLOG INALDO SAMPAIO\ COLUNA

Deputados estão se queixando do colega de bancada, Rodrigo Novaes, secretário de turismo e lazer do governo estadual, por supostamente não atender telefone, não liberar recursos para festas em seus redutos e não avisá-los previamente sobre suas visitas ao interior. Começando pelos telefonemas, é absolutamente normal que o secretário não esteja com 100% do seu tempo disponível para atender ligações. Sua obrigação é dar retorno e consta que ele faz isto regularmente. No que toca a recursos para festas, a decisão de liberar não é dele, e sim da Casa Civil, que geralmente libera para os aliados e fecha a porta para os adversários. Já sobre as visitas ao interior, foi de fato uma falha dele, atribuída depois à assessoria, não ter comunicado previamente ao colega Antonio Moraes a visita que faria a Timbaúba, cujo prefeito Ulisses Felinto, é aliado do parlamentar. Feitas essas ponderações, há de se reconhecer que Rodrigo Novaes deu grande projeção à pasta que dirige com o programa “Bora Pernambucar” e que representa muito bem os sertanejos no secretariado de Paulo Câmara. É possível, isto sim, que sua atuação esteja incomodando os “invejosos” do governo, que não é o caso dos deputados que o criticam porque todos são do ramo e sabem como a máquina funciona. Rodrigo cultiva o estilo do pai, Vital, que foi deputado por 24 anos. É lhano no trato, um bicho para trabalhar, e incapaz de uma grosseria com quem quer que seja.

Adesão ideológica

Em nota à coluna, o vereador Rinaldo Júnior garante que trocou o PRB pelo PSB por razões políticas, ou seja, sendo sindicalista (é presidente da Força Sindical) e de “esquerda”, jamais poderia ficar num partido que apoia o governo Bolsonaro. Garante também que nunca conversou sobre “cargos” com o prefeito Geraldo Júlio.

Sempre à esquerda 

Rinaldo Júnior diz também que antes de trocar de legenda conversou com vários partidos de esquerda e que o PSB foi o escolhido “pela sua história e vida orgânica”. Ele chegou a liderar a bancada da Oposição na Câmara Municipal do Recife, mas não se sente constrangido por agora ser governo “porque o meu lado sempre foi este”.

Tática indefinida

O PSOL de Pernambuco nega estar dialogando com o PDT sobre a eleição do Recife. Diz que a “tática eleitoral” para o próximo ano ainda não foi definida, embora a tradição do partido seja a de lançar candidatura própria à prefeitura da capital. Já o PDT está quase decidido a apoiar a candidatura do deputado Túlio Gadelha.

Equilíbrio de forças

No Processo de Eleição Direta (PED) realizado no último domingo, o PT deu 37% dos seus votos à chapa apoiada por Humberto Costa e 29% à que teve o apoio da deputada Marília Arraes. Significa que a próxima direção estadual continuará dividida – metade defendendo a aliança com a Frente Popular, e a outra querendo pular fora.

A grande surpresa

Humberto Costa não esperava perder a eleição em Caruaru, onde está localizado o acampamento “Normandia”, emblemático para o PT. O vitorioso no pleito foi Leonardo Bulhões com apoio das deputadas Marília Arraes e Teresa Leitão. No Recife, a corrente do senador venceu a disputa e continua favorável à aliança com o PSB.

Guerra civil

Embora o índice de homicídios em Pernambuco tenha caído 23,3% em 2018, em relação ao ano anterior, de acordo com dados divulgados pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o Estado permanece com uma taxa de assassinatos igual a países em guerra civil: 43,9% por grupo de 100 mil habitantes.

Não é só dinheiro

SP figura há muitos anos como o Estado menos violento do Brasil, embora seja o mais rico e o mais populoso. Sua taxa de assassinatos por grupo de 100 mil habitantes é de 9,5%. O governo paulista investiu em segurança R$ 251,45, per capita, em 2018, ante R$ 674,08, do Acre, que figura no “ranking” como o mais violento do país.

O pesadelo do fim das coligações

O fim das coligações nas eleições proporcionais do ano que vem tem tirado o sono não apenas dos vereadores que vão à reeleição, mas sobretudo candidatos a uma vaga nas câmaras municipais. Ainda existe uma nuvem de interrogações perturbando o segmento. Como se dará, por exemplo, o cálculo para emplacar um mandato?

Especialista em direito eleitoral, a advogada Yanne Teles irá tirar as dúvidas dos interessados num encontro no Recife, no dia 14 de outubro. Além do fim das coligações, a próxima eleição será o teste de fogo também para o primeiro financiamento público de campanhas. Quais partidos terão mais dinheiro para bancar candidatos no chamado fundo eleitoral e quais os critérios a serem adotados para tal?

As mudanças foram feitas pelo Congresso e os vereadores servirão de cobaias. Se não derem certo, custo acreditar que as excelências da Câmara e do Senado venham a provar desse fel em 2022.

Estranho no ninho – Não se sabe lá quais interesses, mas o apresentador global Luciano Huck apareceu, ontem, numa foto com governadores em Singapura participando de um evento bancado pela Fundação Lemann, do ricaço Jorge Paulo Lemann, voltada para investimentos na área de educação. Todas as despesas dos 13 convidados foram bancadas pela própria fundação Lemann.

Dosagem dupla – Diferentemente dos demais governadores convidados pela Fundação Lemann, o do Ceará, Camilo Santana (PT), levou a tiracolo a vice-governadora Izolda Cela (PDT), passando o cargo para o presidente da Assembleia. Também integram a comitiva os governadores de Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e os vices de São Paulo e Sergipe.

Joga a toalha – O que se diz em Brasília é que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, cai fora do Governo se a banda podre da Polícia Federal derrubar o diretor-geral Maurício Valeixo. Moro deve então começar a arrumar as malas para trabalhar com João Dória, no Governo paulista, porque nem os aliados dele na PF acreditam mais na sobrevivência de Valeixo. Falta semancol a Moro.

No MDB – Com o comando do MDB em Petrolina, o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho, já tem onde abrigar o filho Miguel, prefeito do município: no próprio MDB. Mas quem tem prazo não tem pressa, como ensinou Marco Maciel, Miguel vai continuar sondando a maçaranduba do tempo.

Precatórios – Os professores que sonham em abocanhar parte dos 60% do valor dos precatórios liberados pela União aos municípios, ganharam um alento, ontem: o ministro Luiz Fux, do STF, deu 10 dias ao TCU para se manifestar, em resposta ao mandado de segurança do deputado Fernando Rodolfo (PL).

A SOCIEDADE COBRA – O líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), sabe das dificuldades para o Governo aprovar uma nova CPMF, imposto sobre transações financeiras. “O que o Congresso está ávido é para votar propostas que estimulem a geração de empregos, porque a sociedade cobra”, adverte.

Perguntar não ofende: Qual vai ser o próximo a jogar a toalha depois do chefe da Receita Federal?

Coluna do Finfa

Acompanhou –  O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres, esteve ontem (11), acompanhando o transporte de 02 (dois) tratores e equipamentos, que foi doado pelo INCRA, na capital pernambucana. “Os tratores já encontra-se na cidade, em breve estarão servindo a todos os agricultores do nosso município”, disse Zeinha.

Confirmado – Em contato com este blogueiro o prefeito da cidade Mãe do Pajeú, Ingazeira-PE, Lino Morais, confirmou para o próximo sábado (14), às 00 hora, o show da cantora Solange Almeida, no Povoado de Santa Rosa. A cantora Solange, iria se apresentar no último dia 31 de Agosto, dentro da programa da tradicional Festa de Agosto, a mesma passou mal, teve que ficar internada na Casa de Saúde José Evoíde de Moura em Afogados da Ingazeira, ficando impossibilitada de se apresentar. O prefeito Lino Morais, contratou o sanfoneiro Marquinhos e sua Banda, para completar o encerramento da Festa de Agosto de Santa Rosa.

Disse – “Fico muito tranquila, assim como o governador Paulo Câmara, em passar o cargo para o comando do presidente da Assembleia Legislativa. Isso demonstra a harmonia existente no Estado entre os poderes. Fui a primeira mulher a assumir o Governo de Pernambuco, e agora Simone Santana é a primeira mulher a assumir a Assembleia. As duas situações são muito simbólicas e só reforçam que a mulher pode chegar onde ela quiser”.(Luciana Santos após passar o comando do Estado de Pernambuco para o Presidente da Alepe Eriberto Medeiros)

Aumentando a base – Um egipciense em contato com este blogueiro, afirmou que o prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares, está rindo a toa, onde conquista apoio de dois vereadores com a chegada do suplente Tiinho de Mundo Novo, que assume no lugar do vereador Antônio Andrade, e com a entrada no seu grupo político do vereador Doido de José Vicente (foto). O prefeito passa agora contar com sete vereadores em sua base. “Parece que a maré virou em São José do Egito, dizem que a fila de adesões é enorme”, finalizou.

Deu início – O prefeito de Itapetim, Adelmo Moura, esteve na comunidade Logradouro, onde deu início ao recadastramento do Garantia Safra 2019/2020.”O Governo Municipal entrou com uma contra partida de cerca de R$ 100 mil, serão cerca de 2.200 agricultores beneficiados e duas equipes da Prefeitura estarão realizando o recadastramento, uma na região de São Vicente e outra em Itapetim.

Frase – “Espero que com a experiência do poder legislativo, em harmonia com o Governo do Pernambuco, eu possa dar continuidade, nesses próximos dias, ao que vem sendo feito no Estado pelo governador Paulo Câmara”. (Governador em exercício, Eriberto Medeiros, após recebe o comando do Estado ontem )

Perguntar não ofende – A Prefeitura de Tabira-PE, vai pagar os salários atrasados dos efetivos, inativos, secretários e contratados,  nesta quinta-feira ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *