Gordo Construções
ProntoMaisLab

Sertão Online
Supermercado Queiroz
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

Giro Pelos BloG’S(14.10.2019)

*Blog Inaldo Sampaio Coluna*

Em entrevista ao portal de notícias UOL, o senador Renan Calheiros disse que identifica três “Jair Bolsonaro” na cadeira de presidente da República. O primeiro, o das reformas econômicas “que não deram certo”, o segundo o das falas “chocantes e preconceituosas” e o terceiro o que teve coragem de indicar Augusto Aras para a  Procuradoria Geral da República, peitando o corporativismo do Ministério Público Federal que defendia um dos três mais votados pela categoria. Com este último, segundo o senador alagoano, é possível dialogar. Taí uma boa dica para o presidente da República oferecida por um dos mais experientes políticos do Congresso: travestir-se apenas do “Jair” anticorporativismo do Ministério Público e ampliar suas conversas com os congressistas, dado que o primeiro ano do seu mandato está se encerrando e ele  não foi capaz de montar uma base política sólida no Congresso. No Senado as coisas até que funcionam graças à habilidade política do líder Fernando Bezerra Coelho, mas na Câmara Federal a bagunça é generalizada. O líder é um deputado de primeiro mandato e não há unidade sequer no partido governista. Portanto, o presidente deveria pegar a “deixa” de Renan e abrir uma frente de diálogo com o Congresso, começando pelo próprio Renan, que sabe mais de política do que o presidente e todos os seus ministros, juntos.

Fim da dúvida

Melhorou, e muito, nos últimos meses, a popularidade do prefeito de São Lourenço, Bruno Pereira (PTB), que agora mudou de ideia e vai disputar a releição. A oposição, forte no município, tem duas boas opções: o ex-prefeito Gino Albanez (PSB) e o ex-deputado Vinicius Labanca (PP), filho do ex-prefeito Ettore Labanca (PSB).

Uma ninharia

O dinheiro que o Governo de Pernambuco receberá da cessão onerosa do pré-sal (R$ 507 milhões) equivale a menos de um quinto do déficit previdenciário com a folha dos aposentados e pensionistas de 2018 que foi de aproximadamente R$ 2,65 milhões.

Três na mira

Manoel Botafogo (PDT) já está em campanha para reeleger-se prefeito de Carpina como também para reeleger a irmã, Judite Botafogo (PSDB), em Lagoa do Carro. E, de quebra, vai tentar eleger uma filha em Tracunhém, onde o ex-deputado Carlos Lapa também está de olho com a mulher ou uma das filhas.

Carga pesada

O PSB está caminhando para eleger o maior número de vereadores de sua história, no Recife, e também para derrotar, vez qua a chapa não tem cauda. Depois do PSB, o partido que elegerá a maior bancada é o PP graças à capacidade de mobilização do presidente Eduardo da Fonte. Ele diz que elegerá 10, mas pelo menos 8 estariam garantidos.

Partido rachado

O racha do PSL em São Paulo fugiu ao controle do presidente Luciano Bivar e do próprio Jair Bolsonaro. Lá não se entendem o senador Major Olímpio, a um passo de romper com o presidente da República, nem os deputados Eduardo Bolsonaro e Joyce Halssemann. Os três estão de olho na prefeitura, mas só tem vaga para um.

Assessoria familiar

Novata em política, a presidente estadual do PSDB, deputada Alessandra Vieira, conta com a assessoria do marido, Edson, prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, para montar a chapa do partido às eleições municipais. As prioridades são Raquel Lyra (Caruaru), Joaquim Neto (Gravatá) e Joãozinho Tenório (São Joaquim do Monte), além, claro, da própria Santa Cruz, onde o candidato do prefeito está indefinido.

Decisão correta

Apesar da chiadeira das oposições, o ministro Dias Tofolli (foto) agiu corretamente ao ordenar a volta do prefeito Lula Cabral (PSB) à prefeitura do Cabo de Santa Agostinho. Afinal, ele não poderia ficar afastado indefinidamente, Se o Judiciário não o julgou em tempo hábil, a decisão correta era a que foi tomada pelo presidente do STF.

Bolsonaro quer abrir caixa preta

Bolsonaro endureceu o jogo com Luciano Bivar. Passou a defender como bandeira principal a abertura da “caixa preta” dos fundos eleitorais e partidários do PSL, sob o controle absoluto do deputado pernambucano, a quem acusa de administrar a dinheirama de forma autoritária e coronolesca.

O presidente acha que é dinheiro demais – algo em torno de R$ 1 bilhão entre os anos de 2019 a 2022, somando-se as reservas eleitorais e partidárias (são dois fundos, portanto duas receitas) – para ficar apenas sob o domínio de uma só pessoa. Sugere que Bivar socialize as contas e pede que a sigla aja com transparência, alegando que as contas partidárias estão em situação grave.

“A gente quer transparência. Eu não quero que estoure um problema e depois a imprensa me culpe ‘ah, você não sabia? ”. O desabafo de Bolsonaro soa como mera perseguição a Bivar, um jogo do tudo ou nada para enxotá-lo do PSL e assumir o seu controle.

Petrolina no pacote – Em sua conta no Twitter, o presidente Bolsonaro, ao destacar, ontem, o programa de privatizações de aeroportos, incluiu o de Petrolina, no Sertão do São Francisco. Talvez seja a saída para acabar com o monopólio e carestia da Azul Linhas Aéreas, que cobra tarifas exorbitantes entre Recife-Petrolina. A passagem é mais cara do que o trecho Recife-Brasília.

Cair na real – Se quiser ser candidato a prefeito do Recife, o deputado Túlio Gadelha (PDT) está sendo aconselhado por aliados a mergulhar fundo nos problemas da cidade. E nos finais de semana trocar os holofotes com Fátima Bernardes em restaurante e baladas por caminhadas na periferia, para discutir o drama das chagas sociais e alternativas para reduzir o fosso.

Candidato – Cresce em Arcoverde um movimento popular para convencer o delegado Israel Rubis, transferido da Regional do Moxotó pelo governador para Vitória de Santo Antão e obrigado a retornar por liminar judicial, a se filiar a um partido e entrar na disputa pela Prefeitura. Já existem pesquisas internas de que seria imbatível. O xerife, no entanto, recua.

Pecado fiscal – O ex-secretário de Saúde de Olinda na gestão de Luciana Santos (PCdoB), João Veiga, cometeu um pecado fiscal que levou o TCE a rejeitar as contas da hoje vice-governadora. A corte aplicou ainda ao médico uma multa de R$ 77 mil para quitar em até 15 dias.

Bagunça – Belo Jardim paga um preço caro com a eleição do prefeito Hélio dos Terrenos (PTB). Mais uma vez, a cota do FPM do último dia 10 chegou zerada aos cofres do município. Enquanto isso, o trabalhista já torrou cerca de R$ 500 mil com diárias, entre janeiro e julho deste ano.

PETROLINA – De passagem pelo Recife, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, a caminho do MDB, faz uma visita, hoje, ao presidente do Grupo EQM e desta Folha, Eduardo Monteiro. Filho do senador Fernando Bezerra, Miguel se revela com visão moderna e empreendedora.

Perguntar não ofende: A Finatec deixou João Paulo (PCdoB) inelegível para disputar a Prefeitura de Olinda?

*Coluna do Finfa*

Com o governador – O prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares, acompanhado do deputado estadual, Clodoaldo Magalhães, teve um audiência com o governador Paulo Câmara, na última sexta-feira (11). Na pauta, a aquisição da usina do asfalto, saneamento (o governador imediatamente ligou para Compesa, para solucionar o problema) e sobre a rodoviária. O prefeito socialista saiu do encontro muito animado.

Reunidos – O prefeito da Ingazeira, Lino Morais esteve reunidos na comunidade da Várzea, acompanhado do vice-prefeito Juarez Ferreira e o ex-prefeito Luciano Torres, na pauta, a construção de pontes sobre o Rio Pajeu. Em contato com este blogueiro, o prefeito Lino Morais, afirmou que a construção das pontes, é uma providencia necessária, para os moradores das comunidade de Barrocas, Várzea, Santa Luzia, que vai providenciar o acesso entre as cidades de Ingazeira à Tabira. No final ficou definido, que os prefeitos Lino e Sebastião Dias (Tabira), vão providenciar um documento, entregar no Ministério da Integração Nacional, que vai encaminhar ao DNOCS de Pernambuco, para viabilizar a construção.

Participou – O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, participou na última sexta-feira (11), do I Seminário da Guarda Municipal de Serra Talhada, com o tema “A Guarda Municipal e o seu Papel na Segurança Pública.” “Foi um importante espaço de discussão que nos ajuda a somar esforços com o trabalho em conjunto por todos que fazem as forças de proteção cidadã e patrimonial do nosso município. Parabenizo aos organizadores pela iniciativa e pelo belíssimo evento”, finalizou o prefeito.

Solução urgente – Presenciei na noite de ontem (13), em plena Avenida Rio Branco em Afogados da Ingazeira, um verdadeiro RALLY, de carros e motos, na via pública, motoristas e motoqueiros irresponsáveis, com velocidade fora do normal, além de motoqueiros empinando motos. “Esta na hora das autoridades tomarem uma providência, este tipo de desordem vem há muito tempo, e as autoridades não resolvem”, disse uma moradora revoltada com a desordem.

Prejudicando – No último sábado, o jornalista Guilherme Amado, da revista Época, postou o seguinte comentário sobre o Senador de Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho (MDB). “Que ninguém pronuncie o nome de Fernando Bezerra Coelho em Pernambuco por esses dias. O líder do governo no Senador capitaneou uma manobra sobre a cessão onerosa sem combinar com os governadores nordestinos, tirando, só do seu estado, R$ 200 milhões por ano. Aliás, todos os estados nordestinos saíram perdendo”.

Frase – “Apesar da crise e das dificuldades financeiras, nós temos a grande preocupação de fazer um planejamento e buscar trazer para população florense, atrações musicais de qualidade e de grande presença no mercado. Para nós é uma felicidade enorme, contemplar nossos florenses e visitantes se divertirem em uma festa marcada por muita tranquilidade e muita paz” (Primeira dama e Secretária Municipal de Flores, Lucila Santana, sobre a tradicional Festa do Distrito de Fátima)

Animado – O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres, foi recebido na Fundarpe, por Paulo Valente. Em conversa com este blogueiro, Zeinha confirmou que pediu apoio da entidade, através da parceria nos eventos culturais da terra do cantor Maciel Melo. “Meu sonho é poder investir cada vez mais na cultura, para que nossa terra possa ser reconhecida como a terra de Francisca Araujo, Josés e Marias”, disse o prefeito.

Perguntar não ofende – O delegado Israel Rubis, vai aceitar sair candidato a prefeito em Arcoverde?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *