Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
ProntoMaisLab

Sertão Online
PASC – Mais Saúde
Supermercado Queiroz
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Dr. Diego Aragão
O Centenário
Costa Lira
Informatic Center

Eduardo da Fonte

Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

*************Giro pelos Blog’S======(o8.o1.2020)

O ataque da avó ao neto

A entrevista da ministra Ana Arraes, do TCU, ontem, ao Frente a Frente e ao meu blog, caiu como uma bomba no meio político. Ressentida com o ataque do deputado João Campos, seu neto, ao seu filho Antônio Campos, afirmando que ele (Antônio) seria mais desqualificado do que o ministro da Educação, na verdade, usou o termo pior do que você (mesmo em se tratando de um ministro de Estado), em debate na Comissão de Educação da Câmara, provocou um engasgo na garganta e uma ferida na alma.

Por isso, abriu o coração como nunca na entrevista antológica, que poderia parar nos anais do Congresso ou da Assembleia Legislativa devido ao seu valor histórico. A repreensão ao neto foi dura, o recado à família da viúva Renata Campos, sua nora, de chamamento à guerra. A ministra não fala com Renata tem tempo, há uma cisão no seio do arraesismo com desdobramentos imprescindíveis.

O neto, ao tornar público a péssima impressão que tem do tio, hoje presidente da Fundação Joaquim Nabuco, não tinha a menor noção do revide que sofreria da avó. “Eu acho que ele ultrapassou os limites da sua tarefa de deputado, do local onde ele dizia e, sobretudo, do teor que ele disse. Eu fui acostumada a respeitar os meus parentes. Mesmo se a gente não concorda com alguma coisa, a gente fala de outra forma. Foi muito desagradável, foi um sinal de grande má-educação e prepotência”, afirmou.

A volta e o legado – Na entrevista, Ana Arraes deixou claro nas entrelinhas que não engole a forma como os “herdeiros” do arraesismo e do eduardismo governam Pernambuco, chegando a anunciar que, cumprindo sua missão no Tribunal de Contas da União, regressará à política, podendo disputar o Palácio das Princesas para dar sequência ao legado do pai Arraes e do filho Eduardo Campos.

Longe do neto – Perguntada qual opção faria na disputa no Recife entre o neto João Campos e a sobrinha Marília Arraes, a ministra não quis assumir nenhum dos lados, mas pelo tom do bombardeio em cima do herdeiro político de Eduardo Campos, dá para entender que, predominando a divisão familiar, tendo o filho Antônio Campos como centro, não apoiará o neto.

Facada – O que este colunista ouviu, ontem, em meio à enorme repercussão da entrevista nas redes sociais, é que Ana Arraes estava aguardando apenas a reação da nora Renata para um contra ataque mais inflamado ainda. Como mãe e não ministra, a filha de Miguel Arraes está ferida. O ataque do neto ao filho Antônio varou a sua alma como uma facada no coração.

O xodó – Ao longo da entrevista, concedida na ampla sala do seu apartamento no Monteiro, que considera seu refúgio, Ana Arraes exibiu, com orgulho revelado num sorriso largo, porta retratos da família, com destaque para o filho Eduardo Campos. Apontando para o neto Pedro, foi taxativa: “Este aqui é o meu xodó, sou sua madrinha de crisma”. E se emocionou.

No confronto – Ana Arraes assume a presidência do Tribunal de Contas em 2021 e conclui seu mandato em 2022, ano da sucessão do governador Paulo Câmara. Na linha sucessória no PSB, o nome que se apresenta é o do prefeito Geraldo Júlio. Ela, entretanto, adianta que tem planos para voltar à política e sonha em ser governadora. Disposta a enfrentar Geraldo? O tempo dirá.

VIRÁ O PERDÃO? – No grande desabafo ao blog e ao Frente a Frente, Ana Arraes disse que ficará no seu canto, mesmo com saudade dos netos, mas não procurará a família de Renata até o neto João Campos pedir desculpas pela agressão desnecessária ao filho. “Quem deveria advertir o filho era ela, a mãe, e não eu, avó”, afirmou.

Perguntar não ofende: Como o núcleo forte do PSB vai reagir à entrevista de Ana Arraes?

Coluna do FinFa

Anunciou – O Governo Municipal de Itapetim-PE, concluiu a reforma da Academia da Saúde, além de iniciar a construção dos canteiros centrais da Rua Clementino Siqueira do Distrito de São Vicente. O prefeito Adelmo Moura, anunciou ações que já estão iniciadas: A reforma da quadra, que passará por um processo de requalificação (iluminação de Led, piso, alambrado, pintura, além de equipamentos e pavimentação do entorno, “esta obra era um grande sonho dos atletas do município”, finalizou o prefeito.

Irmão do deputado – Informações chegadas ao blog, afirmam que o atual de Floresta, Ricardo Ferraz, não será candidato a reeleição, e estão articulando para o candidato governista ser o irmão do deputado estadual Fabrizío Ferraz, Flavinho Ferraz (foto).Procede?

Cirurgia – A assessoria de comunicação do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, informou que ele foi submetido a uma cirurgia para retirada de catarata.Segundo a Vice-presidência, a cirurgia transcorreu “sem intercorrências”. Na nota divulgada à imprensa, a assessoria não informou quando Mourão voltará a trabalhar.

Você sabia – Que o prefeito de Custódia, Emmanuel Fernandes (Manuca), esteve ultimamente visitando o Distrito de Quitimbu, obra de pavimentação de rua, e disse que em breve dará ordem de serviço para pavimentação de ruas, e que a meta do seu governo será deixar o Distrito 100% pavimentado.

Frase – “Este aqui é o meu xodó, sou sua madrinha de crisma”.(Ana Arraes, sobre seu neto Pedro, filho de Eduardo e Renata Campos, ao jornalista Magno Martins)

Posse – Servidores, amigos e familiares do conselheiro Dirceu Rodolfo lotaram o auditório do Tribunal de Contas na manhã desta terça-feira (07), para assistir à cerimônia de posse dele na presidência do TCE. A solenidade foi acompanhada por várias autoridades, representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, entre elas o governador do Estado, Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e o presidente do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, desembargador Adalberto de Oliveira e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros.

Perguntar não ofende – Márcio Oliveira será mesmo o vice na chapa de Márcia Conrado em Serra Talhada?

PM garante tranquilidade durante a Festa de Reis em SJEgito

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé

Policiais militares do 23º BPM garantiram a tranquilidade de milhares de pessoas que participaram da tradicional 155ª  edição da Festa de Reis na cidade de São José do Egito, realizada nos dias 03,04 e 05 de janeiro. Os PMs tiveram o suporte de uma Base Móvel, com o objetivo de garantir ainda mais tranquilidade durante o período de realização da festa. Vale informar que como resultado, nenhum incidente foi registrado pela organização do evento.

COLUNA DO ITAMAR FRANÇA

Resultado de imagem para TOTONHO VALADARES ZE NEGÃOANTONIO OU ZÉ?

Daqui a nove meses, os eleitores de Afogados da Ingazeira irão às urnas pela eleger o prefeito e vereadores. E mesmo que em política tudo aconteça com inevitável antecedência, a indefinição ainda permeia os meandros da sucessão municipal. Há indicativos mais do que concretos de que o prefeito Zé Coimbra (PSC) irá anunciar o vice-prefeito Alessandro Palmeira (REDE) como seu candidato a sucessão. Com isso, a indefinição fica por parte do ex-prefeito Totonho Valadares (MDB), pré-candidato a sucessão de Coimbra dentro do conjunto da chamada Frente Popular. Os indicativos das próximas pesquisas de intenção de voto darão um norte ao ex-prefeito que estrategicamente cozinha o galo junto com Coimbra para uma tomada de decisão. Se Valadares sentir o tropeço pela frente, deverá evitar ao máximo entrar em bola dividida. A justificativa será a intervenção do Palácio na definição e a unidade do grupo. Nesse contexto, resta apenas o vereador Zé Negão (PTB) encarar o candidato da Frente Popular nas urnas. O Negão já declarou que o seu filho, o advogado Edson Henrique o substituiria na disputa do legislativo. Uma eventual retirada do nome de Totonho deixaria a oposição de Afogados órfã de lideranças, tornando assim uma eleição sem eleição, o repeteco do pleito eleitoral de 2016.

***************************

REDE E SANDRINHO…

A Rede Sustentabilidade, agremiação partidária do atual vice-prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira, pré-candidato a sucessão do prefeito Zé Coimbra (PSB) ganhará nova Comissão Provisória Municipal. A saída anunciada de forma antecipada de Palmeira da legenda abriu caminho para a composição de um novo diretório no município. O Tenente Coronel reformado da Polícia Militar de Pernambuco, Sérgio Rodrigues de Paula, membro da Executiva Estadual da Rede e responsável pela criação do partido em várias regiões do Sertão, já garantiu a legenda a um grupo formado por pré-candidatos que irão disputar o legislativo.

***************************

ZÉ, FLÁVIO, NELLY OU ARISTÓTELES?

O prefeito de Tabira Sebastião Dias (PTB) começou a priorizar ações administrativas de impacto para viabilizar o nome do seu pré-candidato a sucessão, o secretário de Administração Flávio Marques. Desgastado e com a avaliação de governo em baixa, Bastião terá muita dificuldade para fazer o sucessor. O petebista dispõe de dois nomes a disposição do grupo situacionista que é o de Zé Amaral e Flávio Marques, este último considerado o nome da predileção do poeta. Além de Zé e Flávio, outros nomes do grupo governista se apresentam como pré-candidatos, que é a presidente da Câmara Municipal, Nelly Sampaio (PSC) e o vereador Aristóteles Monteiro (PT), ambos já declararam que não aceitam candidatura imposta. Nesse contexto, Sebastião terá que ter muita habilidade para manter a unidade do grupo de situação, porque se houver divisão, abre possibilidades de o ex-prefeito Dinca Brandino (MDB) sair vitorioso no pleito.

FIRME

O apoio declarado do deputado federal Carlos Véras (PT) ao vereador Rona Leite (PT), pré-candidato a prefeitura de São José do Egito deixa o ex-prefeito Romério Guimarães numa situação pra lá de complicada. Rona mantém o nome no páreo e já declarou que retira a pré-candidatura numa prévia do partido, isso se não conseguir vencer Romério na eleição interna do Partido dos Trabalhadores (PT). Empolgado, Rona muito dificilmente irá recuar da decisão.

***************************

O prefeito de Tabira Sebastião Dias (PTB)

NOS HOLOFOTES

O show de horrores promovido pelos pré-candidatos a prefeito de Belo Jardim é digno de vergonha alheia. Belo Jardim que deveria está nos holofotes com acentuados feitos positivos, volta a registar cenas de baixaria na política local. Não bastasses às declarações contundentes do prefeito Hélio dos Terrenos (PTB), nas redes sociais criticando adversários políticos, ainda teve o episódio com o vereador Gilvandro Estrela (PV) que também é pré-candidato a prefeito do município, acabou se envolvendo num episódio que ganhou destaque na imprensa local (blogs) e emissoras de rádio, ao discutir com um médico cardiologista no hospital. Em entrevistas concedidas a emissoras de rádio, o ex-prefeito João Mendonça (PSB) também chegou a atacar o prefeito Hélio dos Terrenos (PTB). A pré-campanha na cidade de Belo jardim ganha tom indesejado e pode ser repetido ao pleito eleitoral de 2016, quando o município viveu um debate apequenado, com insinuações, denúncias, acusações e achincalhamento (ridicularizações).

***************************

CONVENÇÕES

Será 20 de julho a data limite para que partidos políticos escolham candidatos e realizem suas convenções partidárias. E a tal propaganda eleitoral recomeça no início do mês de agosto.

***************************

ISSO MESMO!

Do presidente Jair Bolsonaro:“Quem não lê jornal não está informado. E quem lê está desinformado. Tem de mudar isso. Vocês são uma espécie em extinção. Eu acho que vou botar os jornalistas do Brasil vinculados ao Ibama.” Deu mesmo na tampa. É verdade pura. Hoje o jornalismo é aquele de esquerda. Socialista. Não enxerga um palmo a frente do nariz de que o País avançou muito com Bolsonaro e não aceita. Quer dinheiro do governo. O meu e o seu dinheiro. Como Bolsonaro cortou as VOLUMOSAS VERBAS a mídia esquerdista e vendida e não escreve uma LINHA sequer de acerto do governo federal. Acertou em cheio!

***************************

CALENDÁRIO ELEITORAL

Para quem está disposto a disputar um mandato eletivo agora em 2020, é bom já ir se ligando. A troca de partido poderá ocorrer entre 5 de março e 3 de abril. A partir de 4 de abril pré- candidato não pode mais mudar o domicílio eleitoral, nem transferir título. 30 de junho é o prazo para apresentadores de TV ou rádio, que vão disputar mandato, se afastarem dos veículos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *