Miss Dourada

Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Dr. Fred Barros
Odonto Center
Sertão Online
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Informatic Center
Eduardo da Fonte
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

|—-Giro pelos Blog’S—-(Sexta-feira\ 15..05.2020)—-|

Do Sertão, uma lição de vida!

O isolamento social vivido pelos brasileiros das grandes metrópoles em decorrência da pandemia do coronavírus chegou como uma novidade cruel, menos para os que habitam os grotões nordestinos. Viver ilhado, entretanto, não é sinônimo de falta de discernimento nem de bom senso. O claridão na caatinga se abre muitas vezes de gente simples, mas que tem muito o que ensinar ao Brasil.

É o caso da jovem Antônia dos Santos, 19 anos, moradora do povoado Mundo Novo, no Sertão do Estado. Desde o primeiro ano do Ensino Médio, ela faz o teste do Enem para se preparar. Numa carta de próprio punho, sem nenhum erro do bom português, ela mandou um duro recado ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, para que adie o quanto antes a prova do Enem deste ano por causa dos estragos causados pelo Covid-19.

“Se o senhor pensar melhor, pelo lado de estudantes, vai perceber que o Enem pode ser adiado para o próximo ano. Eu queria que o governo revisse isso, que não ache que é apenas uma gripezinha, que olhasse para as pessoas carentes. O senhor tem que considerar toda essa situação que estamos vivendo. É uma pandemia, ministro”, disse a sertaneja, manifestando para o País o sentimento consensual em todo brasileiro hoje.

Antônia é estudiosa, dedicada e antenada com o mundo, apesar das dificuldades de acesso à internet onde mora. Lá, pega diariamente um pau-de-arara para chegar até o povoado vizinho de Caruá, a cerca de uma hora, onde fica sua escola. Seu grande sonho é ser professora de literatura. Com a pandemia, passou a ter aulas online apenas uma vez por semana e viu as chances de ingressar na universidade diminuírem drasticamente.

Na sua turma, 25% dos alunos não têm nenhum acesso à internet. Boa parte do restante, como ela, possui apenas o celular e um wi-fi de conexão ruim. Tudo isso, ela retrata na carta ao ministro. “Meu nome é Antônio Odair dos Santos, mas prefiro que me chamem de Antonia. Assim mesmo, no feminino. Tenho 19 anos e faço o 3º ano do ensino médio em uma escola pública no Caruá, um povoado da zona rural de Serrita, no sertão do Pernambuco. Eu sempre me dediquei aos estudos porque penso em um futuro próspero e sei que só vou conseguir isso se estudar. Quero fazer faculdade de Letras em uma universidade pública para ser professora. Me identifico com português e adoro literatura. Meu grande sonho é me formar e ter um emprego digno. Me imagino daqui a alguns anos em uma sala de aula, ensinando. É esse o meu sonho. Quanto mais eu estudar, mais perto fico dele. Desde quando comecei o ensino médio, eu fazia a prova do Enem para me sentir mais preparada quando chegasse no 3º ano. Agora tenho ideia de como é a prova e estava ansiosa para fazer logo. Até pensei, a princípio, que o exame não deveria ser adiado por causa do coronavírus, mas, pensando nas dificuldades que eu e meus colegas temos passado para estudar, mudei de ideia. Acho que se o senhor souber da nossa situação, vai mudar de ideia também”.

O restante da carta, que me comoveu bastante, até pela minha origem semelhante, retirante do Sertão do Pajeú, reproduzo em tópicos na coluna abaixo por entender tratar-se de uma joia rara nos dias tão nebulosos que vivemos, em que há uma moçada abastada, com pais que dão todas as condições para o estudo e a ele não se dedicam. Valeu, Antônia! Sua lição de vida me comoveu e com certeza comoverá muita gente sensível neste País.

Sem internet – “Por aqui, não é todo mundo que tem acesso à internet. Quem tem, como eu, é só no celular. A gente não tem computador. Quando tem o aulão na plataforma EducaPE, do governo do estado, eu assisto. Às vezes, o vídeo fica travando porque a minha internet não é tão boa. No dia a dia, eu estudo pelos livros e vejo vídeos no YouTube, mas sem a ajuda dos professores, com aulas diárias para tirar nossas dúvidas, fica muito difícil. Estou me virando como dá, mas tenho colegas que não conseguem estudar, como a Jayne. Ela é muito estudiosa, mas não pode acompanhar nenhuma das atividades porque na casa dela, no povoado Apertar da Hora, não tem internet”.

Defesa do professor – “Falta muita coisa, principalmente valorizar nossos professores. Eles ganham tão pouco para formar todas as profissões do mundo. Os alunos que têm internet e computador em casa vão ter mais vantagem para estudar agora que as aulas estão suspensas. Sei que, em tese, se a pessoa se dedicar, ela consegue fazer uma boa prova. Os colegas que não têm internet podem se juntar com outros colegas que têm, mas não é a mesma coisa, ministro. Se o senhor pensar melhor, pelo lado de estudantes como minha colega Jayne, vai perceber que o Enem pode ser adiado para o próximo ano. Eu queria que o governo revisse isso, que não ache que é apenas uma gripezinha, que olhasse para as pessoas carentes. O senhor tem que considerar toda essa situação que estamos vivendo. É uma pandemia, ministro”.

No pau de arara – “É verdade que nós já enfrentamos dificuldades para estudar há muito tempo. No povoado que eu moro, o Mundo Novo, não tem escola. Por isso, a gente precisa pegar um carro para chegar ao povoado Caruá. O transporte é um caminhão que vocês aí conhecem como pau-de-arara. É quase uma hora de estrada de chão. No período de seca, por ser um caminho cheio de buracos, às vezes o carro dá o prego. No inverno, é comum que fique atolado, o que nos obriga a voltar para casa a pé e ficar sem aula. Eu conheço muitos alunos que terminam o terceiro ano e vão trabalhar nas plantações em Goiás. Quando eu me deparo com uma coisa dessas, fico muito triste. Esses estudantes poderiam ingressar em uma faculdade pública, mas eles acham que indo para Goiás vão ganhar muito dinheiro. Pura ilusão. Quando acaba a plantação, eles ficam desempregados”.

Convite ao ministro – O certo seria eles irem para a universidade, para ter um futuro garantido. Mas é como se a faculdade não existisse para essas pessoas. Essa é a realidade no nosso lugar. Muitos saem à procura de empregos porque acham que é mais fácil, mas só com o estudo a pessoa está garantida. Depois que se formar e arrumar um emprego bom, aí sim a pessoa está feita na vida. Eu acho que o governo precisa valorizar mais a educação para esses jovens terem mais oportunidade. Nós não temos uma boa educação. Falta muita coisa, principalmente valorizar nossos professores. Eles ganham tão pouco para formar todas as profissões do mundo. Era isso que eu gostaria de dizer, ministro. Espero que o senhor tenha chegado até aqui. Sei que aí de Brasília fica difícil conhecer outras realidades, mas, agora que já sabe, espero que pense sobre o que leu.

CURTAS

CONTRATAÇÕES – Foram abertas, ontem, as inscrições para o processo seletivo simplificado que visa à contratação de 63 profissionais de nível superior, técnico e médio que irão atuar na ala exclusiva de tratamento da Covid-19, em Paudalho, na Zona da Mata. Os salários são de até R$ 7.600, mais gratificações, segundo o edital. O prazo de cadastro vai até o sábado amanhã. Há vagas para médico, biomédico, fisioterapeuta respiratório, enfermeiro, técnico de enfermagem, técnico de laboratório, motorista de ambulância e maqueiro. As inscrições devem ser realizadas pelo site da Prefeitura. Para se inscrever, é necessário identidade com foto, CPF, comprovante de residência, certidão de quitação Eleitoral, certidão de reservista ou dispensa de incorporação militar.

SEM BOLSA-COVID – Com as atividades acadêmicas da Universidade Federal (UFPE) suspensas e o Restaurante Universitário fechado devido à pandemia do novo coronavírus, estudantes em situação de vulnerabilidade social esperavam receber a Bolsa Covid-19, proposta pela instituição. Com valor de R$ 274, o auxílio serve como um ressarcimento do gasto mensal para a alimentação de cada aluno, mas menos da metade do grupo que tem direito recebeu. No Restaurante Universitário, cerca de cinco mil alunos podiam fazer as três refeições diárias. No dia 16 de abril, o estabelecimento foi fechado devido à pandemia e continuou funcionando apenas com entregas para a Casa dos Estudantes ou no próprio local.

CHEIRO DE POVÃO – Ipojuca, a galinha dos ovos de ouro entre os municípios com receita própria no Estado, pode escrever uma nova página nas eleições deste ano, elegendo prefeito a primeira liderança de fato popular, o vereador Albérico da Cobal (PP), atual presidente da Câmara. As forças que apoiam a sua candidatura, como o ex-prefeito Pedro Serafim, e o presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte, têm razão de estarem convencidas de que Cobal já quebrou, antecipadamente, a polarização entre os grupos tradicionais da prefeita Célia Sales (PTB) e do ex-prefeito Carlos Santana: há um cheiro forte de povão impregnado nas ruas. A velha política está com os dias contados. É o que se ouve em qualquer território livre e soberano de Ipojuca.

Perguntar não ofende: Depois do constrangimento que passou num vexame do chefe Bolsonaro, quanto tempo o ministro da Saúde ainda sobrevive no cargo?

Vida sofrida essa dos seguidores Bolsonaristas

Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia

Vida sofrida essa dos seguidores de Jair Bolsonaro. Passaram dias debaixo de sol e chuva defendendo a queda de Rodrigo Maia, sua prisão e o que mais de ruim o destino puder reservar a um “inimigo da pátria”. Tudo para defender Bolsonaro, o presidente do povo, que não se verga à velha política.

Aí o presidente decide virar amigo do centrão. Como governos anteriores, começa a colocar dentro do governo os cupinchas de Roberto Jefferson, Valdemar Costa Neto, Paulinho da Força, Arthur Lira, Ciro Nogueira… O bolsonarista sente que algo está errado, mas se agarra então no ataque ao grande inimigo na presidência da Câmara.

Os deputados bolsonaristas aloprados fazem vigílias, faixas, protestos, jornadas de hashtags com robôs nas redes… Tudo para Bolsonaro terminar nesta quinta dando um abração de companheiro em Maia no Palácio do Planalto. É dura a vida do bolsonarista. Coitado do Carluxo.

==|Coluna do Edmar Lyra\Folha de PE|==

Oposição espera desfecho do PT para traçar estratégia

Com a questão da pandemia da Covid-19, as articulações com vistas às eleições municipais estão numa situação de sobrestamento, porém os atores oposicionistas que apoiaram Armando Monteiro estão atentos para determinar o caminho que será adotado nas eleições da capital pernambucana.

O sentimento é o de que o cenário com a candidatura de Marília Arraes a prefeita é um, o que obrigaria a oposição a afunilar as candidaturas para tentar quebrar a polarização de João Campos e Marília Arraes que está se consolidando, porém na hipótese ainda não descartada completamente pela oposição de o PT novamente negar a Marília um projeto majoritário, a manutenção das seis pré-candidaturas a prefeito por parte da oposição citadas ontem deve prevalecer.

Independente do cenário envolvendo a postulação de Marília Arraes, é importante frisar que a oposição possui pelo menos quatro atores que não teriam absolutamente nada a perder se disputarem a prefeitura, e dificilmente abandonariam o projeto majoritário, que são os deputados Alberto Feitosa e Marco Aurélio e os outsiders Charbel Maroun e Patrícia Domingos, que qualquer resultado os projetariam para pleitos futuros. Essa variável acaba obrigando Daniel Coelho e Mendonça Filho a discutirem uma proposta conjunta, pois juntos poderiam formar uma frente com Cidadania, Democratas, PSDB e PTB, que ofertariam ao nome colocado um significativo tempo de televisão. Há defensores de uma chapa que tivesse Daniel Coelho na cabeça com a deputada estadual Priscila Krause na vice, e acreditam que essa chapa seria extremamente competitiva, mas o entendimento passa pela decisão de Mendonça Filho que tem o seu legítimo desejo de ser novamente candidato a prefeito. Impunidade – Choveram críticas contra a medida provisória 966, de Jair Bolsonaro, que dificulta a responsabilização de agentes públicos por gastos no combate à epidemia. “Favorece a impunidade. Estamos vendo casos escabrosos na imprensa de governos e prefeituras pagando milhões para empresas de fachada na pandemia. Esta medida provisória tenta blindar, dar um habeas corpus preventivo, para estes gestores”, diz o procurador Cristiano Pimentel, do Ministério Público de Contas (MPCO). A OAB nacional já agendou uma reunião extraordinária na segunda (18) para tratar do tema. Publicada nesta quinta (14), a medida poderá ser mais uma “trapalhada” de Bolsonaro derrubada pelo Judiciário.

Risco de contágio: 4 lugares para evitar frequentar na pandemia

Embora Portugal esteja a ser bem-sucedido no que se trata ao tão falado achatamento da curva de propagação do novo coronavírus, a verdade é que a pandemia continua e é imperativo adaptarmo-nos a um ‘novo mundo’ no qual a Covid-19 dita as regras.

Por isso mesmo o site especializado Medical Daily, divulgou uma lista de quatro lugares que deve evitar frequentar durante o surto, mesmo após a sua reabertura ao público:

RESTAURANTES E BARES

Devido à quantidade de pessoas que geralmente se acumulam nestes espaços, e adicionalmente às condutas de ar condicionado ou à partilha de utensílios, como garfos e facas, tornam os restaurantes e bares em locais de risco elevado.

CELEBRAÇÕES RELIGIOSAS

Missas e outras celebrações em igrejas são regra geral muito frequentadas, e a probabilidade infeção aumenta assim exponencialmente (sobretudo quando as pessoas se sentam lado a lado).

ESCRITÓRIOS

Outro local que constitui um ponto significativo de contaminação por Covid-19. Basta pensar nos inúmeros locais comuns partilhados, assim como objetos de uso comum, e no toque indiscriminado e geral em superfícies como maçanetas, botões de elevadores, máquinas de café ou bebedouros.

GINÁSIOS

São locais que muitas vezes envolvem a prática de desportos que requerem contacto próximo. Mais ainda, ao usar máquinas de musculação ou de cardio ocorre o toque em superfícies frequentadas por inúmeras pessoas e que acumulam não só germes como o suor dos indivíduos.

===|Coluna do FinFa|===

.

Transparente – Pernambuco se mantém como o Estado mais transparente do Brasil na divulgação de dados sobre a Covid-19. O levantamento é feito semanalmente pela ONG Open Knowledge Internacional. Nosso Estado continua com alto nível de transparência, o que reforça o nosso compromisso com a divulgação dos dados e das ações que temos desenvolvido para combater essa pandemia.

Você sabia – Que informações chegadas ao blog, afirmam que em alguns locais das BRs que cortam o Estado de Pernambuco, o Governo Federal através do DINT, voltou a ligar as lombadas eletrônicas.

Reuniu – O prefeito de Flores, Marconi Santana, participou da reunião com a equipe da Unidade de Saúde Municipal, que auxiliam na limpeza, portaria, recepção, controle de estoque/medicamentos e dentre outras funções que são essenciais para o bom andamentos dos serviços prestados para nossa população. “Reforcei o nosso compromisso de continuarmos firmes nesta luta diária, contra o Coranavírus. Falei também, de como é fundamental a doação e amor contínua pelo próximo, principalmente agora, da importância do bom atendimento e de como é necessário, mais do que nunca, sermos firmes, fortes e determinados no nosso dia a dia de trabalho”, finalizou o prefeito.

Testou Positivo – A Secretária Municipal de Saúde, do município de Iguaracy-PE, Joaudeni Cavalcante (foto), no programa institucional do Governo Municipal em emissoras da Rádio Pajeú e Cidade FM, confirmou que testou positivo ao Covid-19.

Aprovado – Motoristas que descumprirem o rodízio de veículos decretado pelo Governo do Estado em cinco municípios pernambucanos podem ter os carros apreendidos. A penalidade está prevista em projeto de lei do Poder Executivo aprovado, em primeira e segunda discussões, pelo Plenário da Assembleia Legislativa, nessa quinta. A matéria recebeu oito votos contrários de parlamentares que consideram a medida perigosa, uma vez que pode aumentar a aglomeração de pessoas no transporte coletivo.

Infectado – O vereador e presidente da Câmara Municipal de Itapetim, Júnior de Diógenes (foto), em contato com o Blog do Marcello Patriota nesta quinta-feira (14), informou que foi infectado pela Covid-19. Ele diz que não tem informações do local onde contraiu o vírus e que apresentou a forma leve da doença. Júnior também disse encontra-se em isolamento social e cumprindo todos os protocolos indicados pelas autoridades sanitárias, assim como todos os seus familiares com quem teve inevitável contato durante o período natural de incubação do vírus.

Frase – “E me desculpe o serviço de informação nosso -todos- é uma vergonha, uma vergonha, que eu não sou informado, e não dá para trabalhar assim, fica difícil. Por isso, vou interferir. Ponto final.” (Presidente Jair Bolsonaro, se queixando de não estar recebendo informações da PF e de outros órgãos de segurança).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *