Dr. Robson Stênio

Miss Dourada

Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Dr. Fred Barros
Odonto Center
Sertão Online
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Informatic Center
Eduardo da Fonte
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

—–Giro Pelos Blog’S—–\Segunda-feira….o3.o8.2020/

Reale chegou a fugir do impeachment

Na live deste blog, sexta-feira passada, a deputada Janaína Paschoal (PSL), a mais votada na eleição passada para a Assembleia Legislativa de São Paulo, revelou bastidores inéditos do processo de impeachment da ex-presidente Dilma, em 2016, no qual teve importante contribuição como advogada de acusação ao lado de Miguel Reale Júnior e Hélio Bicudo. Abrindo o coração, disse que Reale Júnior, bem mais famoso do que ela, ainda bastante desconhecida no início, não aceitou de largada a tocar o processo junto com ela.

“Reale foi o primeiro a ser chamado, mas não aceitou participar. Ouvi muitos nãos de Reale até encontrar Hélio Bicudo. Com Bicudo houve uma identidade de pensamentos que considero encontro de almas”, afirmou. “As pessoas acham que pensei em algo que já estava delineado, mas eu é que pensei a ideia por mim”, afirmou. Conforme narrou, resolveu fazer o processo e depois que Reale não quis participar saiu em busca de vários juristas.

“Na época, como o doutor Miguel Reale tinha ligação com o PSDB, o partido condicionou o apoio ao processo à entrada do jurista. Foi então que ele aceitou”, revelou, adiantando ter dito para ele, na hora, que não precisava dessa imposição porque sempre foi bem-vindo ao processo e por isso mesmo foi lembrado no primeiro instante.  Janaína também revelou outro incômodo. O fato de, no começo, a imprensa se referir aos autores do pedido de impeachment citando Reale e Bicudo como “os juristas” e a ela, simplesmente como “a advogada Janaína”.

Hoje, por causa disso, afirmou que coloca nos comunicados que redige o nome de todos os que fazem parte de uma ação em qualquer referência. E não sabe se teria essa preocupação, se não tivesse passado por isso. A parlamentar relatou, também, que em vários momentos durante o impeachment sofreu humilhações públicas e que passou muitas noites sem dormir, ao longo da discussão do impeachment no Congresso, para ler e reler documentos.

Sobre os motivos que a levaram ao afastamento de Dilma, disse que a iniciativa começou a tomar corpo a partir da sua vida acadêmica. “Achava os petistas muito totalitários dentro da universidade. Sentia um ambiente de autoritarismo, perseguições e destruição constante. Isso me incomodava. Comecei a colecionar fatos, dados e fui juntando tudo. Era muito incômodo ver como eles defendiam o governo da Venezuela, por exemplo. Quando tive acesso ao procedimento conduzido pelo procurador de contas, Júlio Marcelo, – com o parecer citando manobras fiscais do governo definidas por ele como ‘pedaladas’ – fiquei convicta que tinha de haver o impeachment”, afirmou. (Colaborou Hylda Cavalcanti, de Brasília).

Ninguém teria feito – A deputada Janaína Paschoal contou, ainda, que não achava que seria ela quem devesse encabeçar todo o pedido de impeachment e sim alguém mais conhecido. Motivo pelo qual procurou tantas pessoas, inicialmente. “Percebi que se eu não fizesse ninguém faria”, afirmou. A parlamentar destacou que um dos problemas que enfrentou na época foi o fato de muitos apoiadores do impeachment não quererem tratar do escândalo chamado de Petrolão – que resultou na operação Lava Jato -, só das mudanças fiscais e das pedaladas. “Eu entendia que precisávamos incluir tudo, inclusive os empréstimos milionários concedidos a outros países, como Cuba e Venezuela”, ressaltou. Foi daí que veio a sua famosa argumentação, que ficou conhecida como “o conjunto da obra”, tão defendida por ela durante a votação do caso no Congresso.

Condição para vice – Outra revelação importante diz respeito ao convite que receber de Bolsonaro para ser vice a sua chapa em 2018. “Quando o presidente me convidou, sugeri ficar dando expediente num prédio em São Paulo e só me deslocar para Brasília quando ele viajasse. Notei que ele gostou da ideia, mas as pessoas no entorno dele não gostaram, acharam que eu estava exigindo muito. Depois veio a convenção do partido, onde eu disse que não era fiel ao ele, era fiel ao Brasil. Falei a minha verdade e aí houve uma reação forte contra meu nome, então não deu certo. Isso provocou um estremecimento de lado a lado”, narrou. Hoje, a deputada reconhece que se tivesse sido vice-presidente poderia ter enfrentado muitos problemas. “Se tivesse aceitado, a confusão iria estar feita. Não sei como seria a junção de duas personalidades tão fortes”.

Emergência sanitária – Uma exceção na regra que controla a propaganda oficial para evitar abusos no período eleitoral promete dar muita dor de cabeça para a Justiça Eleitoral. Trata-se da emergência sanitária causada pelo novo coronavírus. A norma poderá suscitar contestações e ações contra o uso da máquina pública por governantes. De fato, a legislação diz que, com exceção da propaganda de produtos que tenham concorrência no mercado bem como da orientação da população no combate à pandemia, todas as demais propagandas oficiais das prefeituras estão proibidas a partir de 15 de agosto. Casos excepcionais de utilidade pública devem ser analisados pela Justiça Eleitoral.

Fake news – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a Casa acelerará a tramitação do projeto de lei das fake news por tudo o que o youtuber Felipe Neto “tem sofrido nesses dias”. Também convidou o comunicador para uma reunião sobre o projeto na Câmara. O influenciador aceitou. Os deputados discutem projeto já aprovado pelo Senado que, segundo seus apoiadores, endurece o combate às fake news. Setores da sociedade civil veem risco de que mecanismos gestados na proposta sirvam para impor censura sobre redes sociais e outros meios.

CURTAS

ROMÁRIO NA BERLINDA – Acusado em processos judiciais de transferir bens a terceiros para não pagar dívidas com credores, o senador Romário (Pode-RJ) passou a colocar o próprio advogado como dono de parte de seu patrimônio. Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior, que entre 2017 e 2019 foi funcionário comissionado no Senado, foi autorizado, por meio de documentos firmados em cartório, a receber R$ 22 milhões em verbas que seriam de direito do ex-jogador. Ao longo das últimas duas décadas, Romário vem sendo cobrado na Justiça por uma série de dívidas milionárias.

Transferências – Empresas e pessoas físicas que cobram o senador na Justiça costumam ter dificuldades de encontrar patrimônio em seu nome. Há dois anos, o jornal carioca Extra revelou que Romário havia transferido para a própria irmã, Zoraidi Faria, bens como uma lancha, um Porsche e uma casa na Barra da Tijuca. Nos últimos meses, o advogado Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior passou a ter direito sobre o patrimônio do senador a partir de dois movimentos. O primeiro deles diz respeito a um acordo com o Vasco, para o recebimento de R$ 15,1 milhões de dívidas da época em que Romário atuou no clube.

LIVES DA SEMANA – As lives desta primeira semana de agosto já estão confirmadas. Na de amanhã, o cientista político e professor Antônio Lavareda fala sobre a primeira eleição em meio à pandemia do coronavírus. Na quarta-feira, o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi, trata das consequências geradas nas cidades por causa da Covid-19 e também de eleição municipal. A primeira será às 19 horas pelo Instagram. A segunda, de 18 horas, também pelo Instagram, mas com transmissão simultânea pela Rede Nordeste de Rádio. Se você não segue ainda o Instagram do blog, anote o endereço: @blogdomagno.

Perguntar não ofende: Se o Congresso ainda não deliberou sobre o assunto, qual a penalidade prevista no Brasil para crimes de fake news?

………..COLUNA DO ITAMAR FRANÇA…..

ConJur - TREs reforçam impossibilidade de emprestar urnas para ...ENFRAQUECEU – O novo sistema com o veto de coligação para vereadores deve enfraquecer partidos menores. Como os votos são distribuídos nas eleições proporcionais? Nas eleições majoritárias (para prefeito, governador, senador e presidente) considera-se o voto em cada candidato, e o mais votado se elege. Na proporcional, para as Câmaras Municipais, é considerada a soma de votos obtidos por todos os candidatos a vereadores de um partido mais os votos obtidos pela legenda (o eleitor pode dar seu voto a um partido, sem escolher um nome específico lançado por ele). O total será usado em uma conta que vai determinar o número de vagas ocupadas por cada partido. O modelo permite que um candidato mal votado consiga se eleger quando está em uma chapa forte ou quando concorre ao lado dos chamados puxadores de votos. O resultado obtido é chamado de quociente eleitoral. Depois, cada partido tem calculado um outro quociente, o partidário. Os votos que todos os membros do grupo receberam são somados e depois divididos pelo quociente eleitoral. No cálculo, se o resultado da divisão for 5,8, o quociente partidário é 5, pois despreza-se a fração. Esse é o número de vagas a que o partido terá direito, e então são considerados os votos individuais.

********************************************

PERDAS – A saídas dos ex-prefeitos Josete Amaral e Rosalvo Sampaio (Mano) do grupo governista em Tabira pode trazer sérios prejuízos ao prefeito Sebastião Dias (Sem Partido) que pode não eleger seu sucessor na terra das tradições. A falta de atitude do Chefe do Executivo na condução do processo, acabou gerando um angu de caroço, comprometendo a unidade do grupo. Primeiro porque entregou toda responsabilidade da condução ao deputado Carlos Véras (PT) que teria dificuldade para eleger um vereador agora em 2020 e agora tem a cabeça da chapa. P grupo ainda perdeu três vereadores, entre eles a presidenta da Câmara Municipal, Nelly Sampaio (PSC) e o vice-prefeito José Amaral (PSDC). Não se sabe qual será a mágica que o grupo governista irá usar para vencer o pleito, já que política, se faz somando…

********************************************

DESCARTOU – Filiado ao PROS, o ex-prefeito de Iguaracy, Albérico Rocha declarou a este blogueiro que continua firme com o prefeito Zeinha (PSB). Nas redes sociais (Facebook), a ex-primeira dama, Virgínia, esposa de Albérico postou uma mensagem afirmando estarem juntos com o “40” de Zeinha. Indagado sobre os rumores de que poderia concorrer a prefeitura de iguaracy nas eleições municipais deste ano, Albérico descartou qualquer possibilidade.

********************************************

CONTRÁRIOS… – O zum zum zum de uma eventual ida do Subtenente da Polícia Militar Gleydson para o PODEMOS, gerou certo desconforto no grupo do vereador e pré-candidato a prefeito, Zé Negão. É que os pré-candidatos Toinho Tratorista, Bião do Hospital e Suely Federal já se manifestaram contra o ingresso do militar, que pela lei eleitoral tem o privilégio de se filiar a qualquer agremiação partidária no ato da convenção. Eles até elogiam a figura do pré-candidato, por ser uma pessoa bastante querida e respeitada na cidade, mas segundo eles, compromete o projeto dos mais antigos aliados do Negão, que terá pela frente esse abacaxi para descascar…

********************************************

CONTRA A VONTADE… – Filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) de Afogados da Ingazeira, o advogado Clóvis Lira irá votar no candidato apresentado pela chamada Frente Popular, a sucessão do prefeito José Patriota (PSB) que será o atual vice-prefeito, Alessandro Palmeira (PSB). Em live promovida pelo blog, Clóvis afirmou que irá acompanhar a decisão do partido, muito embora não estivesse no seu sentimento. Ele defendia candidatura própria.

********************************************

JOGO DUPLO EM INAJÁ – Em decorrência do DESGASTE político do prefeito de Inajá, Adilson Timóteo (Avante), o pré-candidato a prefeito Marcelo de Alberto (PSD) tem feito o jogo da conveniência na busca pelo voto. Onde o eleitor revoltado expressa a insatisfação com o prefeito Adilson Timóteo, Marcelo se apresenta como um candidato independente, sem o apoio de Adilson, mas onde o eleitor se declara Timóteo, aí Alberto entra fácil como faca em melancia. Setores da oposição já traçam estratégias para colar de forma bem clara, Marcelo a Adilson.

********************************************

REPÚDIO A PATRIOTA – Carros de som voltaram a circular pelas ruas de Afogados da Ingazeira com a NOTA de REPÚDIO ao prefeito, José Coimbra Patriota (PSB). Os professores cobram o pagamento do piso nacional com o retroativo. Nos últimos meses, Coimbra tem sido bastante questionado pelos professores. Enquanto não resolver essa situação o Chefe do Executivo ao que parece será duramente cobrado em sites de notícias e redes sociais.

********************************************

APOIOS IMPORTANTES – Na disputa pela vice do pré-candidato governista Flávio Marques (PT), o vereador Aldo Santana (PSB) conta com apoios importantes na defesa do seu nome para a composição da chapa. Além do empresário José de Arimatéia, Tea da Damol, Aldo ainda conta com Gil da Borborema e de lideranças políticas a nível de estado, como é o caso do deputado estadual João Paulo Costa (Avante) e do ex-deputado Sílvio Costa (Republicanos).

********************************************

BALANÇO DA GESTÃO – O Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Iguaracy, Manoel Olímpio (PSB), falou sobre o balanço dos sete meses de gestão e já projetou novas mudanças na Casa Legislativa. Em entrevista ao blog, falou sobre a compra de equipamentos e sobre as reformas na Casa de Leis feitas em sua gestão. Manoel aproveitou para agradecer sua equipe e falou também sobre algumas novidades vindo por aí como por exemplo a climatização do prédio da Câmara Municipal e transmissões ao vivo das Sessões Legislativas.

********************************************

VICE – Pesquisas internas encomendadas pelos grupos políticos de Belo Jardim apontam o nome de Luís Carlos (PROS) como melhor nome na chapa de Isabelle Mendonça (PSB) e Wilsinho (PTB). Já na chapa encabeçada por Gilvandro Estrela (DEM), Luís Carlos disputa com Maneco, no entanto, na avaliação de marqueteiros, se encaixaria bem na condição de vice de Estrela, isso porque somaria muito mais do que Maneco. Luís Carlos traria dividendos importantes dos distritos de Xucuru, Serra dos Ventos e outras áreas rurais do município.

********************************************

Muitos municípios vivem inadimplentes" | Política | Diario de ...“DE CORAÇÃO PARTIDO…” – Até que ponto foi boa a reconciliação política entre o ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares (MDB) com o prefeito José Patriota (PSB)? De um lado, a volta de quem nunca foi colaborou com o processo de discussão interna dentro do conjunto da chamada Frente Popular, mas do outro, abriu brechas para a concretização do projeto político do vereador José Edson Ferreira, Zé Negão (PODEMOS) que aguardava esse vácuo para alçar voo mais alto. O Negão pega de bandeja os votos da oposição e os insatisfeitos com a decisão tomada pelo ex-prefeito. Emplacar o vice na chapa encabeçada por Alessandro Palmeira (PSB) não será fácil como imagina, isso porque, o PSD tem em seus quadros cinco vereadores de mandato e ainda quatro postulantes ao cargo. Tanto o ex-vereador Heleno Mariano, quanto o sobrinho Igor Mariano, atual presidente da Câmara estarão na luta até os minutos finais. Liso que só mussum e ciente de uma eventual rejeição a determinado nome na chapa, Coimbra, poderá dizer os seguintes dizeres: “Companheiro, estou de coração partido diante da situação, era o que eu mais queria ver essa chapa jovem ser anunciada, mas olha, o abacaxi pra descascar, um grupo me pressionando pela NÃO composição, e fico nessa sinuca de bico, porque se anunciar poderei perder o aval de um grupo, então vamos repensar”. E nisso meu véi, um novo processo se abre para discutir quem será o vice do poeta-psicólogo… Mas são conjecturas imaginárias de um ‘achista’ que às vezes, nem dá conta do que escreve!

************************************

NOTA DE REPÚDIO – Professores da Rede Municipal de Ensino de Afogados da Ingazeira programam retomar a divulgação em carros de som, da NOTA DE REPÚDIO contra a administração do prefeito José Patriota (PSB) cobrando a o pagamento do piso salarial à categoria com retroativo. Nas rede sociais, uma túia de questionamentos, críticas e denúncias contra a gestão de Coimbra. De carona, o vereador José Edson Ferreira, Zé Negão (PODEMOS) que não é besta tem dado suas cutucadas de leve no governo municipal.

************************************

É CANDIDATO QUE NÃO ACABA MAIS! – Com 06 (seis) pré-candidatos da área, a região de Ibitiranga e Novo Pernambuco, zona rural de Carnaíba que abrange Antonico, Antas, Jatobá, Jardim e Bem-te-vi receberá a visita de Jeovani Adriano que retorna a cena política com o projeto voltado ao legislativo, ainda Ivan Vaqueiro, Irmão Adilson, Antonio Venâncio e Tota. Em 2016, dois vereadores foram eleitos naquela região: Antonio Venâncio e Irmão Adilson.

************************************

É PEGAR OU LARGAR! – Ciente de que terá mais chances de se eleger no PTB ou PODEMOS do vereador e pré-candidato a prefeito, Zé Negão, o Subtenente da Polícia Militar, Gleydson deve migrar do PDT para uma das agremiações partidárias supracitadas. Convidado pelo vereador Zé Negão para integrar seu grupo político e concorrer o legislativo por um dos partidos da coligação, Gleydson disse que está analisando a possibilidade, isso porque, teria mais dificuldade de se eleger no PDT, sigla que faz parte do conjunto de partidos da chamada Frente Popular. Da forma que vem conduzindo o processo, o prefeito José Patriota (PSB) pouco se importaria com a saída do militar, isso porque a Frente Popular está farta de pré-candidatos. Cabe a Gleydson analisar o que é melhor para o seu projeto político…

************************************

PESQUISA DEFINIRÁ A CHAPA – Uma pesquisa a ser realizada nos próximos dias no município de Iguaracy, definirá o pré-candidato da oposição. Depois de um áudio compartilhado nas redes sociais, dando conta de que a chapa seria formada por Francisco de Sales e Léo, o ex-prefeito Dessóles Monteiro (MDB) declarou que a informação não procede, isso porque, uma pesquisa será encomendada para definir a composição da chapa. Os nomes colocados são: Rogério Lins, Francisco de Sales, Leo Dessoles e o do ex-prefeito Francisco Dessóles.

************************************

AUXILIADORA NA ÁREA – Na coluna de ontem (30/07), o blog comentou sobre as expectativas em relação ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), na qual fazia menção a alguns quadros importantes da legenda. Ficou despercebido o nome da Agente Comunitária de Saúde – ACS, Maria Auxiliadora. Com uma história de luta na defesa da classe, Auxiliadora desponta como um dos nomes fortes do PDT, por contar com o apoio de grande parte dos ACS’s e do advogado Steno Ferraz que vem dando um suporte nas articulações com os respectivos profissionais.

************************************

SINAL RUIM PARA ECONOMIA – A nota de R$ 100 reais é de 1994. A nota de R$ 200 reais é o Imposto Ipiranga avisando que vai ter inflação. A desvalorização da moeda vem ai pela frente. A inflação já existe, vai só aumentar. Vamos apenas aguardar a concretização do fato.

************************************

JOGOU A TOALHA – O ex-deputado federal Sílvio Costa (Republicanos) jogou a toalha e desistiu de concorrer a prefeitura de Jaboatão. Alegando a falta de unidade em torno de um nome que reúna melhores condições para representar a oposição, Sílvio anunciou que em função da impossibilidade de unidade, abriu mão de sua pré-candidatura, mas vai continuar dialogando com os pré-candidatos que desejem construir uma Jaboatão mais inclusiva e justa.

************************************

IVERMECTINA – O mercado farmacêutico vendeu cerca de 8,6 milhões de caixa de ivermectina em junho. O número supera largamente o de caixa vendidas no mesmo mês de 2019 –650 mil– e é maior que as vendas somadas de todo o ano de 2019 –8,2 milhões de caixas. Os dados são da consultoria em saúde IQVIA, com base em levantamentos do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos e do Conselho Federal de Farmácia (CFF).

************************************

CÁSSIO CONDENADO – O ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) foi condenado em uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal, que visou adequar a remuneração recebida por ele enquanto ainda estava no Senado ao limite constitucional estabelecido para a remuneração de agentes públicos, já que Cássio acumulava indevidamente o salário de Senador, no valor de R$ 26.723,13, com a pensão de ex-governador do Estado da Paraíba, no valor de R$ 23.500,82. De acordo com o entendimento da juíza Wanessa Figueiredo dos Santos, Cássio Cunha Lima deve repor subsídio de Senador que, somado à pensão especial de ex-governador do Estado tenha superado o teto previsto no art. 37, XI, da Constituição Federal.

…….FinFa…..

O Projeto voltou – A Governo Municipal de Calumbi-PE, através da Secretaria Municipal de Saúde, com todas as orientações e medidas do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, retornou para a população calumbiense, com o Projeto ‘Calumbi volta a Sorrir’, que realiza moldagem odontológica. Segundo a prefeita Sandra Magalhães, já foram entregue moldagens que foram realizada no início da pandemia, e agora foram realizadas estas ações, nos PSF da sede do município e PSF de Roças Velhas. “Já tínhamos realizado entrega de moldagens, agora as equipes de saúde, realizarão visitas nas comunidades de dificil acesso, como Tamboril, Morada e Várzea Grande, mais, que em breve o Projeto ‘Calumbi volta a Sorrir’, será realizado nestas localidades”, pontuou a prefeita.

Contemplados – Os produtores e produtoras rurais, das comunidades de Serra do Zuza e Varjota, no distrito de Fátima foram contemplados neste sábado (01), com 3 (três) Sistema Simplificado de Abastecimento d’água. “Estas obras, são fruto de uma agenda efetiva do Programa ‘Água é Vida’, que tem como objetivo dá melhores condições de vida ao homem e mulher do campo.

Direto – Em conversa com este blogueiro, o ex-vereador, ex-presidente da Câmara de Vereadores de Afogados da Ingazeira, Renon de Ninô, foi direto quando perguntado como se comportaria nas eleições deste ano. “Poderei ser o vice de Zé Negão, se concretizar, minha esposa Adriana, será candidata a vereadora”.

Frase –  “Damos início a um novo momento: diante do convite do governador para integrar a equipe de secretários. Sabendo da importância deste desafio, aceitamos a missão de continuar contribuindo com desenvolvimento de Pernambuco à frente da pasta de Ciência, Tecnologia e Inovação”.(Deputado Lucas Ramos,que vai assumir nesta manhã a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de PE)

Concluiu – O Governo Municipal de Itapetim-PE, concluiu o sistema de abastecimento d’água do sítio Batinga e Santa Rita. Segundo o prefeito Adelmo Moura, esta obra,vai benefeciar 30 famílias beneficiadas, com a estação, e água encanada em suas residências.

Iniciadas –

O Governo Municipal de Custódia, não para de trabalhar, através da Secretaria de Obras. Em pleno domingo, foram iniciadas as obras de saneamento e desobstrução da Avenida Germano de Souza Lima, no Bairro da Redenção. “Os serviços não tem dia para serem iniciados, o que faz nosso governo se preocupar com a população, iniciamos esta obra aqui na Redenção, e vamos aos poucos solucionando os problemas no município”, disse o prefeito Manuca.

Frase – “Vai acontecer novidades nas eleições deste ano aqui em Afogados da Ingazeira. Aguadem!” (Um político  de Afogados da Ingazeira, em contato com este blogueiro)

Perguntar não ofende – O vereador Antônio Rodrigues (PP), vai ser o vice de Carlos Evandro em Serra Talhada?

‘Após mais de 4 meses  de covid-19 na PB, Ouro Velho é o único município livre da doença’

Única cidade sem covid-19 na PB, Ouro Velho aplicou testes sem ...
Ouro Velho é a única cidade do município paraibano que ainda não registrou casos confirmados de Coronavírus, após mais de quatro meses do primeiro caso confirmado na Paraíba. A informação foi confirmada no último boletim divulgado neste sábado (1º), pela Secretaria de Estado da Saúde.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *