Miss Dourada

Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Dr. Fred Barros
Odonto Center
Sertão Online
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Informatic Center
Eduardo da Fonte
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

~~~Giro pelos Blog’S–(Segunda-feira 14.09.2020)~~

Cenário favorável a Zeca

As chances do candidato do PTB a prefeito de Arcoverde, Zeca Cavalcanti, voltar a governar o município são amplas, segundo a primeira pesquisa do Instituto Opinião, com exclusividade para este blog, postada acima. Muitos fatores contribuem para isso, entre os quais o dele já ter governado sua terra natal por duas vezes com tamanho grau de aprovação que elegeu a atual prefeita Madalena Britto (PSB), escolhida entre os seus auxiliares e que, pouco tempo após tomar posse, com ele rompeu de forma irreversível.

Depois do rompimento, Madalena passou a encarar o então criador como adversário figadal, entrando numa relação de ódio mortal. E derrotou o seu grupo em 2016, emplacando a reeleição. Naquele pleito, o grupo de Zeca enfrentou a prefeita lançando Nerianny, esposa dele. Madalena teve 60,73% dos votos contra 39,27% da postulante trabalhista. Reeleita, a socialista não conseguiu fazer uma boa gestão. Segundo o levantamento, quase metade dos entrevistados desaprovam a sua administração.

Com tamanha rejeição, não é fácil conduzir o andor de ninguém e parece que o que escolheu, no caso o empresário Wellington Maciel, conhecido como Wellington da LW, do MDB, é de barro. Quando de barro, o santo, por mais forte, não faz milagres. O fator aprovação de gestão pesa muito numa eleição, principalmente municipal, a que a população mais se envolve, porque é o governo que está mais próximo a ela, no qual o eleitor depende de tudo, da sua rua calçada, sem lama e bem cuidada a uma escola de qualidade.

Pesa, também, o fator candidatura. Por mais que seja um empresário bem sucedido, Wellington foi escolhido de última hora, se meteu numa seara estranha à sua rotina de vendedor depois que a prefeita tentou emplacar outros nomes, entre eles o da vereadora Cibely Roas, sua primeira opção. Doutora Cibely, como é conhecida, só não virou a candidata da prefeita porque não se submeteu às pressões para trocar o Avante, seu partido, pelo PSB, partido da prefeita. Isso está registrado no noticiário da época.

Como está registrado também que a prefeita ensaiou um namoro político com o delegado Israel Rubis, do PP, considerado o grande algoz dos vereadores que integram o Legislativo de Arcoverde. O namoro não prosperou, mas o delegado acabou aceitando ser o vice de Wellington para a infelicidade dos vereadores, entre os quais a presidente da Câmara, Célia Galindo. Embora do mesmo partido da prefeita e aliada dele de primeira hora, Galindo não votará no empresário.

Os ventos não sopram favoráveis ao candidato da prefeita por outro motivo ainda bem fresquinho na mente do eleitorado: objeto de uma operação fiscal do Governo do Estado em seus negócios, Wellington tem horror ao governador Paulo Câmara, aliado da prefeita. A rejeição do Estado também é grande em Arcoverde, segundo a pesquisa, porque o município, apesar de ser gerido pelo PSB, foi, literalmente, abandonado na era Câmara.

ESCOLHA ERRADA – Ao escolher Isabella de Roldão para vice, o pré-candidato do PSB a prefeito do Recife, João Campos, usou a estratégia para disputar diretamente com Marília Arraes o voto de esquerda. PSB/PDT é chapa puro sangue esquerdista, um ensaio para se reproduzir em 2022 na eleição presidencial, desta feita o PDT na cabeça com Ciro Gomes. Analistas da política recifense acham, entretanto, que João errou na estratégia. A chapa mais competitiva deveria ter um vice com perfil de centro-direita, já que existe um universo expressivo do eleitorado nesse campo, que não aprova radicalização nem de direita nem de esquerda.

BOA SACADA 

Se a médica Sarita Pessoa de Melo, esposa do presidente da Embratur, Gilson Neto, se confirmar na chapa do pré-candidato do PSC a prefeito do Recife, Alberto Feitosa, o presidente Bolsonaro estará com os dois pés na campanha, contrariando a estratégia inicial dele de não se envolver na eleição municipal. Feitosa jogou certo. Aliado de primeira hora do presidente, Gilson tem como envolver o chefe na campanha. De largada, segundo analistas, Bolsonaro transferiria em torno de 15% dos votos do seu eleitorado cativo para Feitosa, deixando-o como alternativa competitiva do eleitorado conservador.

DISSIDÊNCIA – Até quarta-feira, prazo final para realização das convenções, se aguarda também o desfecho da novela envolvendo o namorado da apresentadora global Fátima Bernardes. Desgastado com o affair da vice de João, Túlio Gadêlha tende a ficar neutro na eleição, mas há quem admita que possa abrir entendimentos em apoio à candidatura de Marília Arraes, do PT. Gadêlha foi, por muito tempo, o vice dos sonhos de Marília, mas a direção nacional do PDT preferiu alinhamento ao PSB. Se Gadêlha declarar apoio a Marília não será oficial. Abre uma dissidência dentro do partido, levando filiados e eleitores que não querem votar no candidato do PSB na capital.

E DANIEL? – Outra definição aguardada é do deputado Daniel Coelho, que jogou a toalha, saindo do páreo na disputa pela Prefeitura do Recife pelo Cidadania. A principio, estaria propenso a apoiar Patrícia Domingos, pré-candidata do Podemos, mas não teria obtido ressonância nas bases nem tampouco a delegada teria feito qualquer movimentação para tê-lo em seu palanque. O que se diz é que pode voltar ao páreo ou lançar um candidato do faz de conta para favorecer os postulantes a vereador. Reabertura de negociações com o bloco da oposição, fechado com Mendonça, estaria fora da sua agenda.

INDECISÃO – Em Caruaru, o deputado e ex-prefeito José Queiroz deve anunciar hoje se será de fato candidato à sucessão de Raquel Lyra pelo PDT. Desde o início da semana, ele está sendo orientado por uma equipe de marqueteiros do eixo Rio-São Paulo. O rumo dele dependerá, também, de uma pesquisa que contratou para aferir o seu potencial eleitoral numa disputa isolada, num primeiro cenário, e outro com o apoio do grupo do deputado Tony Gel, do MDB. Saindo para o jogo, Queiroz pode oferecer a vice ao Tonynho, filho de Gel, empresário de eventos e bem relacionado na cidade, com chances de atrair o voto da juventude.

LIVE – A live do blog desta segunda-feira será com o diretor-técnico do Dieese, o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, Fasto Augusto Júnior, cientista social. Ele vai falar sobre as avaliações que estão sendo feitas pelo órgão em relação à proposta de Reforma Administrativa que está no Congresso e também sobre as análises em relação à alta do preço do arroz, que foi objeto de estudo do Dieese ao longo da última semana. Acontece às 19 horas pelo Instagram do blog. Se você ainda não nos segue lá, anote o endereço: @blogdomagno.

Perguntar não ofende: O misterioso Daniel Coelho diz hoje ou amanhã o que fará nas eleições do Recife?

~~Coluna do FinFa~~

Nota – O pré-candidato a prefeito do Recife, João Campos, emitiu nota sobre o apoio da Rede Sustentabilidade. “Estamos constituindo uma Frente ampla e representativa, que conta com diversas e importantes contribuições programáticas. E reeditar a aliança com a Rede Sustentabilidade fortalece a nossa caminhada na construção do Recife que queremos, menos desigual e com mais oportunidades para a nossa população. Quero agradecer o apoio e a confiança de todos que fazem o partido na nossa cidade e me comprometer com uma agenda que assegure políticas públicas que garantam direitos e cidadania”.

.

Frase 1 – “Não fiz mais porque tive que recuperar o deixaram”. (Prefeito Zeinha Torres de Iguaracy-PE),

Frase 2 – “A maioria dos diretorianos do PT do Recife, só acompanham Marilia Arraes, se ele for para o 2º Turno”. (Um petista do Estado de Pernambuco em conversa com este blogueiro)

Você sabia – Que a pré-candidata a prefeita de Serra Talhada, Marcia Conrado (PT), tem 07 partidos lhe apoiando,  PT, PP, PSD, Podemos, PSOL, Cidadania, PTB, e apresentou na sua convenção 108 pré-candidatos a vereador.

Perguntar não ofende – O professor Murilo Holanda será o vice na chapa do prefeito de Santa Terezinha, Vaninho de Danda?

Coluna da Folha /Edmar Lyra

Desfecho foi positivo para a Frente Popular 

No final de semana, a Frente Popular recebeu o apoio de dois partidos importantes no processo eleitoral do Recife. Primeiro, o PDT, que com 28 deputados federais, consolidou João Campos ampliando sua presença no guia eleitoral, depois a Rede Sustentabilidade, que traz o simbolismo de Marina Silva para o palanque de João Campos.

A decisão do PDT possibilitou a oficialização da escolha de Isabella de Roldão para o posto de vice-prefeita na chapa encabeçada por João. Isabella que já foi vereadora do Recife, secretária e atende ao desejo da Frente Popular de ter uma mulher na composição da chapa majoritária.

O desfecho representou o apoio de doze partidos a João Campos, cujo diálogo foi permanente até a definição da chapa majoritária, atendendo às demandas de cada partido e sublinhando a importância de todos eles para o projeto do PSB na capital pernambucana.

Fazendo um paralelo com os nomes oposicionistas, o projeto representado por João foi o único a receber apoios importantes na reta final, e diferentemente da oposição que se fragmentou em seis postulações, o campo de João ampliou sua força, reforçando que o eleitorado de centro-esquerda deve caminhar com o projeto do PSB no Recife.

Troca-troca – A alta cúpula do grupo Elias Gomes tem aconselhado o emedebista a trocar o vice de sua chapa, o ex-prefeito Vado da Farmácia até esta terça-feira, data de sua convenção. Eles não esperavam o impacto negativo da rejeição das contas de Vado na candidatura do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes. O guru de Elias, o marqueteiro Aldânio da Studio 2, prevê que Gomes poderá ser bastante questionado por onde passar sobre a aliança com Vado.

Permanência – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) manteve Rodrigo Pinheiro como vice na sua chapa. O anúncio foi feito na convenção realizada ontem. Rodrigo é amigo de longas datas de Raquel e goza da estrita confiança da prefeita, sendo um parceiro importante nos quatro anos da sua gestão e permanecerá com a dobradinha caso a chapa seja reeleita.

Cateterismo – O ministro da Justiça, André Mendonça, de 47 anos, foi submetido a um cateterismo após sentir um mal-estar durante o domingo. De acordo com a assessoria, o ministro passa bem. André Mendonça é cotado para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Ampliando parcerias – O deputado João Paulo Costa (Avante) tem ampliado as parcerias no Agreste de Pernambuco e vem ganhando força para sua reeleição. Neste final de semana, declarou apoio ao grupo do atual prefeito de Lagoa do Ouro, Marquidoves. O parlamentar participou da convenção que oficializou Vanderlei candidato a prefeito no município. “Ao lado do prefeito Marquidoves e do amigo Vanderlei, vamos trabalhar na Alepe para levar investimentos ao município”, declarou.

Relatório – O ministro Edson Fachin, do STF, divulgou, relatório sobre a Operação Lava Jato no STF. Desde fevereiro de 2017, quando assumiu a relatoria, o ministro proferiu 11.862 decisões na Lava Jato. Fachin assumiu a Lava Jato após o falecimento do ministro Teori Zavascki, em um acidente de avião.

Inocente quer saber – Qual será o fato novo na oposição até quarta-feira no Recife?

~~COLUNA DO ITAMAR FRANÇA~~

 

O TOM DA CAMPANHA

O primeiro debate eleitoral entre os três candidatos à prefeitura de Afogados da Ingazeira nas eleições municipais de 2020 – Alessandro Palmeira, Zé Negão e Capitão Sidney –, realizado na Rádio Pajeú FM, mediado pelo comunicador Nill Júnior, marcou o tom que as candidaturas deverão adotar até o final da campanha.  Os candidatos apresentaram aos ouvintes da Pajeú e Cidade FM suas ideias e propostas, questionaram adversários e responderam a questões formuladas pelo blogueiro Júnior Finfa e por entidades representativas da sociedade organizada, de setores produtivos e de categorias de trabalhadores da cidade. O candidato governista Alessandro Palmeira (PSB) foi comedido nas palavras e mais de defendeu das críticas de Zé Negão do Capitão Sidney. No jogo, cada um dos oposicionistas acabou ajeitando de forma sutil, a bola para o outro. Enquanto Palmeira buscava demonstrar as realizações de seu governo, Sidney e Zé Negão desconstruía o discurso na afirmativa de que o ex-prefeito Totonho o taxou de poste. Palmeira por sua vez foi diplomático, dando de forma eficiente às respostas cabíveis. Para muitos o debate foi de ataques e críticas a atual gestão. Faltou mesmo, prioridade e compromisso na propagação de mais propostas. Se quiser se safar do paredão, é melhor para Palmeira nem participar dos outros debates, isso certamente lhe resguardará do bombardeio..

*****************************************************

DEFINIÇÕES DE ÚLTIMA HORA

Alguns partidos políticos deixaram para a última hora a realização das convenções que oficializaram candidaturas de seus representantes ao cargo de vice-prefeito. Em Afogados da Ingazeira, a Frente Popular fará sua convenção nesta terça-feira (15), onde apresentará o nome do vice na chapa que será encabeçada pelo escritor e poeta Alessandro Palmeira (PSB). O vereador Daniel Valadares (MDB) deverá ser anunciado como companheiro de chapa de Palmeira, numa coligação entre PSB e MDB. São dois jovens, que assim como os demais pré-candidatos se apresentarão como nomes da renovação política do município.

*****************************************************

POSSIBILIDADE

Por falar em MDB, há uma possibilidade de Toninho, filho do ex-prefeito Totonho Valadares vir a disputar uma vaga na Câmara de Afogados. Filiado ao MDB, Toninho tem sido solicitado por amigos a participar ativamente do pleito na condição de candidato proporcional. Ele nunca falou publicamente sobre o assunto, mas a possibilidade ao que parece não está descartada. Com a eventual retirada do nome de Lindão, Toninho pode colocar o nome a disposição do partido.

*****************************************************

REPETECO…

Em Triunfo a chapa Luciano Bonfim e João Hermano, ambos do Avante, os quais governtanaram o município por dois mandatos, também foi definida de última hora. Luciano que havia anunciado a imprensa que não mais pretendia disputar a prefeitura voltou atrás da decisão e foi homologado pelo partido como o nome da sucessão do prefeito João Batista (PSB) que mesmo com a caneta na mão, não teve sequer o direito de indicar a vice. Não há dúvidas de que o policial militar e advogado Josivan Geraldo, seria o nome de sua predileção…

*****************************************************

COM A CHAPA GOVERNISTA

O médico e ex-prefeito de Triunfo, Eduardo Melo (MDB) anunciou apoio à chapa governista composta pelo médico Luciano Bonfim (prefeito) e João Hermano (Vice). Embora não estivesse no contexto do grupo como possível nome entre os postulantes a sucessão de  Batista, Eduardo Melo se apresentava como um ótimo quadro na disputa e como condições reais de suplantar o candidato da oposição. Ainda assim, Eduardo decidiu marchar com Bonfim e Hermano…

*****************************************************

 

DESISTÊNCIA

Em Iguaracy a desistência do comerciante Bibi Alves (Avante) de disputar a prefeitura pegou muita gente de surpresa. Bibi vinha fazendo uma pré-campanha intensiva, principalmente nas redes sociais e se mostrava bastante empolgado com o projeto. O apoio a candidatura de Rogério Lins (MDB) foi anunciado durante a convenção do Avante. Bibi vai concorrer uma vaga no legislativo. A disputa majoritária em Iguaracy agora será ebtre Zeinha Torres (prefeito) e Dr. Pedro Alves (Vice), contra o contador Rogério Lins (prefeito) e Francisco de Sales (Vice).

*****************************************************

CANDIDATOS NA PENDURA…

O chamado “Chapão da Morte” do Partido Social Democrático (PSD) pode ter surpresa e deixar quadros bons de fora do legislativo nas eleições de 15 de novembro. É que nomes como Augusto Martins, Erickson Torres e Wellington JK correm o risco de não se elegerem. Na briga, Douglas Eletricista, Saegente Argemiro e Rubinho do São João podem surpreender nas urnas. Há ainda quem sabe uma possibilidade de o policial Edson dos Cosméticos ser vem votado. Augusto Martins que era um nome dado como certo na recondução do cargo tem que suar a camisa e trabalhar dobrado. O time é forte e os concorrentes pra lá de competitivos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *