Dr. Robson Stênio

Miss Dourada

Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Dr. Fred Barros
Odonto Center
Sertão Online
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Informatic Center
Eduardo da Fonte
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

~~~Giro pelos Blog’S—(Quarta-feira …23.09.2020)~~~

Cenário confuso no Recife

A sucessão do prefeito Geraldo Júlio (PSB) no Recife está zerada, conforme levantamento do Instituto Opinião abaixo, que voltou a fazer pesquisa para este blog com exclusividade depois de uma paralisação por causa da pandemia do coronavírus. Parceiro do blog já na quinta eleição, Joaquim Braga, dono da Opinião, com sede em Campina Grande, se ausentou porque sua empresa não trabalha com pesquisa por telefone.

Diante desta situação, recorri ao Instituto Potencial, da Bahia, que fez pesquisas por telefone no Recife, Jaboatão e Olinda, em cima deste vácuo deixado pela parceira paraibana. Mas desde que voltou a fazer pesquisas presenciais, o Instituto Opinião, que nos deu uma margem histórica de 99% de acertos ao longo dos últimos 14 anos, renovou nossa aliança e passamos a publicar apenas levantamentos sob a sua responsabilidade.

Neste primeiro cenário traçado, algumas constatações óbvias: os percentuais de intenção de voto são muito baixos entre os candidatos. Marília Arraes (PT), que aparece à frente, não tem 20%, o que, diga-se de passagem, é muito ínfimo. Com as duas máquinas, a do Governo do Estado e a da Prefeitura do Recife, moendo em seu favor, João Campos, por sua vez, não chega a 15%.

Nos cenários de segundo turno, Marília, embora apareça na frente de todos, não tem ainda a segurança de que emplaca a eleição, que vai depender de muitos fatores, entre eles o X da questão PT, partido desgastado pelos escândalos de corrupção na era Lula e Dilma e que, no Recife, não está no palanque dela, mas agarrado aos cargos nos governos Câmara e Geraldo. Uma vergonha, para não dizer um comportamento escandaloso e imoral.

Já João Campos, embora tenha o maior exército de partidos aliados pedindo voto em sua aliança, vai enfrentar o desgaste da gestão PSB no Recife, rejeitada por quase metade da população, segundo a pesquisa. Isso sem falar que passará a campanha inteira se explicando sobre as seis operações da Polícia Federal na Prefeitura gerida pelo se padrinho, o prefeito Geraldo Júlio, que ganhou o troféu de “Hexa” em operações da Federal.

A pesquisa mostra, também, que João tem adversários competitivos na disputa pela segunda vaga no segundo turno, isso levando em consideração que Marília está na frente e, teoricamente, estaria com vaga assegurada na disputa final. São igualmente fortes, pela ordem da pesquisa, Mendonça Filho, do DEM, e a delegada Patrícia Domingos, do Podemos. Aliás, João, Mendonça e Patrícia têm praticamente os mesmos percentuais e fica impossível, a esta altura, ainda sem campanha o start da campanha, que só será dado no próximo domingo, saber quem vai se distanciar de quem nessa competição.

Por fim, é possível concluir, também, que o apoio de Daniel Coelho e do seu partido, o Cidadania, não agregaram em nada à candidatura da delegada, que aparece, numericamente, abaixo de Mendonça. A eleição no Recife promete muitas emoções, mas neste primeiro retrato do Instituto Opinião é inegável de que os quatro principais postulantes– Marília, João, Mendonça e Patrícia – são japoneses, ou seja, iguais em densidade eleitoral.

Apareceu patrimônio – Desde ontem, já é possível vasculhar a vida econômica dos candidatos a prefeito e vereador. Quem cresceu ou decresceu patrimônio. Em Ipojuca, a galinha dos ovos de ouro em arrecadação própria, a oposição já bateu o olho na declaração da prefeita Célia Sales (PTB). Segundo foi constatado, a trabalhista confirmou ter bens avaliados em R$ 1 milhão, tamanho do crescimento de patrimônio em relação a 2016, quando declarou à justiça eleitoral, no ato de registro da sua candidatura, não dispor de nenhum bem que chegasse a esse valor obtido em três anos e meio no poder.

Voto pelo celular – O Tribunal Superior Eleitoral lançou edital a fim de estabelecer parcerias com empresas que desenvolvam um sistema de votação online que possa ser usado pelo celular e sem sair de casa. A tecnologia será testada na eleição deste ano, mas com candidatos fictícios e em 2020 o voto seguirá na urna eletrônica. A ideia do TSE é que alguns colégios eleitorais de Curitiba (PR), Valparaíso de Goiás (GO) e São Paulo tenham estandes para testar a nova ferramenta no primeiro turno, em 15 de novembro. O objetivo é buscar formas de reduzir o percentual de abstenção e de diminuir o custo para realização das eleições. As parcerias serão gratuitas. As empresas interessadas deverão manifestar interesse ao tribunal entre 28 de setembro e 1º de outubro.

Inelegível – O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro formou maioria para proibir o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) de se candidatar a cargos públicos até 2026, em julgamento de duas ações em que o prefeito é acusado de abuso de poder e prática de conduta vedada. Dos sete integrantes do Tribunal, seis votaram pela punição. Um integrante pediu vistas e deve emitir seu voto na sessão de amanhã. Crivella já anunciou que vai recorrer da decisão, depois que o julgamento for concluído. Ele pode levar a decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Supremo Tribunal Federal (STF). Crivella respondia às ações devido a dois eventos promovidos pela prefeitura às vésperas da eleição de 2018. As ações foram julgadas em conjunto.

Moro que se cuide – Em sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, a ministra Maria Thereza de Assis Moura, corregedora-geral do Conselho Nacional de Justiça, mandou um recado para o ex-ministro Sérgio Moro. Afirmou que a quarentena de juízes que queiram disputar cargos públicos precisa ser discutida. “É muito importante que esse tema seja regulamentado”, disse. A magistrada lembrou que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, defendeu um prazo de oito anos para que um juiz esteja apto a disputar cargo público após deixar a toga. “Eu acho que o amadurecimento dessa matéria pelo Poder Legislativo é muito relevante e merece um tratamento”, destacou.

CURTAS

RECUOU – A ministra Ana Arraes, do Tribunal de Contas da União, revogou uma medida cautelar que suspendeu o contrato da PF (Polícia Federal) com a empresa Planet Labs por imagens de satélite. Na última sexta-feira, a própria ministra havia publicado despacho determinando a suspensão do contrato recém-assinado pela Polícia Federal com a empresa. Na decisão de suspensão do contrato, a ministra havia afirmado que análise preliminar de técnicos do TCU teria mostrado que “a aquisição das imagens contratadas, em tese, não agregaria vantagem alguma que já não fosse oferecida pelo monitoramento desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, ou mesmo gratuitamente por outras entidades, podendo, eventualmente, configurar prejuízo ao erário federal”.

BOA NOTÍCIA – Motoristas em todo o País terão mais tempo até precisar renovar suas licenças para dirigir. O projeto que amplia o prazo máximo de validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de cinco anos para até 10 anos teve sua votação concluída, ontem, pela Câmara dos Deputados. O texto também permite acumular mais pontos antes de o infrator ter o documento suspenso pelas autoridades de trânsito, podendo chegar até a 40, dependendo do tipo de multa que receber – hoje o máximo são 20 pontos. Agora, só falta a sanção do presidente Jair Bolsonaro para se tornar lei.

Perguntar não ofende: Um prefeito com metade da população desaprovando a sua gestão tem condições de eleger o sucessor?

~~~~Coluna do FinFa~~~~

Maior bloco política da história – Na cidade de Ouro Velho no Estado da PAraíba, a prefeita Natália e o líder político Dr. Junior, montaram a maior chapa de coligações da história, formadas pelos blocos dos partidos Democratas, PSDB, PTB e Podemos.

A coligação, denominada de “Ouro Velho Avante com o Trabalho”, terá como candidato a prefeito Dr. Augusto e vice o atual vereador Paulo Júnior, ambos filiados ao Democratas, além de 14 candidatos a vereadores.

A chapa da situação deverá enfrentar a chapa da oposição formada por apenas 1 partido (PSD), tendo como candidata Irmã Paula, esposa do atual vice Ike, rompido com o grupo da prefeita, e conta com apenas 3 candidatos a vereadores.

Via Verde – O prefeito de Triunfo-PE, João Batista, postou na sua rede social o sonho que foi realizada: “Quando “Deus quer, o homem sonha, a obra nasce”. A via verde é um sonho que vislumbramos a quatro anos atrás e divulgamos no nosso plano de governo. De início as pessoas não acreditaram, outros acharam bom demais para ser verdade, mas hoje tai! Com um bom planejamento, capacidade de negociação e acima de tudo muita fé e força de vontade a gente conseguiu tirar do papel. Ela representa não somente uma via alternativa ao trânsito, mas um verdadeiro parque linear, incremento ao turismo e melhoria da qualidade de vida do nosso povo. O asfalto já tá pronto, agora é cuidar das calçadas, jardinagem e detalhes finais”.

Você sabia –

Que o partido AVANTE, comandado pelo suplente de senador, Waldemar Oliveira, e capitaneado pelo deputado federal Sebastião Oliveira (foto), lançaram o número máximo de pré-candidatos a vereador no Recife, com 59 nomes.

Frase – O Novo MDB É O DO JUCÁ , Padilha, Geddel, Temer’ Estou fora, sou do velho MDB de Guerra. O partido das classes populares, desligadas do interesse do capital vadio e financeiro.(Roberto Requião postou no seu Tweetar)

 

.

Disse –

“Mais um ano que comemoramos a colocação de uma de nossas escolas entre as 10 melhores do estado, nos anos finais do IDEPE, referente ao ano de 2019. Após a nota acima da média no IDEB, temos mais um motivo para parabenizar a qualidade da Educação de Serra Talhada. Estamos vendo o desenvolvimento do nosso município caminhar a passos largos”.(Prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, na sua rede social)

Você sabia –

Que um prefeito socialista do Pajeú, em conversa com este blogueiro, confirmou que hoje faltam 52 dias para eleição, e até agora não houve pelo menos uma reunião com o comando do partido no Estado para pelo menos saberem como o partido vai se posicionar com seus candidatos nesta eleição de 15 de novembro.

Anuncia –

O Governador de Pernambuco Paulo Câmara, anuncia às 10 horas desta quarta-feira (23), no Palácio do Campo das Princesas, os destaques do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe) de 2019. A divulgação do Idepe, que este ano será transmitido online, para acompanhar o evento, basta acessar o link: https://youtu.be/I_7_Ymc0ZMc

Perguntar não ofende –

Finalmente, quem têm contas rejeitadas pelo TCE-PE vai poder disputar as eleições deste ano?

~~Coluna da Folha / Edmar Lyra~~

Patrícia e Daniel podem criar novo pólo de poder no estado

O deputado federal Daniel Coelho fez um movimento que mexeu no cenário eleitoral da disputa do Recife após sair oficialmente do que seria sua terceira tentativa ao Palácio do Capibaribe ao oficializar o apoio à Delegada Patrícia Domingos, candidata do Podemos.

O perfil de candidatura da delegada é parecido com o que foi apresentado por Daniel nas duas ocasiões em que tentou o comando da capital pernambucana, e por isso a aliança foi bem recebida tanto pelo eleitorado de Patrícia quanto pelo de Daniel que viu o deputado ser apunhalado pelas costas pela própria oposição tradicional.

Em tese candidato à reeleição em 2022, Daniel Coelho assumiu a coordenação da candidatura de Patrícia no Recife e em poucos dias já deu pra perceber uma guinada positiva na comunicação e em especial nas redes sociais da delegada, que têm garantido maior engajamento da população. Se porventura a delegada vencer a disputa ou tiver mais votos que a oposição tradicional, Daniel Coelho e a delegada estarão construindo um novo polo de poder em Pernambuco iniciando-se pela capital.

Isso poderá trazer desdobramentos para 2022 onde Daniel Coelho poderia considerar a hipótese de disputar o Palácio do Campo das Princesas com o apoio da delegada e de outros nomes que hoje apostam no projeto do Podemos como o deputado federal Ricardo Teobaldo, os deputados estaduais Wanderson Florêncio e Clarissa Tércio e outras lideranças políticas que se acoplariam ao projeto no decorrer dos próximos dois anos.

Segundo turno – 95 municípios no Brasil com mais de 200 mil eleitores estão aptos a ter segundo turno para escolha de prefeito e vice-prefeito. Em Pernambuco, seis cidades poderão segundo turno: Caruaru, Jaboatão, Olinda, Paulista, Petrolina e Recife. No Brasil, não haverá eleição apenas no Distrito Federal e em Fernando de Noronha (PE).

Prazo – 26 de setembro é o último dia para os partidos apresentarem à Justiça Eleitoral o requerimento de registro de seus candidatos. A Justiça Eleitoral pede que os partidos fiquem “atentos para evitar congestionamento do sistema no final do prazo”.

Presença – Integrante do diretório estadual do MDB, Jarbas Vasconcelos Filho tem acompanhado diversos candidatos do partido a prefeito e vereador em cidades espalhadas pelo estado. Herdeiro do senador Jarbas Vasconcelos, Jarbas Filho poderá disputar as eleições de 2022 como candidato a deputado estadual.

Exércitos – João Campos conta com 445 candidatos a vereador, seguido de Patrícia Domingos (97) e Marília Arraes (94). O Coronel Alberto Feitosa tem 73 candidatos lhe apoiando. Ex-governador, Mendonça Filho possui apenas 63 candidatos em sua coligação.

Força – Além do tempo de televisão, uma importante contribuição para um candidato majoritário é o apoio dos vereadores na disputa. Isso pode ajudar de forma significativa o candidato a prefeito a levar sua mensagem aos quatro cantos do Recife. Ter poucos candidatos proporcionais lhe apoiando é sinônimo de dificuldade na disputa.

Inocente quer saber – Como virão as próximas pesquisas que foram registradas para prefeito do Recife?

~~COLUNA DO ITAMAR FRANÇA~~

COLUNA DO ITAMAR FRANÇA - Blog do Itamar

MUDANÇAS

Em Afogados da Ingazeira, no ano de 2016, houve disputa entre três chapas: José Patriota e Alessandro Palmeira, Emídio Vasconcelos e Ramirinho Simões e na terceira via, Itamar França e Cleide França.  Passados quatro anos do pleito anterior, a situação das coligações sofreu grandes mudanças. Alguns partidos foram extintos, como é o caso do PRP- 44, porém outros surgiram. Agora em 2020, pelo lado situacionista, o vice-prefeito Alessandro Palmeira (PSB) tem como companheiro de chapa, Daniel Valadares (MDB), pela oposição Zé Negão e Renon e pela terceira via Capitão Sidney e Roberto Freitas. O racha não consumado, pintado pelo eleitor nas conversas pelas ruas, pelas redes sociais e pela opinião deste BLOGUEIRO manterá a unidade da Frente Popular que conta com certo favoritismo no pleito, isso porque detém uma maior estrutura, a máquina administrativa e um número maior de candidatos proporcionais…

*********************************************************

ATAQUES

Sobre a “temperatura da eleição” em Afogados da Ingazeira, o ex-prefeito Totonho Valadares (MDB) ao fazer o uso da palavra na convenção da Frente Popular que oficializou a chapa Sandrinho (prefeito) e Daniel Valadares (vice-prefeito) afirmou que a campanha deve ser feita de forma propositiva, sem ataques e sem denegrir a imagem de ninguém. Sobre a sua permanência na Frente Popular, Valadares destacou que trata-se de um projeto maior que os interesses pessoais, o qual visa a continuidade de um trabalho de desenvolvimento da cidade.

*********************************************************

TÁ CHEGANDO A HORA!

Aproxima-se a hora da onça beber água. Vários candidatos acham que podem administrar cidades importantes da região do Pajeú com uma varinha de condão. Muito complicada a situação de Afogados da Ingazeira e Serra Talhada que requer administradores que reúnam capacidade e humanidade. O próximo prefeito de Afogados da Ingazeira precisa ser humano sensível às causas sociais como desemprego, falta de habitação e saúde. Acima disso tudo, a educação tem que ser priorizada. Os debates servirão de norte para muitos eleitores…

*********************************************************

RENOVAÇÃO

A Câmara de vereadores de Afogados da Ingazeira certamente vai passar por mudanças na próxima legislatura. O discurso dos novos candidatos é que a atual legislatura tem se mostrado fraca, apagada e, por vezes, subserviente! Nomes de destaque da atual legislatura não estarão na Câmara no próximo mandato, como por exemplo, Igor Mariano, Zé Negão e Daniel Valadares. Sem nomes fortes e experientes na próxima legislatura, a eleição da nova mesa diretora da Câmara, é muito possível que vejamos um novo protagonismo no Legislativo afogadense. A cidade não possui um Legislativo “protagonista de mudanças” há muito tempo e tem pago caro por isso! Projetos importantes para o desenvolvimento da cidade, como Plano Diretor e tantos outros, não são concluídos porque não temos um Legislativo eficiente!

*********************************************************

É SEMPRE A MESMA COISA…

As pesquisas mostram que o eleitor deseja fazer mudanças no Legislativo, mas não mostra quem serão os “novos líderes” da casa! Ainda é muito cedo para isso, visto que a campanha só começa de fato a partir do dia 27 deste mês. Algumas “boas experiências legislativas” como Augusto Martins, Renaldo Lima e Cícero Miguel lutam para continuar, mas o eleitor é quem vai definir. Toda eleição é assim, o eleitor diz que não está “inclinado a abençoar reeleições no Legislativo” e no final das contas acaba reconduzindo a maioria esmagadora deles ao cargo.

*********************************************************

DIVIDIDA

Em Lagoa dos Gatos a oposição sairá dividida na disputa pela prefeitura do município. Aldenora de Boró e Dr. Marcelo concorrerão o pleito contra o atual prefeito Misso de Amparo. Com as candidaturas registradas, Marcelo e Aldenora buscam suplantar Misso que nos últimos dias melhorou a sua aceitação. A execução de algumas ações na cidade e o aumento no número de pessoas trabalhando no combate a pandemia do novo coronavírus ajudaram bastante a imagem de Misso que vinha desgastada. Como a oposição continua batendo cabeça, numa individualidade daquelas, Misso pode ser reconduzido ao cargo no dia 15 de novembro. Uma união entre Dr. Marcelo e Aldenora de Boró certamente determinaria uma vitória da oposição.

*********************************************************

PATINANDO

O candidato a prefeito pela situação em Inajá Marcelo de Alberto (PSD) patina nos números e não consegue alcançar o ex-prefeito e candidato pela oposição Leonardo Martins (PP) que tem colado a imagem de Marcelo ao prefeito Adilson Timóteo (Avante) que vem num desgaste da molesta. Por mais que Marcelo tente descolar e fazer uma campanha dúbia, hora com Adilson, hora sem Adilson, a campanha cresce de forma acanhada sem causar preocupação a Leonardo. A alta rejeição de Adilson respinga no projeto de Marcelo, pois, ressoa como continuidade…

*********************************************************

EXPECTATIVA

Faltando pouco mais de cinquenta dias para as eleições municipais deste ano, a cidade Afogados da Ingazeira no Alto Sertão do Pajeú tem três candidatos a prefeito e uma média de 100 candidatos a vereador felizes e sorridentes, com a certeza de ganharem a disputa. É possível que, após a divulgação dos resultados, tenhamos uma enchente de lágrimas.

*********************************************************

ENCAMINHADA

A coligação do ex-prefeito Capellaro (MDB), em Lagoa Grande, está com a reeleição encaminhada. As pesquisas internas mostram larga vantagem atual prefeito na disputa eleitoral. A aprovação da gestão de Capellaro o colocam como o grande favorito do pleito de 2020.

*********************************************************

FISCALIZAÇÃO

Para aqueles que pensam em fazer “fretes eleitorais” e levar eleitores para as urnas em virtude do COVID-19, a justiça eleitoral prepara uma fiscalização severa nestes casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *