Clínica Médica
Dr. Robson Stênio

Miss Dourada

Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Dr. Fred Barros
Odonto Center
Sertão Online
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
Restaurante Império Gourmet SJE
BMG Correspondente Antônio Filho
F. e P. Droga Center
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Informatic Center
Eduardo da Fonte
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Eletro Móveis
Deixe Seu Like

Em PE plano de vacinação prevê prioridade para 4 grupos e criação de centros municipais

Em PE plano de vacinação prevê prioridade para 4 grupos e criação de centros municipais

A primeira reunião do comitê para acompanhamento da vacinação contra a Covid-19 em Pernambuco foi realizada nesta quinta (7). O grupo apresentou uma versão preliminar do plano de operacionalização. Sugeriu, entre várias medidas, a criação de centros municipais de imunização, além da divisão da população em quatro grupos prioritários, que somam 2,8 milhões de pessoas.

A reunião foi realizada com a presença de representantes da Secretaria Estadual de Saúde, da Secretaria de Saúde do Recife e com o pediatra Eduardo Jorge, representante da Sociedade Brasileira de Imunizações em Pernambuco (SBIm). Os demais componentes participaram pela internet. Não há, no entanto, previsão para início da campanha, já que ainda não houve aprovação de nenhum imunizante no Brasil.

Os participantes da reunião poderão enviar contribuições para a versão final do plano de operacionalização até a segunda semana de janeiro. Somente depois disso, o arquivo será divulgado pelo governo. De acordo com a superintendente de Imunizações de Pernambuco, Ana Catarina de Melo, os profissionais de saúde serão os primeiros imunizados. Uma das ações sugeridas pelo esquema é a aplicação de doses da vacina nas unidades de saúde em que os profissionais trabalham, para evitar perdas e agilizar a imunização. O quarto grupo a ser imunizado, segundo o governo, é composto por profissionais das forças de segurança, trabalhadores da educação, caminhoneiros, transporte aéreo, pessoas que trabalham nos portos, quilombolas e funcionários do transporte coletivo de ônibus e metrô. O registro das vacinas será feito pelo sistema do Programa Nacional de Imunização e, já que há diversas vacinas em processo de aprovação, será preciso informar detalhadamente o tipo de imunizante utilizado para que seja feita a distribuição da segunda dose respectiva.

Com informações do G1 PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *