Clínica Médica
Dr. Robson Stênio

Auto Unidos
Miss Dourada

Dr. Fred Barros
Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Odonto Center
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
BMG Correspondente Antônio Filho
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Deixe Seu Like

“Estamos enfrentando uma pandemia, mas não podemos esquecer da dengue.” Destacou a coordenadora da Vigilância em Saúde de SJEgito

“Estamos enfrentando uma pandemia, mas não podemos esquecer da dengue.” Destacou a coordenadora da Vigilância em Saúde de SJE

Falando ao blog do Erbi,   Naldirene Barros fez um balanço do trabalho a frente da Vigilância em Saúde, que engloba entre outros setores, o epidemiológico e a Vigilância Sanitária.

Ela começou falando do enfrentamento a pandemia, destacando o trabalho que todos os profissionais de saúde, vem fazendo desde março de 2020. “O trabalho é duro, mais toda equipe de saúde de São José do Egito tem dado conta do recado, feito o máximo possível para que, a população sinta o mínimo possível os efeitos.” Disse ela.

A coordenadora também destacou a estrutura montada em São José para enfrentar a pandemia. “Foram montados leitos de UTI na UPA/COVID e de enfermaria, também foi aberto o Centro de Triagem, e montada a central de monitoramento dentro da secretaria de saúde, ações que seguem ajudando no enfrentamento a doença.” Disse Naldirene.

Naldirene lembrou que, apensar da pandemia, outras doenças como a dengue continuam existindo e as pessoas precisam continuar fazendo sua parte para enfrentar o mosquito. “Nosso agente de endemias, precisa visitar de dois em dois meses as casas dos egipcienses, mesmo com a pandemia é preciso que as pessoas receba-os, eles estarão com todo aparato para evitar a contaminação por covid e precisam fazer seu trabalho.” Destacou ela.

Naldirene também falou da importância das pessoas fazerem sua parte para evitar também uma epidemia de dengue, assim como ocorreu a 4 anos. “O município faz sua parte, mas é preciso que cada um de nós também façamos a nossa, diariamente.” Finalizou Naldirene Barros.