Clínica Médica
Casa Bem
Hits
Dr. Robson Stênio

Auto Unidos
Miss Dourada

Dr. Fred Barros
Gordo Construções
AC- Assessoria Contábil e Tributária
Odonto Center
Supermercado Queiroz
PASC – Mais Saúde
Dr. Gilson Brito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Jailson Pneus
BMG Correspondente Antônio Filho
Clínica Santa Lúcia
Casa Shopping Center
ADRIANTUR
Costa Lira
Farmácia Boa Saúde
Centro Clinico
Deixe Seu Like

POR DENTRO DAS 4 LINHAS

Por Franklin Portugal*

Com o empate diante do Vasco no último domingo, o Náutico quebrou um recorde de invencibilidade do Corinthians na Série B do Campeonato Brasileiro. O clube pernambucano chegou a 12 jogos sem derrota, superando o Paulista em 2008 que permaneceu 11 jogos invicto naquela oportunidade. O resultado só confirma como o Timbu está no rumo certo, embora o gosto do empate contra o Vasco, em São Januário, seja amargo, porque o alvirrubro abriu o placar aos 32 do 1⁰ tempo com Vinícius e não levou os 3 pontos por pouco: Morato igualou aos 46 da etapa final. O Náutico permanece líder com 26 pontos. O time enfrenta amanhã (21) o Brasil de Pelotas, nos Aflitos, às 21h30.

Sempre falamos do Náutico com empolgação nessa coluna, mas ao continuar parágrafos abaixo, se perde o tom. Infelizmente. Agora para mencionar mais uma derrota do Santa Cruz, essa no Arruda. Já é o quinto desastre pela Série C, junto com três empates e nenhuma vitória até a 8ª rodada completa. Desta vez o Tombense de Minas foi na casa do Santa e venceu por 1 a 0. A pergunta fica: o que aconteceu com essa gestão para ter contratado de maneira tão equivocada? E não quero frustrar os torcedores. Mas quando um time não tem qualidade, difícil ver milagre, porque qualidade é algo que se tem ou simplesmente não. Pode até trocar de técnico, mas em muitos casos se altera pouco. E tem mais sofrimento à vista: sábado (24), em João Pessoa, o Santa Cruz na lanterna pega o Botafogo, no Almeidão, às 19h.

E já que estamos falando de gestão em apuros, falemos logo do Sport pela Série A. Ontem um resultado para respirar: venceu o América-MG, no Independência, longe do Recife, por 1 x 0. Foi bom porque saiu da zona de rebaixamento, mas isso não esconde os problemas de um time que não consegue criar, não consegue construir, não consegue atacar. Creio que o técnico Umberto Louzer até tenta corrigir, mas não está tendo êxito não. E se não quiser voltar para o Z4, tem de bater o Ceará, no domingo (25), na Ilha do Retiro, às  20h30.

Pela Série D, o Central se repete nos erros. Muitos torcedores dizem: “esse Central que só perde!”. Não é o Central instituição, clube, mas a incompetência em cada formação do elenco. Depois da derrota em casa para o Atlético-CE por 3 A 1, a Patativa está a 6 pontos do G4. Já o Retrô está no G4, pois venceu o Itabaiana em Sergipe por 2 a 1.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.