1-banner1500x363

POR DENTRO DAS 4 LINHAS

Por Franklin Portugal*

A regra do bom jornalismo sempre manda que se obedeça essa diretriz: ao noticiarmos algo, que já seja batido, um fato que não seja novidade, mas ao falar sobre, deve se começar pelo chamado “novo”, o que se tem de mais recente. O que quero dizer é que se fôssemos começar hoje, eu deveria falar logo do Sport, que jogou ontem diante do Palmeiras. Mas, sinto-me obrigado a me voltar logo para outro tema, julgo ser mais urgente e relevante.

Já se passou uma semana desde a confirmação da tragédia, mais uma na verdade em 2021, do Santa Cruz. O tricolor, que por falta de planejamento da atual gestão e respeito a essas cores, com contratações equivocadas, terminou rebaixado à série D de 2022,  se viu diante do Floresta do Ceará com a chance de avançar na Pré-Copa do Nordeste. Pra pelo menos salvar um pouco da temperada do próximo ano, uma Copa do Nordeste cairia do céu para os cofres sofridos do Santa. Só que o time pernambucano cedeu empates ao Floresta e o embate terminou em 3 x 3.  Nos pênaltis, 4 x 2 para os visitantes e Santa foi eliminado. Em outros tempos, aquele Arruda daria força ao dono da casa e deixaria por outro lado em pânico quem chegasse. Isso não se tem visto, porque o perfil de quem vestiu essa camisa tricolor não corresponde com o tamanho da responsabilidade que representa. Ficam lições, e se forem aprendidas, nem tudo está perdido.

Assim como não tem nada perdido pela Série B para o Náutico. Isso depois do empate em 2 x 2 contra o Vasco, nos Aflitos. É ruim perder 3 pontos em casa? É. É falha desperdiçar pontuação para quem quer voltar ao G4? Sim, de fato. Mas, ao ver a bobeira feia do zagueiro  Rafael Ribeiro, que deu de presente a bola para Nenê abrir o placar, e o Vasco rendendo bem em campo, a ponto de abrir 2 x 0, o empate não foi ruim. Mas bom ficar alerta no número 7: faltam 7 rodadas para o término da Série B, e o Timbu está a 7 pontos de voltar ao G4.  Se quiser encurtar a distância, vai precisar de garra para bater o Brasil de Pelotas, em Pelotas (RS), depois de amanhã (28),  no estádio Bento de Freitas, às 21h30.

Na Série A, pensou-se que o Sport ontem à noite poderia sair com pelo menos 1 pontinho de São Paulo. Pela 28ª rodada, o Leão foi pegar o Palmeiras e saiu na frente: fez 1 x 0 e aguentou uma pressão gigante do Verdão em todo o primeiro tempo. Mas, veio o segundo tempo, e aí a “casa ruiu”. O Palmeiras que é vice-líder está no G4, e corre para alcançar o Atlético-MG, são 10 pontos de distância, virou o placar. O jogo terminou em 2 x 1 para o time paulista. O Sport que está a 2 pontos de sair do Z4 perdeu a chance de deixar essa zona. Domingo (31), o Sport pega o Atlético-GO, na Arena de Pernambuco, às 20h30.

Pela Série A2 do Pernambucano,  a segunda fase terminou. Restam agora 4 equipes de olho em 2 vagas para a Primeira Divisão do Estadual.  Estão na briga: Caruaru City,  América,  Íbis (o glorioso), e o Petrolina. Tudo será resolvido em pontos corridos, em 3 rodadas, só jogo de ida, a começar no próximo domingo (31).

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.