1-banner1500x363

Nova pesquisa Quaest mostra vitória de Lula no primeiro turno

Ex-presidente Lula tem 46% dos votos, enquanto Jair Bolsonaro chega a 29%, segundo pesquisa Quaest/Genial

Lula tem 46% das intenções de voto e segue favorito contra Bolsonaro, diz Quaest - CartaCapital

O presidente Jair Bolsonaro (PL) está colhendo os frutos de tentar minar a democracia. As recentes investidas contra o Supremo Tribunal Federal (STF) desagradaram o eleitorado e fizeram a preferência pelo chefe do Executivo ficar estagnada, conforme dados da 11ª edição da Pesquisa Genial/Quaest, divulgada hoje. As informações são do Correio Braziliense.

Os embates do presidente Jair Bolsonaro com o Supremo e com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) interromperam a tendência de crescimento da sua candidatura, segundo a pesquisa. A maioria dos eleitores (45%) reprova o indulto presidencial concedido ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado por ameaças aos ministros do STF.

 Pesquisa Quaest/Genial divulgada dia 11, mostra o ex-presidente Lula com chances de vitória no primeiro turno. Ele tem 46% das intenções de voto, enquanto Jair Bolsonaro, o segundo colocado, chega a 29%.

Com 46%, Lula possui mais votos que todos os outros candidatos somados (44%) e, portanto, há a possibilidade de vitória no primeiro turno. No entanto, considerando a margem de erro de 2 pontos para mais ou para menos, a disputa também pode seguir para o segundo turno.  Atrás de Bolsonaro aparecem: Ciro Gomes (7%), André Janones (3%), João Doria (3%), Simone Tebet (1%), Felipe D’Ávila (1%) e Luciano Bivar (0%). A categoria ‘branco/nulo/não vai votar’ chega a 6%, enquanto 3% estão indecisos. Em todos os cenários considerados, Lula lidera com ampla vantagem. A pesquisa ouviu 2.000 pessoas de 27 estados, face a face, entre os dias 5 a 8 de maio. O índice de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi contratada pelo Banco Genial e registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-01603/2022.

2º Turno 

  • Lula: 54%
  • Jair Bolsonaro: 34%
  • Branco/nulo/não vai votar: 9%
  • Indecisos: 2%