1-banner1500x363

Pai e filha morrem ao tentar cruzar fronteira dos EUA \ A história por trás da foto que simboliza o governo Trump

Sem Título-15.jpg

A fotografia mostra os corpos de um pai e uma filha, de apenas 23 meses, abraçados na margem de um rio.

Óscar Alberto Martínez Ramírez e Angie Valeria Martínez Ávalos, de El Salvador, morreram afogados ao tentar atravessar o Rio Grande, na divisa do México com os EUA.

Na imagem, os dois estão deitados de bruços, com o rosto submerso na água – a menina está com o braço em volta do pescoço do pai, dentro da camiseta dele.

A fotografia, que gerou forte comoção mundo afora, ilustra o drama de milhares de migrantes que arriscam a vida ao cruzar a fronteira em busca do chamado “sonho americano”.

“Eu disse a ele para não ir atrás do sonho americano, que não era fácil cruzar a fronteira pelo rio”, lamentou Rosa María Ramírez, mãe de Óscar, em entrevista ao jornal ElSalvador.com.

A BBC decidiu publicar a foto nesta reportagem, mas alerta que alguns leitores podem considerar a imagem forte.

A tragédia aconteceu no mesmo momento em que os EUA e o México implementam políticas mais rígidas para conter o fluxo de imigrantes ilegais, principalmente da América Central.

Pelo menos seis pessoas morreram nos últimos dias.

Muitos migrantes dizem que estão fugindo da violência e da pobreza em Honduras, Guatemala e El Salvador, e planejam buscar asilo nos EUA.

Hoje tem Fulô de Mandacaru e Dorgival Dantas no São Pedro de Itapetim; veja horário de apresentação das bandas

Nesta quinta-feira (27), começam as atrações do palco principal do São Pedro de Itapetim 2019. Às 21h tem a Banda Pinga Fogo, depois vem Fulô de Mandacaru que sobe no palco às 22h30. Em seguida, às 00h30, é a vez do cantor Dorgival Dantas fazer a alegria dos forrozeiros na Praça Poeta Rogaciano Leite.

As comemorações tiveram início no dia 22 com o II Arraiá Cultural, que contou com apresentações culturais e shows de artistas da terra.

O evento é realizado pelo Governo Municipal através da Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo de Itapetim, com apoio da Fundarpe e do Governo do Estado.

Poeta e forrozeiro Delmiro Barros consegue liberação para voltar aos palcos

O poeta e forrozeiro Delmiro Barros, ex-presidente da câmara municipal de São José do Egito-PE, que se encontra sem cantar profissionalmente  conseguiu uma liberação através de ação judicial movida junto ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).
A partir de agora o forrozeiro poderá se apresentar em qualquer cidade do país, fato que não acontecia desde o mês de dezembro de dois mil e dezessete. Esse fato gerou grande alegria e expectativa dos fãs já que o mesmo é um grande ídolo da música nordestina. (Fonte: Mais Pajeú)

Giro pelos Blog’S (27.o6.2019)

O moderno Coronel Quelê

Figura lendária, patriarca do clã Coelho, em Petrolina, o empresário Clementino Coelho, mais conhecido como Coronel Quelê, entrou para a história como o pai que mais fez herdeiros na política: Augusto, prefeito de Petrolina; Nilo, governador; Gercino, deputado federal pela Bahia; Oswaldo, deputado federal; Geraldo, deputado estadual e prefeito de Petrolina; José, prefeito e suplente de senador e Paulo, pai do senador Fernando Bezerra Coelho.

Nenhum deles, entretanto, conseguiu reproduzir a façanha do pai. Oswaldo elegeu Guilherme, que está fora da política; José fez Ciro estadual. Os Coelho se esvaziaram depois da morte de Nilo, mas nos tempos atuais quem se encaixa, perfeitamente, ao perfil do Coronel Quelê é, sem dúvida, Fernando Bezerra, que elegeu em tempos tão bicudos três filhos: Miguel, prefeito de Petrolina; Fernando Filho, deputado federal, e Antônio Coelho, o caçula, deputado estadual. É o Coronel Quelê dos novos tempos.

Olho no filho – Não me causou surpresa a nota da viúva do ex-governador Eduardo Campos, Renata Campos, negando que tenha qualquer interesse em ocupar no TCE a vaga aberta com a morte do conselheiro João Campos. Discreta e reservada, Renata prioriza, na verdade, o projeto do seu filho, o deputado federal João Campos, candidato do PSB à sucessão do prefeito Geraldo Júlio.

Toma-lá-dá-cá – Os deputados fisiológicos da base do Governo empancaram, ontem, a votação do parecer sobre a reforma da Previdência. Tudo porque o Planalto prometeu e não cumpriu a liberação de R$ 10 milhões em emendas na fase em comissão e R$ 20 milhões para as suas excelências que votarem favorável no plenário da Câmara, não se sabe quando.

Coringa – O advogado Márcio Stefanni é o coringa do Governo Paulo Câmara. Depois de comandar as secretarias da Fazenda, Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Turismo, além de presidir Suape e a AD-Diper, assumiu a diretoria-geral do Prorural. Funcionário de carreira do BNDES, Stefanni morava no Rio quando Eduardo Campos o “sequestrou”.

Se a moda pega – A justiça brasileira é mesmo uma caixinha de surpresas. A de Brasília permitiu, ontem, que o senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que cumpre pena em regime aberto por crime contra o sistema financeiro, possa gozar férias num resort da Ilha de Aruba, no Caribe.

Paulista – A sucessão do prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB), que vive a fase balança, mas não cai, vai entrar para o Livro dos Recordes: já estão no páreo nada menos do que 18 pré-candidatos, mas dizem que Matuto ainda tem amplas chances de emplacar seu herdeiro.

INELEGÍVEL – Em Afogados da Ingazeira foi difundido que o prefeito José Patriota (PSB), presidente da Amupe, poderia disputar a Prefeitura de Tabira. O TSE, entretanto, pôs fim aos prefeitos itinerantes, com jurisprudência ratificada pelo Supremo Tribunal Federa l (STF).

Perguntar não ofende: Os convidados de Bolsonaro para viagens internacionais não são vistoriados?

Coluna Fogo Cruzado – 27 de junho de 2018

O advogado José Paulo Cavalcanti Filho, que integrou a Comissão Nacional da Verdade durante o governo de Dilma Rousseff, pede a palavra para alguns esclarecimentos sobre a morte do estudante pernambucano Fernando Santa Cruz, no Rio de Janeiro, em fevereiro de 1974, supostamente em decorrência de maus tratos de que teria sido vítima num dos aparelhos de repressão da ditadura militar. O advogado afirma que os membros da Comissão estiveram na Usina Cambahyba, no município de Campos, onde o corpo de Santa Cruz teria sido incinerado junto com os demais nove militantes de organizações de esquerda. Foram feitos 118 furos no forno da Usina, em busca de algum resquício de DNA humano, mas nada de encontrou a esse respeito, o que não é prova, segundo José Paulo, de que não teria havido a incineração. A versão de que o estudante pernambucano teria tido o seu corpo incinerado naquele local foi contada pelo ex-delegado da Polícia Civil do Espírito Santo, Carlos Guerra, no livro “Memórias de uma guerra suja”. Ele começou a atuar na repressão aos presos políticos do seu Estado, mas mostrou tanta frieza no trato com os adversários do regime que acabou sendo recrutado para atuar em nível nacional. Hoje, supostamente arrependido, virou pastor evangélico na capital do seu Estado.

Luta empedernida

Em busca de localização do corpo do filho, Fernando, sua genitora, Elzita Santa Cruz, sepultada ontem no cemitério Morada da Paz, bateu em todas as portas onde poderia receber informações. Enviou carta para o então presidente Geisel, para seu ministro da Justiça, Armando Falcão, para os arcebispos Dom Hélder Câmara e Dom Paulo Evaristo Arns (SP) e até para o Comitê Internacional de Anistia.

Pedido de desculpas

Após ler o livro “Memórias de uma guerra suja” do delegado Cláudio Guerra, o ex-ministro José Dirceu escreveu em seu blog que quando chefiava a Casa Civil da Presidência da República, no governo Lula, chegou a sugerir aos comandantes militares um “pedido de desculpas” à nação pelas atrocidades cometidas pelos agentes da repressão em nome do estado brasileiro. Mas sem sucesso.

Sem pernambucanos

Pernambuco tem vários líderes na Câmara Federal, mas nenhum deles na tropa de choque de Bolsonaro. O líder é Vitor Hugo (PSL-GO) e os vice-líderes Herculano Passos (MDB-SP), Carlos Gaguim (DEM-TO), Darcísio Perondi (MDB-RS), Carlos Jordy (PSL-RJ), Guilherme Derrite (PP-SP), Coronel Armando (PSL-SC), José Medeiros (PODE-MT), Lucas Vergílio (SD-GO) e Major Fabiana (PSL-RJ).

Capital provisória

A última vez que o Governo de Pernambuco foi instalado no interior foi em 2009 por ocasião do centenário de São José do Egito. O governador era Eduardo Campos. Na Bahia, o governador Rui Costa é um adepto dessa prática. Recentemente instalou o governo em Cachoeira, que foi a primeira cidade daquele Estado a libertar-se do domínio português em 2 de julho de 1823.

Rupturas políticas

O jornalista Florestan Fernandes Júnior participou ontem, como palestrante, do seminário “Rupturas políticas nos processos de governança e governabilidade nas democracias latino-americanas”, promovido pela Associação dos Docentes da UFPE.  A conferência de abertura foi proferida pelo jornalista Bruno Atman. Florestan falou sobre “A crise da democracia brasileira – entre a mídia e o judiciário”.

Times em preparação

Em Santa Cruz do Capibaribe, capital nacional da “sulanca”, os times estão se preparando para entrar em campo nas próximas eleições. O prefeito Édson Vieira (PSDB), que já foi reeleito, deve apoiar para sucedê-lo o secretário Joselito Pedro (Educação). Já o deputado Diogo Moraes (PSB) divide-se entre o ex-prefeito José Augusto Maia e o ex-vereador Fernando Aragão.

Ainda não é tempo

Já era esperado que a Segunda Turma do STF, por três votos contra dois, negasse o pedido de liberdade para o ex-presidente Lula. A turma é composta pelos ministros Carmem Lúcia, Edson Fachin, Luiz Roberto Barroso, Gilmar Mendes e Celso de Mello. Tecnicamente falando, há “brecha jurídica” para dar-lhe liberdade provisória, mas a repercussão no país seria negativa, daí o indeferimento.

Prisão de membro da comitiva de Bolsonaro com 39 quilos de cocaína repercute no mundo

 A edição global do jornal El País destacou nesta quarta-feira (26) a prisão do membro da comitiva de Bolsonaro com 39 quilos de cocaína.  A edição explicou que “a prisão ocorreu quando a aeronave parou no aeroporto da capital da Andaluzia com destino a Tóquio para servir de avião de reserva para o presidente brasileiro, que viaja em outro avião para participar do G-20 realizada na capital japonesa. O Ministério da Defesa do Brasil emitiu uma nota confirmando a prisão dos militares por tráfico de drogas. Bolsonaro também lançou um tweet confirmando o evento”.

Frio chegando no Pajeú.

Resultado de imagem para frio 14 graus de triunfo-peQueda nos termômetros nas cidades do sertão do Pajeú. Iguaracy a temperatura chegou a 16 graus. Serra Talhada 18; e a média que prevaleceu foi 17 graus em Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Tabira, Ingazeira, São Jose do Egito. Itapetim,Tuparetama e  Stª Terezinha e Brejinho, foi em torno de 15. Destaque maior para Triunfo com 14 graus.

Em áreas da zona rural, comunidades  de SJEgito, Itapetim,Brejinho e Stª Terezinha, como : S.Pedro, Campo do Ambó, Lagoa dos Campos e Lagoa de Mizael chegou a marcar 15 graus, segundo moradores a temperatura variou entre 14, 15 e 16  graus. Até mesmo a quente Serra Talhada teve temperatura baixa de 18 graus. A tendência é de que o frio siga nas nossas noites e madrugadas até o mês de julho.

Itapetim: polícias e prefeitura proíbem loteamento e cobrança de taxa de estacionamento em área urbana no São Pedro

Por iniciativa da Delegacia de Polícia de Itapetim, pelo segundo ano consecutivo, houve um acordo entre a Polícia Civil, a Polícia Militar, e a Prefeitura  para que nas festividades de São Pedro que ocorre naquela cidade, inclusive com atrações de renome nacional nos dias 27 e 28 de junho, não será permitido o loteamento do solo urbano através de “flanelinhas”.

Essa ação visa inibir que pessoas de reputações desconhecidas, sob o argumento de que são guardadores de veículos, passem a extorquir cidadãos para que estes possas estacionarem seus carros e motocicletas na via pública.

“Para se ter uma ideia do sucesso dessa medida, no ano de 2018, durantes as referidas festividades, e sem a presença dos “flanelinhas”, não ocorreu um único furto de automóvel ou motocicleta, ao contrário de anos anteriores, onde houve registro de furtos de carros e motos. Essa ação visa proteger o cidadão, que já paga tantos impostos, de ser cobrado por um serviço sem regulamentação e sem qualquer garantia”, disse o Delegado Edson Augusto.

PREFEITURA DE CARNAÍBA ANTECIPA PAGAMENTO E SERVIDORES RECEBEM QUINTA E SEXTA-FEIRA

Resultado de imagem para ANCHIETA PATRIOTA CARNAIBAOs funcionários da Prefeitura de Carnaíba/PE, no Sertão do Pajeú, vão passar o São Pedro 2019 com dinheiro no bolso. Nesta terça-feira (25), o prefeito, Anchieta Patriota (PSB), anunciou a antecipação do salário referente ao mês de junho de todos os servidores municipais.
De acordo com o gestor, o pagamento será realizado nos dias 27 e 28. Na quinta, recebem os funcionários da secretaria de educação, e na sexta-feira, os profissionais das demais pastas do governo.
“Desde que assumimos a prefeitura de Carnaíba os funcionários vem recebendo dentro do mês trabalhado e muitas vezes antecipamos salários, como é o caso desse mês. Isso vem sendo possível fazer porque estamos mantendo o equilíbrio das contas públicas. Aproveito para desejar boas festas juninas aos nossos servidores e a população em geral”, diz em nota o prefeito, Anchieta Patriota. (Aryel Aquino)

Câmara de Tuparetama votará proposta de redução do recesso em Agosto

Anchieta Santos

Na última segunda-feira, 24 de junho, a Câmara de vereadores de Tuparetama realizou a sua última sessão ordinária antes do recesso que vai até 5 de agosto.

A Casa Legislativa de Tuparetama tem recesso de 75 dias ao ano, antes era de 90.

Na sessão desta semana o Presidente Danilo Augusto em conjunto com os demais vereadores da bancada de oposição, apresentaram proposta pela redução de mais 15 dias.

Assim as chamadas férias dos vereadores de Tuparetama ainda estão bem acima dos tradicionais 30 dias, dos demais trabalhadores do município.  Para aprovar a proposta de redução serão necessários os votos de seis vereadores. A oposição só tem quatro. No segundo semestre a proposta será votada.

O LIVRO “PONTA DE ESPINHO” SERÁ LANÇADO EM ITAPETIM, DIA 27

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e textoO Poeta ARLINDO LOPES têm a honra de convidá-lo(a) para o lançamento do livro: PONTA DE ESPINHO  No dia 27/06/2019 (Quinta-feira), à partir das 10:00h. da manhã, No BAR DE BIA & TITIA, em Itapetim-PE. Declamadores e Música ao Vivo com ALUÍSIO LOPES e Amigos…
Contamos com a sua presença! 
Lançamento: “Ponta de Espinho”
Dia: 27 de junho de 2019
Local: Bar O Sertanejo (Bar de Titia e Bia em Itapetim)
Hora: 10h. Cidade : Itapetim– PE

Giro pelos Blog’S(26.o6.2019)

Coluna Fogo Cruzado – 26 de junho de 2019

Morreu ontem no Recife aos 105 anos de idade um dos maiores símbolos de bravura e persistência no combate ao regime militar que se instalou entre nós em 64: Elzita Santa Cruz Oliveira. Ela teve a infelicidade de ver o filho, Fernando, sequestrado e morto no Rio de Janeiro, cujo nome ainda figura na relação dos “desaparecidos políticos”, dado que seu corpo jamais foi devolvido à família para que tivesse um enterro digno. Dona Elzita viveu uma enormidade e enquanto teve lucidez e saúde jamais abdicou da luta para localizar o paradeiro do filho, que era militante de uma organização clandestina quando foi capturado pela repressão em dezembro de 1973. Uma suposta pista sobre o paradeiro dele foi contada pelo delegado capixaba Carlos Guerra no livro “Memórias de uma guerra suja”, porém nada do que ele relatou foi comprovado pela Comissão Nacional da Verdade. O delegado afirma que Fernando Santa Cruz Oliveira foi assassinado na “Casa da morte”, em Petrópolis, um dos centros de tortura do regime militar, e depois incinerado no forno da Usina Cambahyba, pertencente ao ex-vice-governador do Rio, Heli Ribeiro Gomes, no município de Campos dos Goytacases. Ainda que essa história macabra fosse verdadeira, poderia ter dado um alento à genitora do estudante, fazendo com que ela morresse em paz por ter descoberto, finalmente, o paradeiro do corpo do filho. Mas nem esse direito a ditadura lhe deu.

Corpos incinerados

Depois de participar da “guerra suja” de 64, assassinando em várias partes do Brasil adversários do golpe militar, o ex-delegado Carlos Guerra deu a relação dos presos políticos cujos corpos teriam sido incinerados numa Usina de Campos: Fernando Santa Cruz, David Capistrano, Joaquim Pires Cerveira e Luiz Ignácio Maranhão Filho. Os dois primeiros eram pernambucanos.

Manaus foi a inspiração

Inspirado na Zona Franca de Manaus, o deputado Fernando Monteiro (PP) apresentou um projeto de lei na Câmara Federal pela criação da Zona Franca do Sertão do São Francisco. Antes, o deputado Gonzaga Patriota (PSB) apresentou um projeto de conteúdo mais abrangente: pela criação de uma Zona Franca no Semiárido Nordestino, cuja sede ficaria em Cajazeiras (PB).

Aperto fiscal

Taí duas notícias que têm a ver com a situação fiscal de Pernambuco, caso os estados e municípios sejam excluídos da reforma previdenciária: para aderir ao regime de recuperação do governo federal, o Rio de Janeiro precisa economizar R$ 93 bilhões em seis anos e, Minas Gerais, R$ 130 bilhões. Nem privatizando suas empresas de energia e saneamento irão conseguir esse dinheiro.

Pela candidatura única

O PSB terá candidato próprio a prefeito em pelo menos 10 capitais, com o que espera cacifar-se para as eleições de 2022. Em SP, o ex-governador Márcio França só não será candidato se não quiser. Ele derrotou Doria na capital (2018) e tem a total solidariedade dos colegas de Pernambuco. O PT, com medo de José Luiz Datena, já propôs ao PSB, PDT, PSOL e PCdoB um candidato único.

A volta de Yves

Após perder a disputa em 2016 pela prefeitura de Igarassu, o ex-prefeito Yves Ribeiro deverá voltar para Paulista, cidade que ele administrou duas vezes. Só não será candidato pelo PSB porque o partido tem outra alternativa. Ribeiro está com o nome relativamente cansado, mas ainda é o que pode reunir mais forças para enfrentar o candidato do prefeito Júnior Matuto (PSB).

No centro do poder

O senador Fernando Bezerra (MDB-PE) tem participado de todas as reuniões políticas com o presidente Bolsonaro quando a pauta envolve matérias que estão tramitando no Congresso. O presidente parece satisfeito com a jovem “raposa” pernambucana e deve ter-se arrependido por não ter escolhido um líder na Câmara com o mesmo talento. O atual, Major Vitor Hugo (PSL-GO), é fraco.

Quórum baixo

Ainda era pequena, ontem, a presença de deputados nordestinos no plenário da Câmara Federal porque as festas juninas na região ainda irão se prolongar até o próximo dia 30. Gravatá e Petrolina já encerraram os seus festejos, mas eles ainda continuam no Recife, Arcoverde, Caruaru e Carpina. Dia 5/7 próximo, o deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos) irá ao São Pedro de Tuparetama.

Supremo ignora o Lula livre

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal fez o seu dever de casa, ontem, impondo uma dupla derrota ao ex-presidente Lula, que requereu em dois habeas corpus a sua soltura. No segundo julgamento, no qual estava em jogo a imparcialidade do ex-juiz e agora ministro da Justiça, Sérgio Moro, Edson Fachin, Celso de Melo e Carmem Lúcia fizeram a maioria do placar de 3 a 2, mantendo o petista na cadeia.

Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski foram de encontro ao que pensa e deseja a sociedade: Lula cumprindo a sua pena até o último dia, sem direito à liberdade nem tampouco a prisão domiciliar. O que ouvi em Brasília, há dez dias, era que o ex-presidente sairia da cela da PF em Curitiba para usar tornozeleira em casa no afrouxamento da sua pena.

Tenho impressão que o Supremo até se inclinou, mas seria um arranhão irreparável na sua imagem. Gato escaldado tem medo de água fria, reza o ditado popular.

Alepe na briga – O presidente da Assembleia, Eriberto Medeiros (PP), foi instigado por um grupo de parlamentares a pleitear para o Legislativo a indicação do sucessor do ex-conselheiro do Tribunal de Contas, João Campos, morto sábado passado. Na leitura do TCE, a vaga pertence ao Executivo, tendo em vista que João foi nomeado pelo ex-governador Eduardo Campos.

Vapt-Vupt – Se depender do Tribunal de Contas, o novo conselheiro sai rápido. Oficio comunicando ao governador Paulo Câmara a vacância do cargo foi entregue, ontem, pessoalmente, pelo presidente da corte, Marcos Loreto. Como a Alepe, que vota a indicação, entra em recesso na próxima sexta-feira, o governador terá pouco tempo para escolher o nome.

Recife fora – Pesquisa do Ministério do Turismo destacou Ipojuca (leia-se Porto de Galinhas) na sexta posição entre os dez destinos do País mais procurados por turistas nacionais e internacionais. Cerca de dois mil agentes de viagens foram ouvidos, mas Recife ficou de fora das mais visitadas. No Nordeste, a liderança coube a Fortaleza, seguida de Maceió e Natal.

Contradição – O voto mais surpreendente da 2ª Turma do Supremo, ontem, no primeiro recurso da defesa de Lula, no qual ele saiu derrotado, foi o voto do ministro Gilmar Mendes. Duas horas antes, deu uma declaração a favor da soltura de Lula, mas votou só votou a favor no segundo.

Com Lula – No julgamento do segundo habeas corpus, ontem, o ministro Gilmar Mendes, do STF, mostrou de que lado está: com Lula. Propôs à Segunda Turma que concedesse uma medida para que o ex-presidente aguardasse em liberdade o julgamento do habeas corpus.

HERANÇA – A cada despacho que faz com a sua equipe, a prefeita interina de Camaragibe, Nadegi Queiroz (DC), quase desmaia com os desmandos da gestão de Demóstenes Meira (PTB). Na saúde, não poderá fazer nada. Foram encontrados nos cofres apenas R$ 34,00.

Perguntar não ofende: a quem Lula vai recorrer agora para sair do xadrez?

Disputa entre Djalma Alves a Cida Oliveira cada vez mais próxima em Solidão

Depois da notícia publicada pelos programas Rádio Vivo e Cidade Alerta, informando do rompimento de Cida Oliveira (PSB) com o prefeito Djalma Alves (PSB) em Solidão que a casa da ex-prefeita se transformou em ponto de visitação. A informação é de Anchieta Santos para o blog.

Políticos e populares procuram Cida para reafirmar o apoio a sua pré-candidatura a Prefeitura em 2020. As últimas informações vindas da terra da Padroeira Nossa Senhora de Lourdes são de que o ex-prefeito Diomésio Alves já anunciou o seu apoio a Cida Oliveira.

Já o ex-prefeito Genivaldo Soares já teria adiantado que não vota no prefeito atual, mas também não disse que votaria em Cida. Por seu lado o prefeito Djalma Alves (PSB) faz silencio diante da decisão da ex-aliada. Como diz uma raposa da política do Pajeú, “com a caneta na mão, Djalma está bem vivo no processo sucessório de Solidão”.

Piada pronta: Brasília vai sediar campeonato de quadrilhas

A Capital Federal vai sediar o Campeonato Brasileiro de Quadrilhas Juninas, também conhecido como Brasileirão de Quadrilhas.Vinte e dois estados, além do Distrito Federal, participarão da 7ª edição do torneio que ocorrerá em Samambaia, uma das regiões administrativas mais populosas do DF. A expectativa é que até 10 mil pessoas assistam ao campeonato. “Brasília é uma referência forte em festa junina. Tem um estilo bem próprio de dançar. É bem caipira, é bem interessante”, atesta Michael Helry da Silva, presidente da Confederação Nacional de Quadrilhas Juninas e Grupos Folclóricos. Segundo ele, a cidade construída por candangos vindos especialmente do Nordeste “herdou o amor pelos festejos juninos”.

Ufa! Esse tipo de quadrilha é “tudo de bom”!Pensei que ia ter a QUADRILHA DOS MILICIANOS…..

Crianças fazem blitz da leitura no Sertão

A imagem pode conter: 5 pessoasPor: Sebastião Araújo / Diario de Pernambuco

Toda uma cidade voltada para refletir sobre a importância dos livros. Esta é a proposta da Blitz da Leitura, projeto desenvolvido pelos alunos e professores do Complexo Educacional Governador Miguel Arraes, da rede municipal de ensino em Carnaíba, a 394 quilômetros do Recife.

Munidos com uma placa como daquelas de trânsito e com coletes na cor laranja, os pequenos estudantes vão às ruas da cidade e abordam motoristas e pedestres questionando-os sobre a presença da leitura em suas vidas. Os estudantes perguntam, por exemplo, se as pessoas leem e se têm algum título de livro para indicar. Aproveitam e fazem a leitura de um pequeno texto e ainda distribuem mensagens com aquele que “cai” na blitz. A ação acontece geralmente em datas comemorativas e acontece em pontos estratégicos da cidade.

Parada na Blitz da Leitura, a agricultora Risocleide Cordeiro da Silva, 47 anos, elogiou o projeto: “É uma iniciativa maravilhosa. Tenho três filhos e sempre os incentivei a ler. Por ser filha da roça não tive tanta facilidade assim na minha época, mas pude passar esse incentivo aos meus filhos.” A maioria das pessoas abordadas neste dia em que acompanhamos a ação, deram a Bíblia como livro de referência. Alguém citou O Pequeno Príncipe, do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, outro disse gostar de ler as histórias em quadrinho de Maurício de Souza e houve até quem dissesse ter lido um livro sobre o cangaço mas não soube especificar o nome da obra nem autor.

“É uma ação educativa muito boa, um estímulo para as pessoas lerem”, disse o agricultor José Genecy Pereira, 70 anos. O estudante de engenharia civil Gustavo José de Siqueira Morato, 19 anos, também se mostrou encantado com a iniciativa dos alunos do Complexo Educacional Governador Miguel Arraes. “É uma atitude que vem beneficiar a sociedade, conscientizando-a da importância da leitura. É muito bonito. Espero que consigam acrescentar mais conhecimento às pessoas”, ressaltou.

A cabeleireira Michele Santana, 45, e o marido, o comerciante José Santana, 54, fizeram questão de acompanhar de perto o desempenho do filho Kadu Pereira de Santana, de 9 a nos, como um dos “agentes” integrantes da blitz. “Estimulamos no nosso filho aquilo que não tivemos na infância. Acho linda a iniciativa”, destacou Michele. Estudante do quinto ano, Kadu já é um aficionado pela leitura. Recentemente foi com os pais a uma loja de departamentos e com R$ 20 que ganhou de presente de aniversário, correu para a seção de livros e comprou A história do mundo para quem tem pressa, de vários autores. “Ele é fã de história”, contou emocionado o pai José Santana.

O Complexo Educacional Governador “mexe” com projetos de leitura desde 2014. O objetivo, como em toda iniciativa do gênero, é estimular entre os alunos o interesse pela leitura, incentivando a prática de uma leitura fluente, crítica e participativa. A escola municipal desenvolve vários projetos na área, cada um mais atraente do que o outro. Tem o Carrossel de Letras, que envolve todos os alunos do primeiro ao quinto ano. O Cardápio de Leitura, que simula um restaurante em um determinado espaço da escola. Os alunos recebem um cardápio com a sugestão de vários títulos de livros que vão poder “consumir”.

O sarau é voltado apenas para os alunos do quinto ano e enfatiza mais o gênero poesia. No piquenique literário, como o próprio nome diz, os alunos de todas as séries fazem uma verdadeira festa no pátio interno, em meio a livros e lanches. Existem ainda outros dois: o balanço literário e a carona da leitura. No primeiro, um balanço é colocado entre árvores, nas quais estão pendurados livros. O estudante vai até lá, escolhe o livro de sua preferência e vai ler no balanço. No carona da leitura, o aluno entra num mini-carro e percorre um determinado espaço como se estivesse numa pista e vai levando o livro e distribuindo-o com seus colegas que estão assistindo a uma espécie de corrida.

Os alunos têm adorado as ações de leitura. “A gente se expressa melhor e aprende com mais facilidade as outras disciplinas”, comenta Ana Alice Alves Quidute, 9 anos. A colega de turma do quarto ano, Ana Tereza Salvador de Medeiros, também de 9 anos, é participante ativa dos projetos. “Com a leitura a gente conhece outros mundos. É maravilhoso”, afirma.

O Complexo Educacional Governador Miguel Arraes tem 592 alunos, divididos nos turnos da manhã e tarde. “A gente cresce, a gente viaja através da leitura. Aqui na nossa escola o professor procura inovar. Esses projetos representam a forma que encontramos de tornar a nossa vida e do nosso aluno mais prazerosa”, pontua a diretora Cleide Alves dos Santos, 42.Desde 2014, o Complexo Educacional desenvolve projetos de leitura, que também estão voltados para a comunidade.

Pressão bolsonarista afasta Paulo Henrique Amorim na Record

O jornalista Paulo Henrique Amorim ficará afastado por um período após 14 anos ininterruptos no programa Domingo Espetacular, da TV Record. Editor do blog de esquerda Conversa Afiada, PHA vinha sendo motivo de pressão bolsonarista contra a emissora, que é apoiadora do governo, por suas críticas ao presidente e, mais recentemente, ao ministro da Justiça, Sérgio Moro.Segundo o colunista Daniel Castro, do Notícias da TV, “a Record convocou o apresentador para uma reunião na tarde desta segunda-feira (24) e lhe comunicou que ele está fora do programa. Amorim, que tem contrato até 2021, não será demitido.A Record confirmou a informação e disse que Amorim, com “sua experiência e talento”, poderá ser alocado em novos projetos da diretoria de Criação de Jornalismo.

Giro pelos Blog’S (25.o6.2019)

BLOG DO MAGNO

Mais cotados – Passado o momento de impacto da morte do conselheiro João Campos, o governador Paulo Câmara (PSB) se debruça agora no nome que remeterá à Assembleia Legislativa para sucedê-lo. Se escolher um nome do seu coração, o mais cotado é o do secretário de Administração, José Neto. Mas o secretário da Casa Civil, Nilton Mota, também está numa boa cotação.

Petrolina – Ao contrário do que noticiamos, não foi apenas Arcoverde que teve destaque nos telejornais nacionais. Petrolina apareceu bem não apenas na Globo News como também em dois programas do Fantástico, valorizando a produção e equipe da TV-Grande Rio, afiliada da Rede Globo no município. Os festejos de Petrolina bombam. Atraem 80 mil pessoas por noite.

Controvérsia – O hospital de Gravatá divulgou nota na qual o conselheiro João Campos deu entrada na emergência às 23h38 do sábado e morreu à 00h28. Um amigo da família, entretanto, informa que ele morreu no sábado pela manhã, depois de tomar café e se recolher ao quarto. Quando foi levado para o hospital, ainda pela manhã, já havia morrido de um infarto fulminante.

Capitalização – São próximas de zero as chances de o sistema de capitalização ser reincorporado ao texto da Previdência. Também são remotas as possibilidades de recuos nas mudanças para amenizar a transição para servidores privados próximos da aposentadoria.

Degola – Foi traumática no Centrão a decisão de Bolsonaro de tirar Onyx Lorenzoni da articulação política. Horas antes da degola, o ministro era descrito por um importante líder como alguém que, depois de tantos erros, estava acertando, inclusive na relação com Rodrigo Maia.

DECEPÇÃO – As últimas demissões de militares no Governo Bolsonaro criaram um terrível mal-estar nas Forças Armadas. Afinal, os generais demitidos, especialmente Santos Cruz, tinham a admiração e o respeito dos seus pares. O sentimento é de decepção e desalento com o presidente.

Perguntar não ofende: a escolha do substituto do conselheiro Antônio Campos será técnica ou meramente política?

Coluna Fogo Cruzado –

O debate sobre o fim da reeleição para presidente da República, governadores e prefeitos continua na pauta política do Congresso. Vez em quando alguém puxa a discussão de volta como fez o presidente Bolsonaro em sua campanha presidencial. Ora, a reeleição foi uma das coisas mais acertadas que os congressistas fizeram após a promulgação da Constituição de 88. Fruto de uma emenda de autoria do então deputado Mendonça Filho, ela possibilita aos eleitores concederem ou não um segundo mandato ao ocupante de cargo executivo. Se o eleitor estiver satisfeito com o seu desempenho administrativo, dá-lhe a chance de ficar mais quatro anos. Do contrário, manda-o de volta para casa. Isso num país como o Brasil faz toda diferença, pois não são raros casos de prefeitos e governadores que transmitem o cargo aos sucessores com as finanças em frangalhos (vide os exemplos do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Norte). Então, o que pode fazer em quatro anos um governador que assume sem dinheiro sequer para pagar a folha de pessoal? Absolutamente nada. Leva no mínimo dois anos para arrumar a casa e os outros dois estão reservados para as eleições seguintes. Essa história de dizer que o governante utiliza a “máquina” em proveito próprio, sendo candidato à reeleição, é bobagem. Ela a usaria do mesmo jeito em favor do seu candidato, como fez Quércia em São Paulo na eleição de Fleury Filho: “Eu quebro o Banespa, mas faço o sucessor”. Quebrou e fez. Então, para o bem da Pátria e felicidade geral da nação, deixe-se a reeleição em paz. Ela não significa em absoluto mais quatro anos de mandato. Dá apenas ao governante a oportunidade de ser julgado pela população quando do término do primeiro mandato. Se ela estiver satisfeita com o trabalho dele, o reconduz. Se não, não! Querem algo mais democrático do que isto?

O que é uma “boa reforma?”    

Mesmo declarando-se, por princípio, contrário à reeleição, Bolsonaro admite concorrer novamente em 2022 se o Congresso patrocinar uma “boa reforma política”. O danado é saber o que significa uma “boa reforma”, pois o que seria bom para uns poderia não ser para outros. O resumo da ópera é o seguinte: se foi fácil aprovar a emenda da reeleição, tirá-la da Constituição é dificílimo.

Um oitavo já se foi

O governo Bolsonaro é um exemplo de como quatro anos de mandatos são insuficientes para o governante deixar uma marca. O presidente já cumpriu 1/8 do seu mandato e até agora perdeu mais tempo com intrigas palacianas, a encrenca dos filhos e a troca de auxiliares do que administrando o país. A instabilidade política vai continuar porque novas trocas de ministros são esperadas.

Para fazer o que Onyx não fez

Ex-comandante militar do Sudeste, o general Luiz Eduardo Ramos assumiu a coordenação política do governo Bolsonaro com a missão de fazer no Planalto o que Onyx Lorenzoni não fez: atender aos pedidos dos congressistas por cargos e liberação de emendas parlamentares. O general foi adido militar em Israel e trabalhou na Câmara Federal como assessor parlamentar

Safra de bons ministros

Ex-líder da bancada do PSB na Câmara Federal após ter derrotado, numa disputa interna, o pernambucano Tadeu Alencar, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, é uma das surpresas positivas do governo Bolsonaro. Aliás, o Brasil tem tido ótimos ministros da Agricultura. Roberto Rodrigues deu show no governo Lula e a senadora Kátia Abreu (PDT-TO) foi destaque no governo Dilma.

Os Estatutos do Homem

O deputado Marcelo Ramos (PL-AM), presidente da comissão especial da reforma da previdência, carrega no corpo uma tatuagem do poeta amazonense Thiago de Mello, autor do célebre “Os Estatutos do Homem”. O poeta vive recluso em Barreirinha (AM), sua terra, para onde voltou em 79 após ser preso e exilado pela ditadura militar. Ramos já foi comunista mas hoje é liberal convicto.

O voto de minerva  

A Segunda turma do STF deve decidir hoje se aceita ou não um pedido de habeas corpus em favor do ex-presidente Lula. A defesa do ex-presidente alega que o então juiz que o condenou, Sérgio Moro, agiu em “conluio” com o Ministério Público Federal e pleiteia a anulação da Lava Jato. Se a Turma comportar-se como sempre se comportou, o voto de desempate será de Celso de Mello.

O triunfo do pé de serra

Mesmo com “DJs” e cantores sertanejos na programação junina de muitos municípios, o chamado “forró pé de serra” brilhou este ano. Domingo passado, em Gravatá, a multidão que se espremia no pátio de eventos Chucre Zarzar cantou praticamente todas as músicas do repertório da “Banda Pinga Fogo”, que sempre apostou no forró de raiz desde o seu início de sua formação, há 20 anos.

Governo autoriza trabalho aos domingos e feriados para diversas categorias

O secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, assinou uma portaria dando a autorização a novos setores a trabalhares aos domingos e feriados.  De acordo com a minuta da Portaria, passam a ficar autorizados para o trabalho aos domingos e feriados os seguintes segmentos: comércio em geral; estabelecimentos destinados ao turismo em geral; indústria de extração em óleos vegetais e indústria de biodiesel, excluídos os serviços de escritório; indústria do vinho, do mosto de uva, dos vinagres e bebidas derivados da uva e do vinho, excluídos os serviços de escritório; indústria aeroespacial; serviços de manutenção aeroespacial.“Muito mais empregos! Assinei hoje portaria que autoriza empresas funcionarem aos domingos e feriados. Com mais dias de trabalho das empresas, mais pessoas serão contratadas. Esses trabalhadores terão suas folgas garantidas em outros dias da semana. Respeito à constituição e à CLT”, Marinho no Twitter. As leis trabalhistas vão sendo desfiguradas e estamos cada vez mais próximos da escravidão.

Flávio Leandro grava seu novo DVD em Salgueiro

Herdeiro legítimo do autêntico forró, com raízes no baião e xote de Luiz Gonzaga, o pernambucano de Bodocó, Flávio Leandro volta ao sertão central para mostrar o seu trabalho e gravar o seu novo DVD. A nova obra intitulada “Estradar”, será no dia 25 de julho, na Estação do Forró em Salgueiro-PE.

O ‘poeta e cantador’ promete uma noite especial com muito forró de qualidade, com a participação de vários artistas representantes da cultura popular nordestina como: Dorgival Dantas, Assisão, Chambinho do Acordeon, Targino Gondim, Margareth Menezes, Genival Lacerda, Fábio Carnerinho, Joãozinho do Exu, Valdir Teles e da banda Fulô de Mandacaru.

Início das vendas será em 1º de julho, as mesas custam R$ 100,00 – Camarote: R$ 30,00 – Pista: R$ 10,00

A cidade de Salgueiro será o ponto de encontro da legião de fãs de Flávio Leandro, transformando-se no maior encontro de forró e poesia do Brasil.

Itarrasta reune grande público na tarde deste domingo em Itapetim

Na tarde deste domingo (23), aconteceu o Itarrasta 2019 e reuniu um grande público no Ventre imortal da poesia. Diversos participantes se caracterizaram de várias maneiras para mostrar em praça pública a dança tradicional das festas juninas.

O Itarrasta, considerada pela organização como a maior quadrilha improvisada do Sertão do Pajeú já virou tradição em Itapetim. O evento faz parte da programação da festa do Padroeiro São Pedro e é realizado pela Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo de Itapetim.

O público contou ainda com show da banda Bodegas do forró.

A mais esburacada

De todas as rodovias estaduais incluídas no plano “Caminhos de Pernambuco” para serem restauradas até 2022, a que seguramente demanda mais urgência é a que liga Sertânia a Tuparetama. A informação é da Coluna de Magno Martins.

Ela está totalmente esburacada, sendo que os motoristas da região estão evitando trafegar à noite com medo de assalto. O prefeito Ângelo Ferreira (Sertânia) já disse isto à secretária Fernanda Batista (Infraestrutura).

Mais,  não menos esburacadas estão as estradas que ligam: Tabira à Água Branca-PB e SJEgito à Ouro velho-PB, também em precárias condições está a estrada que liga  Sjegito sentido Ambó, Brejinho à Teixeira na vizinha Paraíba

Giro pelos Blog’S (24-o6-2019)

Sementes sagradas do afeto

A morte do conselheiro João Henrique Carneiro Campos, de apenas 49 anos, abalou a sociedade pernambucana. Discreto e reservado, João nasceu numa família de intelectuais: seus pais Renato e Pompeia, o avô Doutor Albino, grande psiquiatra-antropólogo, irmão do lendário jornalista Aníbal Fernandes, o tio escritor Maximiano, as irmãs Malu e Vanja e o cunhado-irmão Roberto Viana.

Mas foi da avó materna não intelectual, Dona Luizinha, a quem mais puxou: o temperamento a um só tempo doce e forte, com devoção fundamentalista à família. Joãozinho, como era chamado, foi marido apaixonado pela esposa, a procuradora Rosana, e pai de extrema dedicação aos filhos Luiza, João Pedro e José Henrique.

Na política, participou exclusivamente por conta do seu primo-irmão, o compadre Eduardo Campos. Deixa um legado que vai continuar vivo nos corações em que plantou as sementes sagradas do afeto.

Coração despedaçado – O economista Roberto Viana era uma das pessoas mais ligadas a João Campos. Tinha com ele uma relação quase de pai-irmão. Se conheceram quando João tinha oito anos de idade. Nutriram uma conexão humana extraordinária, intelectual, estética, familiar, do mais profundo afeto. Viana recebeu a notícia no Oriente Médio e ficou como coração despedaçado.

Fulminante – João Campos estava curtindo o feriadão junino em Gravatá quando começou a se sentir mal no sábado à noite. Ele deu entrada na emergência do hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa com quadro de parada cardiorrespiratória por volta da meia noite. Morreu meia hora depois vítima de infarto. O hospital divulgou uma nota oficial esclarecendo o ocorrido.

Leilão – Os ex-prefeitos Carlos Evandro e Neemias Gonçalves, respectivamente de Serra Talhada e Custódia, não tiveram motivos para descontrair no São João e dançar forró num arraial. Os bens bloqueados pela justiça, em função de irregularidades nas suas gestões, serão leiloados no próximo dia 3, segundo edital já público. Ambos eram donos de latifúndios.

Dor de cabeça – A secretária de Infraestrutura, Fernanda Batista, só colheu tempestades na visita aos trechos esburacados no Sertão do Pajeú. Em Serra Talhada, por exemplo, o vereador José Raimundo disse que ia fechar a estrada até Triunfo, a primeira que ela prometeu, mas não cumpriu.

Arcoverde – A Globo escolheu Arcoverde entre os tradicionais polos do Estado para destacar nacionalmente o São João deste ano. A competente repórter Clarissa Góes produziu para o JN e fez entrada ao vivo até na Globo News. Caruaru, Gravatá e Petrolina roeram as unhas de inveja.

FUNDO DO POÇO – Sem capacidade de gerenciamento, o prefeito de Belo Jardim, Hélio dos Terrenos (PTB), se afoga num buraco financeiro que não se sabe aonde vai parar. Mais uma vez, a cota do FPM do último dia 20 entrou nos cofres com um abate da ordem de R$ 2 milhões.

Perguntar não ofende: O que rola por trás dos cachês milionários pagos aos artistas nacionais importados para o São João nos polos juninos?

Coluna Fogo Cruzado – 

Ambos tinham “Henrique” no pré-nome e eram da mesma geração. O mais velho, Eduardo Henrique, era filho de pai escritor, Maximiano Campos e morreu três dias após completar 49 anos. Nasceu em 10/8/65 e morreu num acidente aéreo em 13/8/2014, coincidentemente no mesmo dia em que morrera nove anos antes seu avô e professor de política Miguel Arraes. O mais novo, João Henrique, filho do poeta, escritor e jornalista Renato Carneiro Campos, irmão de Maximiano, nasceu em 23/6/69 e morreu anteontem em Gravatá quando se preparava para comemorar, no dia seguinte, os seus 50 anos. Que peça reservou o destino para esses dois brilhantes jovens, tirando-os do nosso convício antes de completarem meio século de vida! São golpes para os quais não temos explicações. Eduardo era um homem público na acepção literal do termo. Deputado estadual e federal, líder de bancada, presidente de partido, governador de Pernambuco e candidato a presidente da República. Não sabemos se teria ou não possibilidade de suceder Dilma Rousseff, porém se encontrava no melhor momento de sua campanha quando veio a óbito. Na véspera, participara ao vivo de uma entrevista no Jornal Nacional com o que acreditava ter dado a largada para contaminar o país com o discurso da mudança. João Henrique passou inicialmente pela advocacia, pela assessoria jurídica de órgãos públicos e o Tribunal Regional Eleitoral antes de chegar ao TCE. Era no dia da morte o corregedor do órgão e já se preparava para assumir em 1º de janeiro a sua vice-presidência, obedecendo ao rodízio democrático que prevalece na instituição. Culto, educado, ponderado, dava gosto vê-lo no Conselho travando batalhas acadêmicas do mais alto nível com os conselheiros Dirceu Rodolfo e Valdecir Pascoal, oriundos, respectivamente, da Procuradoria e da Auditoria, sobre como cobrar mais eficiência dos órgãos públicos e a responsabilização de gestores ímprobos. Aprendia-se de um lado ou de outro, considerando-se que o Direito não é uma ciência exata. Primos legítimos com relevantes serviços prestados a Pernambuco e ao seu povo, ambos mereciam ter vivido mais, no entanto se foram precocemente deixando entristecidos familiares, companheiros de trabalho e uma legião de amigos.

Todas serão cumpridas

Garante a Secretaria Estadual de Saúde que todas as promessas feitas pelo então candidato Paulo Câmara na campanha de 2014 serão cumpridas até o término do mandato dele. Quatro novos hospitais em Petrolina, Serra Talhada, Garanhuns e Caruaru, além do Hospital do Idoso, no Recife, em parceria com a prefeitura. Espera-se que também entrem nessa conta as UPAS que estão paralisadas por falta de recursos.

Urgência, urgentíssima

De todas as rodovias estaduais incluídas no plano “Caminhos de Pernambuco” para serem restauradas até 2022, a que seguramente demanda mais urgência é a que liga Sertânia a Tuparetama. Ela está totalmente esburacada, sendo que os motoristas da região estão evitando trafegar à noite com medo de assalto. O prefeito Ângelo Ferreira (Sertânia) já disse isto à secretária Fernanda Batista (Infraestrutura).

Susto nos amigos

Já está em casa, em sua fazenda de Gravatá, o ex-vereador do Recife e ex-presidente do TRT da 6a

Região, Clóvis Corrêa Filho. Ele foi vítima de uma cirurgia mal sucedida de vesícula num hospital privado da capital pernambucana, o que o obrigou a sair da fazenda às 3h da manhã, contorcendo-se de dores, para não pegar trânsito na BR-232. Ficou internado por mais três semanas até curar-se de uma infecção generalizada.

É necessária a triplicação

Quem deixou o Recife em direção a Gravatá e a Caruaru, na última sexta-feira, levou pelo menos 3 horas e meia para livrar-se da Avenida Abdias de Carvalho, na saída da capital. O trânsito estava simplesmente caótico e não se via um só guarda para auxiliar os motoristas. É a prova de que a triplicação da BR-232 até a entrada para o TIP, uma das promessas de Eduardo Campos, precisa com urgência sair do papel.

Equilíbrio de forças

O deputado e presidente regional do MDB, Raul Henry, colocou os senadores Jarbas Vasconcelos e Fernando Bezerra Coelho na condição de vogais, na executiva estadual, para não desequilibrar a balança em favor de um deles. O partido tentará eleger no próximo ano pelo menos 20 prefeitos para em seguida começar a batalha pela sucessão de Paulo Câmara, com o líder do governo Bolsonaro na condição de candidato.

Aposta em São Bento

Uma das apostas do MDB nas próximas eleições é o vice-prefeito de São Bento do Una, empresário Alexandre Batité, ligado ao deputado Raul Henry. Ele está rompido com a prefeita Débora Almeida (PSB) e vai tentar substituí-la nas próximas eleições. O que se comenta na cidade é que o candidato da prefeita seria um ex-padre que está trabalhando com ela na Secretaria Municipal de Finanças.

O problema é receber

Terminada a maratona de shows do período junino, o grande problema dos artistas pernambucanos que se apresentaram no São João e ainda vão se apresentar no São Pedro é receber os seus cachês na Empetur, na Fundarpe e na Prefeitura do Recife. Muitos que se apresentaram no carnaval ainda não viram a cor do dinheiro, levando o cantor Alcimar Monteiro a fazer um vigoroso desabafo pelas redes socais.

Teve inicio as comemorações do São Pedro de Itapetim 2019

Iniciado o melhor São Pedro do Pajeú! O II Arraiá Cultural começou neste sábado (22) com apresentação do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), a final do show de calouros, e shows de Pompom do Acordeon e Forró Superação.

O terceiro colocado do show de calouros ficou Claudiana Silva, o segundo foi Valdeci Mariano, e a grande campeã foi Maria de Jesus.

“Todos estão convidados para participar do nosso São Pedro. Até o dia 25 o Arraiá Cultural traz os nossos valores da terra”. Disse o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Ailson Alves, que também prestigiou o evento e parabenizou a todos os participantes e os organizadores do Festival de Calouros, que foi realizada pelos Amigos da Música com a Secretaria de Cultura.

A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em péA imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas no palco e pessoas em pé A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo

Já no dia 23 haverá o Itarrasta, Bodegas do Forró, apresentações da Educação, Pedro do Brega, Netinho do Forró e Alex do Acordeon. No dia 24, a população contará com a quadrilha Mandacaru do Sertão, Banda Eclipson, Vicente de Paula, Júlio Farra e Aldinho do Acordeon. No dia 25 terá apresentação dos Pajeuzitas, Fusquinha de Luxo, Negão do Forró e Cassianos do Forró.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão, noite e atividades ao ar livreNo dia 27 vamos ter a Banda Pinga Fogo, Fulô de Madacaru e Dorgival Dantas.

Encerrando, no dia 28, Itapetim contará, a partir das 16h, com a banda Expresso Roedeira, e durante a noite com Forró da Nanah, Bedeu Quirino e Vicente Nery.

A festa é realizada pelo Governo Municipal, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, com o apoio da Fundarpe e do Governo do Estado.

Folha prepara a ‘mãe de todas as bombas’ contra Moro

Os mundos político, jurídico e midiático aguardam para as próximas horas que a Folha publique a ‘mãe de todas as bombas’ contra o ministro Sérgio Moro.

Nos bastidores do jornalismo, são fortes os rumores de que o fundador do site Intercpet, Glenn Greenwald, compartilhou seus áudios e vídeos com a Folha –sua nova parceira na série #VazaJato. “Já estamos trabalhando com outros jornais/revistas no arquivo”, comunicou o jornalista na última quinta-feira (20), detalhando os termos das parceiras:

1) mais revelações serão reportados mais rapidamente;

2) ninguém pode alegar que a reportagem tem um viés ideológico; e

3) quem quiser prender os que divulgar este material terá que prender muitos jornalistas.

As primeiras reportagens desta parceria devem ser divulgadas na edição deste domingo (23) do jornal, com o objetivo de comprovar a autenticidade das mensagens trocadas entre procuradores da Lava Jato e o ex-juiz e atual ministro da Justiça.

Acerca das reportagens do Intercept

O combate à corrupção era feito com métodos corruptos, fora da lei, segundo revelou o site The Intercept ao Brasil e ao mundo.

1- juiz e acusação afastaram e escalaram procuradores para o caso Lula;

2- eles combinaram estratégia comum [julgador e MPF] para agravar a situação de acusado;

3- eles vazaram seletivamente para a velha mídia com a finalidade de prejudicar uma das partes;

4- eles protegeram político do PSDB que não queriam melindrar e, portanto, proteger de seus rigores midiáticos; e

5- aliás, eles faziam o plano de mídia conjuntamente contra adversários políticos e adversários.

Ao examinar o material, a reportagem da Folha não detectou nenhum indício de que ele possa ter sido adulterado.Os repórteres, por exemplo, buscaram nomes de jornalistas da Folha e encontraram diversas mensagens que de fato esses profissionais trocaram com integrantes da força-tarefa nos últimos anos, obtendo assim um forte indício da integridade do material.

Coluna do Domingão por Nill Júnior (23 de junho de 2019)

por Nill Júnior

Tem lugar que não parece, mas é São João no Nordeste

É São João, mas não se engane: não chegou embalado pelas promessas de encontro com as raízes, porque a cada ano os festejos juninos típicos do Nordeste sofrem ataques mais certeiros e a tradição vai virando poeira na memória.

Cheiro de comida de milho, o som do forró pé de serra, os tiros dos bacamarteiros, as quadrilhas e adivinhações, as fogueiras e os fogos, tudo vai sendo substituído por uma versão comercial (e descartável) que afugenta, sobretudo, os ritmos da terra enquanto escancara as portas para visitantes que têm tanta intimidade com o forró quanto tocadores de pífano têm com a música feita por pops como Anitta.

Tanto descaso e desrespeito com a identidade cultural da região se mostram tão brutais que o resultado não poderia se revelar mais previsível: dentro de poucos anos, o verdadeiro São João poderá ser visto, não vivido.

Restarão os recursos audiovisuais para matar as saudades, isso se não houver reação capaz de preservar o que resta. Ao menos por parte de alguns músicos ela já começou, embora ainda esteja limitada apenas a exprimir o desgosto com o rumo que tudo está tomando.

Culpa maior das prefeituras, que na eterna lua de mel com produtores das estrelas e bandas em evidência, transformam a grade de programação da festa em uma espécie de “momento alienígena”. Afinal, tanta estranheza dá a impressão que o Nordeste, em junho, é obrigado a mudar-se para outro lugar qualquer do país.

Incomodados com os ataques à tradição junina, responsáveis pelo encolhimento a cada ano do espaço para seguidores, discípulos ou simpatizantes do legado do Rei do Baião, artistas chegaram a criar o movimento Devolva nosso São João.

O próprio Dominguinhos, extraordinário sanfoneiro e compositor que conduziu mais de perto o legado de Luiz Gonzaga, sofreu na pele os efeitos do esgarçamento desta tradição: nos últimos anos de vida, chegou a ser preterido na grade de programação de cidades importantes do ciclo junino.

São muitos os descontentes, inclusive com o perverso discurso de que “os tempos mudaram”. A quem entende assim, recomenda-se ao menos a leitura de uma conhecida citação que reluz no início de muitos trabalhos de conclusão do curso de pedagogia: “Um povo que não tem raízes acaba se perdendo no meio da multidão. São exatamente nossas raízes culturais, familiares, sociais, que nos distinguem dos demais e nos dão uma identidade de povo, de nação” (Pedroso, 1999). Nordestinos, afinal, é o que somos. Ou o turista de fora vem ao Nordeste assistir como atrações principais o que tem aparecido nos pólos pernambucanos?

Madalena Britto, Raimundo Pimentel, Miguel Coelho, Raquel Lyra, que mal vocês tem feito ao que temos de tão importante, nossa formação, tradição, identidade, nossa alma cultural. Respeitem seu povo, sua formação e devolvam nosso verdadeiro São João…

Nicho de mercado político

A pré-candidata à prefeitura de Arcoverde, Cybele Roa, pediu a Sebastião Oliveira a volta do Mutirão dos Endividados à cidade. Com seu carimbo, pode gerar dividendos eleitorais de uma faixa que saiu da quase classe média para a “devo, não nego e pago quando puder”.

Querendo gás

Quem vê a maioria dos vereadores governistas dizendo que apoiam Cida Oliveira e não Djalma Alves tem a explicação: quando prefeita, Cida “ajeitava” bem mais Antônio Bujão e Cia que o atual gestor, com relação mais republicana. Como se sabe, Bujão precisa de gás pra funcionar…

#cachêbombado

A notícia sobre a distorção dos cachês pagos a artistas do São João de Petrolina quando comparados com Caruaru, por exemplo, teve ampla repercussão no blog e suas redes, como Twitter e Facebook. O Ministério Público de Contas já está de olho e deve pedir explicações.

Pinotando

O Senador FBC tem motivos de sobra para o flagrante de alegria no descaracterizado São João promovido pelo filho Miguel em Petrolina. Como nunca foi oposição desde a redemocratização, aliado que foi de FHC, Lula, Ministro de Dilma, com filho Ministro de Temer, é um dos poucos a capitalizar recursos para a cidade como líder de Bolsonaro. Tem mais trabalho com os filhos – Fernando e Miguel estão brigados – que com a república…

Indecoroso preso

O prefeito Demóstenes Meira, também acusado de assédio e de levar prostitutas à prefeitura, deixou Armando Monteiro de saia justa na última campanha. Em um episódio, disse que só pegava “mulher nova” e que teria levado duas lésbicas para um motel. “Elas passaram a gostar de homem”. Dirigiu-se ao candidato a vice, Fred Ferreira, evangélico, e perguntou se ele “não gostava disso”. Anderson ignorou e Armando ficou morto de vergonha…

Sentindo na pele

Secretária de Infraestrutura, Fernandha Batista, sentiu in loco como é critica a situação da PE 275, percorrendo o trecho até Itapetim. Se uniu sensibilidade à ciência, tem certeza de que deve começar por ela o trabalho de reconstrução dentre as vias programadas. Problema é que quem circula na PE 365 diz o mesmo…

Noves fora…

A mudança de Franklin Nazário, que renunciou ao mandato, por Rivelton Santos, que assume terça, não muda a ordem de poder na casa. José Patriota continua com folgada maioria. Só haverá alteração no quadro caso de fato haja um racha entre Totonho Valadares e a Frente Popular. Aí terá que haver recontagem de quem está com quem …

Frase da semana:

“Quadrilha junina hoje mais parece escola de samba”.

De Maciel Melo, sobre a descaracterização das quadrilhas tradicionais no Nordeste.

Pesquisa: 75,5% acreditam que serão prejudicados com reforma da previdência

Azedou o arroz doce do presidente Jair Bolsonaro (PSL), da velha mídia e dos bancos. Segundo a Paraná Pesquisas, 75,5% dos brasileiros acreditam que serão prejudicados com a reforma da previdência.De acordo com a sondagem, 12,3% acreditam que ninguém será prejudicado com o fim da aposentadoria e 12,2% não sabem em quem será maior o impacto da reforma da previdência. Os pesquisados também apontaram os setores que mais serão prejudicados com a reforma da previdência:

– Os trabalhadores do setor privado (42,1%)

– Os funcionários públicos (21,7%)

– Empresários / autônomos (11,7%)

O levantamento do instituto preferido do capitão ocorreu entre os dias 17 e 21 de junho de 2019. Foram entrevistados 2.264 habitantes de 176 municípios em 26 estados e o Distrito Federal.

Resumo da ópera: a sociedade descobriu que será descapitalizada para capitalizar os bancos.

Morre o advogado Dr. Lustosa

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindoMorreu na tarde deste sábado (22), aos 79 anos, o advogado Francisco de Assis Valadares Ribeiro, conhecido como Dr. Lustosa. Ele estava internado na UTI de um hospital em Aracaju capital de Sergipe, depois de ter sido submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor no cérebro.

O comunicado da morte de Dr. Lustosa foi feito no Facebook pela sua esposa, Drª Arlete Coutinho Dantas Ribeiro.

No dia 12 de junho, a família sem ter mais condições financeiras, iniciou uma campanha de arrecadação para custear as despesas do hospital particular onde ele estava internado.

Na última quinta-feira (20), os familiares agradeceram as doações recebidas e anunciaram a suspensão da campanha porque Lustosa havia sido transferido para a UTI de um hospital público.

Lustosa era natural de Imaculada-PB, mas morou a maior parte de sua vida em Itapetim, onde prestou um grande serviço como advogado. Há alguns anos estava residindo na capital sergipana.

O corpo será velado das 18h às 20h no Velatório OSAF em Aracaju e em seguida segue para Imaculada-PB, cidade natal do advogado.

 

Secretária de Infraestrutura promete solução definitiva para PEs 275 e 304

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé, céu, atividades ao ar livre e naturezaAdelmo Moura e Tania Maria estiveram acompanhando a secretária de Infraestrutura do Estado, Fernandha Batista em visita em Itapetim e Brejinho.

Fomos na estrada que liga Placas de Piedade até Piedade, que é um grande sonho da população, para debater sobra a obra. Vamos buscar um convênio com o Governo do Estado para realizá-la o mais rápido possível. Também fomos na estação de tratamento de água da Compesa, para solicitar a retomada da obra, e visitamos a obra da ponte que liga o Centro ao bairro Maria de Lourdes.

Por fim, fomos até a Rádio Pedras Soltas para entrevista com a jornalista Taciana Lopes.
o Governo do Estado também vai realizar mais uma grande obra: a estrada que liga o Ambó até Teixeira vai ser toda recuperada com tapa-buraco, construção de sarjeta, linha d’água e sinalização. Estive ao lado do vice-prefeito Junio Moreira, do presidente da Câmara de Vereadores, Júnior de Diógenes e demais vereadores.

Disse as Rádios Gazeta FM de SJegito e Pedras Soltas FM de Itapetim e Rádio Pajeú :”Que  à  a implementação do programa Caminhos de Pernambuco nas regiões do Pajeú e Moxotó. Ela confirmou que as rodovias estão divididas entre as que precisam de mera operação tapa buracos e recapeamento completo.  “Esse trabalho é fruto de  planejamento e vistorias em todas as regiões do Estado entre janeiro e março. Todas foram vistoriadas. Algumas requerem manutenção mais simples e outras mais complexa”, afirmou.

Batista acrescentou que as PEs 275 de Sertânia à Paraíba e 304, de Tabira a Água Branca fazem parte de um diagnóstico para projeto de reconstrução completa. Entretanto, apesar de estarem em situação complexa, com muitos buracos, vão ser alvo de intervenções enquanto é planejada a solução definida, por conta das exigências legais.

“A expectativa é de que esses projetos serão concluídos o quanto antes para atender as exigências da lei. Temos que tentar otimizar para entrar na obra definitiva. Estamos animados com orçamento destinado. Temos acompanhado a produtividade e acompanhado isso de perto”.

Quanto a novas rodovias, elas fazem parte de um pano de expansão da malha rodoviária. “São muitos acessos que ainda dependem de uma vicinal e temos trabalhado nesse planejamento. Deve ser concluído até dezembro. Toda equipe do Caminhos de PE tem trabalhado nesse plano de expansão. É um projeto de ao menos dez anos”, acrescentou.”

Em Brejinho a Secretária foi conduzida pela prefeita Tânia Maria até a divisa Pernambuco/Paraíba onde pode observar as condições precárias do asfalto, também foram vistoriadas as laterais da ciclovia onde a prefeita Tânia Maria aproveitou a oportunidade para solicitar a aplicação de asfalto nas laterais da ciclovia e subida para o cemitério. Não perdendo a oportunidade a Prefeita conduziu a Secretária de Infra Estrutura até a estrada que liga Brejinho a Santa Terezinha, onde informou as diversas solicitações enviadas ao Governo do Estado para construção da rodovia naquele percurso.

Já em Itapetim

Eles visitaram a estrada que liga Placas a Piedade, cujo recapeamento asfáltico é um sonho da população. “Vamos buscar um convênio com o Governo do Estado para realizá-la o mais rápido possível”, disse o prefeito.

Também foram na Estação de Tratamento de água da Compesa, para solicitar a retomada da obra, e visitaram a obra da ponte que liga o Centro ao bairro Maria de Lourdes. Por fim, foram até à Rádio Pedras Soltas para entrevista com a jornalista Taciana Lopes.

O Governo do Estado também prometeu  a estrada que liga o Ambó até Teixeira vai ser toda recuperada com tapa-buraco, construção de sarjeta, linha d’água e sinalização. O prefeito esteve ao lado do vice-prefeito Junio Moreira, do presidente da Câmara de Vereadores, Júnior de Diógenes e demais vereadores.

Brejinho proíbe permanência de animais soltos em vias e logradouros públicos

Resultado de imagem para brejinho-peA prefeita Tânia Maria assinou o decreto nº 063/2019. O mesmo dispõe sobre a proibição da permanência de animais soltos em vias e logradouros públicos do município de Brejinho. A execução ficará a cargo da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Recursos Hídricos.

Conforme o decreto, fica proibido abandonar ou descartar animais em qualquer área pública ou privada. Aquele que estiver sem guia ou coleira e que não esteja sob o domínio de seu proprietário será capturado e apreendido. A medida também valerá para o animal que for encontrado solto nas vias e logradouros públicos. O animal submetido a maus tratos por seu proprietário e mantido em condições inadequadas de vida ou alojamento também será recolhido. Ainda de acordo com o decreto, o animal apreendido poderá ser leiloado, levado a adoção ou ser sacrificado. O proprietário poderá retirar o animal no prazo de cinco dias, porém aqueles que portem moléstia contagiosa ou repugnante serão abatidos após diagnostico atestado em laudo. Os animais não mais desejados devem ser encaminhados ao setor responsável.  Proprietários e animais serão registrados em um livro que ficará a disposição na Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Recursos Hídricos.

APPTA é um dos vencedores do 4º Prêmio Ariano Suassuna

 

A Associação dos Poetas e Prosadores de Tabira (APPTA) venceu a categoria Grupos/Comunidades do 4º Prêmio Ariano Suassuna na área de Cultura Popular. A associação recebeu uma premiação no valor de R$ 15 mil e terá os textos teatrais publicados pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe).
Veja todos os vencedores

Conforme o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, a publicação dos textos representa reconhecimento, valorização e incentivo aos autores da escrita dramática de Pernambuco. “Esse prêmio honra da melhor forma a memória de Ariano Suassuna que, enquanto gestor público de Cultura, defendeu e ressaltou as expressões populares como prioritárias para o foco da política de Cultura do estado”, ressaltou o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto.  A Comissão de Seleção de Cultura Popular foi composta por Jailma Maria Oliveira, Luiz Henrique Costa Santos e Wellington Bartholomeu Sampaio Mendes Júnior, sob a coordenação de Teresa Amaral, da coordenadoria de Cultura Popular da Secretaria de Cultura.

O cerco se fechando: ” Folha e Band fecham parceria com INTERCEPT e decide entrar com peso na Vaza Jato”

Resultado de imagem para band faz parceria com vaza jatoO jornalista Glenn Greenwald e a equipe do site Intercept estão trabalhando, neste momento, na apuração de novos fatos relacionados à chamada Vaza Jato, o escândalo dos grampos de Sergio Moro e Deltan Dallagnol, que revelaram a fraude processual contra o ex-presidente Lula, em parceria com o jornal Folha de S. Paulo e o grupo Band Jornalismo. É uma novidade importante porque, até ontem, Glenn e sua equipe vinham trabalhando sozinhos, contando apenas com a repercussão de outros veículos. Nesta quinta-feira, no entanto, a primeira parceria produziu seus frutos, quando o jornalista Reinaldo Azevedo e a BandNews divulgaram que Moro escalou qual seria o time da acusação, definindo procuradores que deveriam atuar, ou não, na inquirição de Lula.

Resultado de imagem para band faz parceria com vaza jatoCom a Folha, fecha-se uma nova parceria, no momento em que setores da mídia mais próximos à Lava Jato, tentam criminalizar a atividade de Greenwald. Ontem, o jornalista chegou até a dizer que ‘se quiserem prender, terão que prender muitos jornalistas’. No caso da Band, o dono da empresa, Johnny Saad criticou duramente a destruição econômica causada pela Lava Jato nos últimos anos. Em relação à Folha, a expectativa é que sejam divulgados novos capítulos da Vaza Jato neste fim de semana

PGR a Deputado que irá examinar precatórios para professores

O deputado federal Fernando Rodolfo foi recebido nesta quarta-feira (19) por Raquel Dodge. A procuradora-geral da República garantiu que analisará o pedido para recomendar o cumprimento do parecer que determina o rateio aos professores dos precatórios do Fundef. O parecer de Rodolfo à Proposta de Fiscalização e Controle 181/2018 foi aprovado no último dia 5 na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle.

O texto ainda determina a fiscalização do Tribunal de Contas da União (TCU) na execução do parecer, com punições aos prefeitos que não fizerem a destinação aos rendimentos do magistério de 60% do valor depositado. A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) alega que o cumprimento da PFC 181/2018 é opcional para os prefeitos. “O rateio dos precatórios do Fundef para os professores da rede pública é obrigatório, pois obedece a uma decisão da Câmara dos Deputados”, destacou Rodolfo.

A PFC da qual Rodolfo foi relator contesta liminar do TCU confirmada por um acórdão que sustou o rateio dos precatórios. “Criou-se, com isto, uma divisão injusta e inaceitável entre professores que receberam e milhares de outros que continuam à espera do rateio. É o caso, por exemplo, para citar um dos incontáveis municípios nesta situação, de Ibirajuba, no agreste de Pernambuco, cuja prefeitura possui R$ 4 milhões de precatórios no Fundef para destinar ao magistério local e está impedida de fazê-lo”, explicou o deputado.

Cerca de R$ 54 bilhões do valor total depositado pelo Governo Federal como resultado de ação judicial das prefeituras deve ser destinado ao pagamento da remuneração dos profissionais do magistério da educação básica..

Afogados: Franklin Nazário vai renunciar mandato

Segundo o blogueiro Júnior Finfa,  o vereador e ex-presidente da Câmara de Vereadores de Afogados da Ingazeira , Franklin Nazário, vai renunciar o mandato nesta sexta-feira (21).

Segundo ele apurou, o parlamentar foi afastado das suas funções militares, por conta de impedimento legal. Militares não podem exercer cargo político, não havendo como conciliar as duas funções. Seguindo orientação do seu advogado, Franklin entrou com processo judicial, e deve voltar a assumir seu posto na Polícia Militar de Alagoas.

Quem vai assumir o lugar de Franklin Nazário na Câmara de Vereadores de Afogados da Ingazeira será o suplente, Rivelton Veterinário.

Prefeito de Ingazeira tem casa invadida. “Foi só um susto”, disse

O Prefeito de Ingazeira, Lino Morais, passou por um susto ontem quando uma pessoa aparentemente sob efeito de álcool invadiu sua residência.

Segundo o blog apurou, sem falar com muita lógica,  o rapaz que tentou invadir a casa do Prefeito foi reclamar de um médico de UBS.

O rapaz, que não teve o nome divulgado, teria um histórico problemático, o que acabou preocupando. Acabou detido e depois, liberado.

“Tudo etá tranquilo. Coincidentemente a PM estava passando e deu toda a assistência. Graças a Deus não teve nenhum transtorno”, disse Lino ao blog.

Pesquisa: Professor brasileiro é um dos que mais sofrem intimidação

Os professores brasileiros são alvo de mais intimidações e lidam em proporção maior com o bullying entre os alunos do que a média internacional, além de perderem mais tempo com atividades não relacionadas ao ensino. É o que mostra a Pesquisa Internacional sobre Ensino e Aprendizagem (Talis, na sigla em inglês), feita pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), com 250 mil professores e diretores de escolas de 48 países ou regiões.

Em média, professores no Brasil usam só 67% do tempo em atividades ligadas ao aprendizado. O restante é dedicado a tarefas administrativas, como a lista de presença, ou para manter a ordem na classe. A relação entre alunos e deles com professores também preocupa. No Brasil, 28% dos diretores dizem ter testemunhado intimidação ou bullying entre estudantes – o dobro da média da OCDE.

Semanalmente, 10% das escolas do País têm casos de intimidação, física ou verbal, contra educadores, com “potenciais consequências para o bem-estar, estresse e permanência na profissão”, diz a pesquisa. A média internacional é de 3%.

Quando os ataques miram funcionários da escola, o Brasil é o segundo – atrás só do norte da Bélgica. Ilustra essa estatística o caso de dez alunos que atiraram cadeiras e livros contra uma professora em uma escola estadual de Carapicuíba, Grande São Paulo, em maio. O vídeo da agressão se espalhou nas redes sociais e nove envolvidos no caso chegaram a ser detidos.

A professora Maria Carlota Galvão, que dá aulas de Artes em uma rede municipal no litoral do Rio, diz ver o contexto de violência influenciar na escola cotidianamente. “Os conflitos da escola vêm sempre um pouco de fora porque a sociedade está toda desmoronando ao redor, mas precisamos ensiná-los a conviver com todos esses relacionamentos que têm na família e entre si”, diz ela, de 48 anos.

Relatos de intimidação não são incomuns, até fora do contexto escolar. “Nas redes sociais, alguns alunos esquecem de que aquilo é um ambiente público e ofendem (com mensagens contra o professor)”, conta a também professora Lidiane Christovam, de 41 anos, que deu aulas de Matemática por mais de uma década em colégios particulares da capital paulista e leciona em universidade há cerca de dois anos.

Já a pesquisadora Luciana Lapa, do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral, ligado à Universidade Estadual Paulista (Unesp) e à Estadual de Campinas (Unicamp), diz que a mediação de conflitos e de casos de bullying nas escolas geralmente falha ao tratar o comportamento dos alunos. “Fica esquecida a parte da reflexão, que é muito mais trabalhosa do que o castigo, a suspensão. Você pune e não forma”, afirma a especialista. “É preciso uma intervenção não apenas punitiva, mas que promova uma tomada de consciência.”

Desperdício de tempo na aula

O relatório da OCDE destaca também o efeito cumulativo do desperdício de tempo no aprendizado – poucos minutos durante as aulas representam dias perdidos no fim do ano. O Brasil é o terceiro país com o pior aproveitamento de tempo em classe, atrás apenas da África do Sul e da Arábia Saudita. Na média, nos países que integram a OCDE, os professores aproveitam 78% da aula com as atividades de ensino.

Especialistas dizem que o desempenho do País está relacionado à falta de preparo dos professores – o que envolve desde inexperiência em sala de aula até profissionais alocados em disciplinas fora de sua área de formação. E há a falta de compreensão das demandas de alunos, cada vez mais estimulados pela tecnologia.

A professora Lidiane Christovam vê sobrecarga nas responsabilidades de docentes. Diz que o tempo dedicado ao planejamento das aulas foi tomado por demandas como o relacionamento constante com a escola e os pais, o uso das plataformas digitais do colégio e a capacitação constante. Ao mesmo tempo, acha que atividades no contraturno muitas vezes tiram o tempo que os alunos têm para socializar – por isso, usam o tempo da aula para isso.

“De maneira geral, o professor, hoje, tem demanda maior para fornecer material (didático) para portais escolares e, grosso modo, ele ampara o aluno muito mais do que na minha época de estudante”, opina ela. Ao comentar os dados, o Ministério da Educação (MEC) disse que a pesquisa ajuda o governo federal e as secretarias locais a abordarem a realidade do ensino e da aprendizagem de forma mais assertiva.

Saúde segue como o maior problema da gestão tabirense

Prefeitura realizará concurso na área, segundo Secretária

O Rádio é o termômetro e no dia a dia. E as reclamações se avolumam na Rádio Cidade FM, contra a saúde em Tabira. A informação é de Anchieta Santos ao blog.

Os problemas são os mais diversos: faltam médicos no hospital e alguns postos de saúde, ausência de medicamentos, dificuldades para marcar consultas com especialistas. E o mais grave: os problemas se arrastam desde o início da primeira gestão de Sebastião Dias.

Durante todo este tempo, apenas um hiato, quando o prefeito escalou o Secretário de Administração Flávio Marques para colaborar com o Hospital. Durante 90 dias, a saúde viveu o seu melhor momento no governo do Poeta.

Concurso: a boa notícia é que rm reunião com o prefeito Sebastião, a Secretária de Saúde, Zeza Almeida, secretários, vereadores e o Conselho Municipal de Saúde, o gestor autorizou a Secretaria de Administração iniciar procedimento para realização de novo concurso para a área da Saúde.

História de dentista recém-formado que vivia em barraco em João Pessoa-PB ganha novos capítulos, após repercussão nas redes sociais

As redes sociais tem sido um canal de propagação eficiente tanto para coisas não tão boas, mais também para coisas bacanas, como a história do dentista Leandro Rodrigues, que após um apelo realizado através das redes, conseguiu um estágio profissional para chamar de seu.O rapaz começou a atuar na sua área de formação em uma unidade de saúde da capital paraibana. Além dessa oportunidade, o jovem recebeu outras propostas de emprego.

Leandro ganhou repercussão e se tornou conhecido não só em João Pessoa cidade onde mora, mas em todo o país através das famosas redes sociais. O rapaz simples, é recém-formado em Odontologia, mas por conta da depressão, estava vivendo em situação vista por muitos como degradante, em uma comunidade pobre de João Pessoa.Depois de viralizar nas redes sociais com um vídeo gravado no local onde Leandro estava vivendo, o rapaz se tornou um personagem importante da história e passou a ser conhecido, dai não demorou muito para as oportunidades aparecerem.

Usina de Asfalto gera economia, diz prefeitura de Tabira

Os primeiros trabalhos realizados com a Usina de Asfalto em Tabira já mostram matematicamente que o investimento valeu a pena.

Além de ser um benefício permanente, a Usina de Asfalto gerou aos cofres públicos uma economia superior a R$ 100 mil.

Para asfaltar 3.439m² a Prefeitura de Tabira gastou o equivalente a R$ 139.330,00. Segundo levantamento feito junto ao SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices), para fazer esse mesmo trecho através de uma empresa, a gestão iria gastar R$ 273.330,00.

Nesse sentido, a secretaria de Obras comemora uma economia no valor de R$ 139.330,00. “Fizemos um bom investimento e com essa economia mais ruas serão asfaltadas”, comemorou Sebastião Dias.

SINDUPROM/PE rebate nota da Assessoria de comunicação de Tabira

 

Neste dia 19 de junho o “Blog do Nill Júnior” publicou notícia elaborada pela Assessoria de Comunicação do município, que, sem qualquer consulta prévia ao SINDUPROM/PE, elaborou matéria intitulada “Denúncia de professora sindicalista de Tabira é arquivada pelo ministério público do trabalho”, sob a alegação de que o MPT “afastou a priori o cometimento de prática antissindical”.

Não surpreendem notícias como essa, a serviço das elites de Tabira e seus (raivosos) cães amestrados, deliberadamente distorça os fatos no intuito de confundir e induzir a compreensão da população local ao erro.

A realidade é que o arquivamento da denúncia ocorreu por motivos procedimentais pertinentes à competência funcional do Ministério Público do Trabalho, que serão devidamente debatidos mediante a recurso.

Em momento algum foi sequer ventilada a legalidade da conduta do Prefeito ou do Secretário, bem como não houve qualquer linha no sentido do “afastamento” do cometimento de práticas antissindicais, como deu a entender a irresponsável notícia editada pela Assessoria.

Nesse sentido, o SINDUPROM/PE vem a público notificar o município e sua assessoria a apresentar publicamente o trecho do Relatório de Arquivamento proferido no Inquérito Civil n. 000167.2019.06.002/9 em que consta o “afastamento a priori das práticas antissindicais”.

SJEgito vai ganhar um novo local de entretenimento, o Hits Music Bar

A inauguração acontece nesta sexta-feira (21), às 20h, O Hits Music Bar. Como o próprio nome diz é um ambiente de música e de aperitivos. Petiscos variados e drinks compõem o mix de atrativos.Com o compromisso de preservar o bom relacionamento com cliente, prestando atendimento e produtos de qualidade. Espaço coberto e arejado, próprio para um momento de descontração.O Hits Music Bar, já chega, chegando com uma vasta programação cultural para o período junino. Na abertura, sexta-feira, Juliano do Acordeon é quem faz a festa. No sábado (22), tem o samba dos amigos a partir das 17h e depois Laerte Lins.No domingo (23), véspera de São João, a dupla sertaneja André e Léo fazem um som bacana. Na segunda (24), feriado municipal, tem José Neto as 17h.O Hits Music Bar, fica na ria 25 de Agosto em frente ao posto Ipiranga, antigo Posto Texaco.

Sancionada Lei que comemora Literatura de Cordel

Calendário Oficial de Eventos e Datas Comemorativas do Estado já inclui a Semana para ser comemorada em 2019.

Pernambuco passa a comemorar no mês de setembro a Semana Estadual de Divulgação da Literatura de Cordel nas Escolas. De autoria do deputado Rogério Leão e publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (18), a Lei já vale para este ano.

De acordo com a nova Norma, os seis dias que antecedem 19 de setembro – data em que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) reconheceu a literatura de cordel como patrimônio cultural imaterial do Brasil – devem ser comemorados nas escolas de Pernambuco o estilo literário que retrata o universo sertanejo.

Para Rogério Leão – que comemora a sanção de mais um importantíssimo pleito – a produção cultural do nordestino, em especial a Literatura de Cordel, “é muito rica, e temos que valorizar o que temos. Os versos estão sempre relatando acontecimentos, fatos políticos, artísticos, lendários, folclóricos ou pitorescos da vida como ela realmente é. Sua produção é simples como o povo e sua abrangência alcança todas as classes sociais”, enfatizou o parlamentar.

Deve ser promovida durante a Semana, a difusão na comunidade escolar da literatura de cordel; prevenção a erradicação da literatura popular em verso e, diminuição a discriminação relacionada à cultura regional, em especial a nordestina; identificação e catalogação de obras literárias e elaboração de projetos que estimulem a difusão da literatura e oficinas para produção de obras de cordel.

Giro pelos Blog’S (21.o6.2019)

Sem sair das páginas policiais

Camaragibe amanheceu, ontem, sem prefeito. Eleito sob os ventos da mudança, o trabalhista Demóstenes Meira sucedeu ao tucano Jorge Alexandre, que também havia se complicado num processo da Polícia Federal sobre fraudes em licitações para compra de medicamentos. Cidade sem sorte.

Em dois anos e meio, Meira não disse a que veio em Camaragibe. Além da prisão, havia antes se envolvido numa trapalhada com uma cantora brega, secretária de sua gestão, com quem se envolveu afetivamente. Empossada, ontem mesmo, interinamente, a vice-prefeita Nadegi Queiroz (DC) sentou na cadeira de prefeita com uma lupa graduada para tentar enxergar o tamanho do buraco deixado por Meira.

O afastamento do prefeito não é definitivo, porque cabe recurso, mas é bom Nadegi se preparar para descascar um grande abacaxi. E cuidar, urgentemente, de instalar uma auditoria para medir o tamanho do buraco.

Secretários escaparam – Nenhum dos secretários responsáveis pelas licitações fraudulentas em Camaragibe foi preso na operação Harpalo II deflagrada, ontem, no município, culminando com a prisão do prefeito Demóstenes Meira (PTB). Junto com o trabalhista, passaram a ver o sol nascer quadrado dois casais de empresários. A Polícia Civil chegou na casa deles, surpreendentemente, bem cedinho.

Xingamento – Nervosa na condução do depoimento do ministro da Justiça, na última quarta-feira, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), chamou Sérgio Moro por duas vezes de senador. Percebendo o ato falho, pediu desculpas, mas ficou mal na foto. Dizem que Moro achou que estava sendo xingado.

Politicagem – Em Arcoverde, a oposição, liderada pelo ex-deputado Zeca Cavalcanti (PTB), festejou, ontem, a decisão do Tribunal de Contas do Estado pela rejeição das contas da prefeita Madalena Brito (MDB) referentes ao exercício de 2015. O parecer foi o conselheiro Carlos Porto, endossado pelos conselheiros Dirceu Rodolfo e João Carneiro Campos.

Fora da lei – O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Fausto Pinato (PP-SP), é um tremendo cara de pau. Desrespeita a Alei Antifumo e as regras do Congresso. Na última quarta-feira foi visto com cigarro aceso em sua sala no Colegiado.

Haja dinheiro – Toda semana o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB), leva um ministro a Petrolina para despejar dinheiro na gestão do filho, o jovem Miguel Coelho, ainda sem partido. Nunca dantes na história deste Estado se viu algo igual, como diria Lula da Silva.

MEDALHA – O advogado Walber Agra, que comenta todos os dias no Frente a Frente, programa que ancoro pela Rede Nordeste, tendo a Rádio Folha como cabeça de rede, foi escolhido entre os homenageados com a medalha Mérito Acadêmico da Escola Judiciária de Pernambuco.

Perguntar não ofende: Quanto tempo Nadegi ficará no poder em Camaragibe?

Coluna Fogo Cruzado – 21 de junho de 2019

O fato político mais comentado em Petrolina nos últimos dias não foi o grande número de ministros que passou por aquela cidade para a celebração de convênios com o prefeito Miguel Coelho e sim a ausência nas solenidades do deputado federal (e seu irmão) Fernando Filho. “Fernandinho”, como é conhecido na família, não esteve na recepção ao presidente Jair Bolsonaro, que por lá passou no final de maio, tampouco nas solenidades a que compareceram os ministros Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Tereza Cristina (Agricultura), Luiz Fernando Mandetta (Saúde) e Abraham Weintraub (Educação). E também chamou a atenção dos conterrâneos por não ter participado, ontem, da recepção ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre e ao dirigente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães. Sua insatisfação não seria com o pai, o senador Fernando Bezerra, nem com o irmão mais novo, Antonio, que é deputado estadual, e sim com o atual prefeito lhe teria negado espaços no governo municipal. O curioso é que esta divisão no clã ocorre após o senador tê-lo reunificá-lo nas eleições de 2018. O cisma se deu em 86 quando o senador e seu falecido pai, Paulo Coelho, apoiaram Arraes para o governo estadual, abrindo uma divergência com os irmãos José, Osvaldo, Geraldo e Augusto, que apoiaram José Múcio Monteiro Filho.

Pela porta da frente

O sonho da médica Nadegi Queiroz (DEM) é ser prefeita de Camaragibe, sua terra, mas não da forma como assumiu ontem: pelo prazo de 180 dias em decorrência do afastamento do prefeito Demóstenes Meira (PTB) por decisão judicial. Ela é a atual vice-prefeita mas rompeu com o prefeito com menos de 30 dias após a posse por divergências numa licitação da Secretaria de Saúde.

A comitiva de Petrolina

O governador João Doria (SP) recusou convite da prefeita Raquel Lyra (PSDB) para participar dos festejos juninos de Caruaru para não ser acusado pelos próprios tucanos de campanha antecipada para presidente da República. Já o prefeito Miguel Coelho (sem partido) levou a Petrolina os senadores David Alcolumbre (DEM-RO), Marcos Rogério (DEM-RO) e Daniela Ribeiro (PP-PB).

Escolha de craque

O prefeito Miguel Coelho, sem fazer barulho, levou Margareth Zapponi para a Secretaria de Educação de Petrolina. Ela tem 35 anos de atuação profissional, sendo uma das mais experientes técnicas de Pernambuco nessa área. Antes, passou pela Secretaria de Educação de Ipojuca e também do Governo do Estado, além de ter atuado como consultora na área do ensino.

O protesto dos ex-presidentes

O pernambucano Luciano Coutinho, que presidiu o BNDES no governo Dilma, participou ontem de um protesto no auditório da instituição, no Rio de Janeiro, junto com outros ex-presidentes, contra a retirada da destinação dos recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) como fonte de financiamento. O protesto teve como alvo o novo presidente Gustavo Montezano.

Erro de interpretação

O líder do governo na Alepe, Isaltino Nascimento (PSB), afirma que o parecer do relator da reforma da previdência na Câmara Federal, Samuel Moreira (PSDB-SP), “não atende às expectativa dos trabalhadores”, por isso o PSB é contra. O líder até agora não entendeu que para reformar o nosso sistema previdenciário todos têm que dar sua quota de sacrifício. Do contrário, fica tudo como está.

Velhos tempos

O deputado João Paulo (PCdoB) encontrou-se com o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, na sede da Seplag, no Recife, e contou-lhe uma história que o vereador licenciado de Caruaru desconhecia. Comprou do pai dele, Bertinho Lopes, eleito prefeito de Ibirajuba pelo PT em 1996, um Opala tipo diplomata e fez muitas viagens ao interior neste veículo.

A quinta promessa

Paulo Câmara visitou ontem no bairro de Areias o local onde o prefeito Geraldo Júlio (PSB) promete construir o Hospital do Idoso Eduardo Campos. Com esse, são cinco os hospitais que o governador prometeu aos pernambucanos em 2014: Petrolina, Serra Talhada, Garanhuns e Caruaru. Nenhum deles ficou pronto até agora porque o Estado não tem dinheiro para geri-los.

SERTÃO DO PAJEÚ TEVE A MADRUGADA MAIS FRIA DO ANO

O inverno se foi e o frio chegou. Na noite de ontem, quarta-feira a temperatura já indicava queda para 19 graus ás 22h30 na maioria das cidades do sertão do Pajeú.
Na madrugada de hoje os termômetros registraram uma queda significativa. Enquanto Triunfo assinalou 13 graus, cidades como Afogados da Ingazeira, Iguaracy, Tabira, São José do Egito, Carnaíba,Itapetim, Brejinho e Ingazeira o clima esfriou bastante com 17 graus sendo registrados.  Em áreas da zona rural de Afogados a temperatura variou entre 14 e 15 graus.  Até mesmo a quente Serra Talhada teve temperatura baixa de 18 graus.  A tendência é de que o frio siga nas nossas noites e madrugadas até o mês de julho. (Por Anchieta Santos)

Glenn avisa: se quiserem nos prender, vão ter que prender muitos jornalistas

Responsável pela divulgação dos grampos da Vaza Jato, o jornalista Glenn Greenwald respondeu ao rumor de que o governo estaria preparando prisões de jornalistas do Intercept para conter a crise. “Se quiserem prender, vão ter que prender muitos jornalistas”, disse ele nas suas redes sociais.

O jornalista Glenn Greenwald, que revelou o escândalo da Vaza Jato, respondeu aos rumores de que o governo Bolsonaro e seu ministro Sergio Moro estariam preparando medidas autoritárias contra a liberdade de expressão.  “Já estamos trabalhando com outros jornais/revistas no arquivo. Significa: 1) mais revelações serão reportados mais rapidamente; 2) ninguém pode alegar que a reportagem tem um viés ideológico; 3) quem quiser prender os que divulgar este material terá que prender muitos jornalistas”, postou o jornalista Glenn Greenwald, no Twitter.

Pai do vice-prefeito da cidade de Pedra é executado a tiros na zona rural

Pai do vice-prefeito da cidade de Pedra é executado a tiros na zona rural

José Maria Almeida de Lira (Zé Maria), 66 anos. No local do homicídio, foram encontrados cartuchos de espingarda 12 e capsulas aparentemente de pistola 380.
A vítima foi identificada como José Maria Almeida de Lira, de 66 anos, ex-vereador e pai do atual vice-prefeito Mecinho, da cidade de Pedra. A Polícia Militar informou que foi acionada até a Fazenda próxima ao Riacho do Pau, onde a vítima havia sido alvejada por disparos de arma de fogo. No local trabalhadores da fazenda informaram que escutaram vários disparos de arma de fogo e perceberam que o seu patrão estava chegando na fazenda, ao parar o veículo em frente foi surpreendido por um veículo modelo SW4 de cor prata fechado.

Após a ação os meliantes fugiram sentido Pedra pelo paredão do riacho do pau. A Zé Maria foi atingido por vários disparos e faleceu dentro do seu veículo, no local foram encontrados cartuchos de espingarda 12 e capsulas aparentemente de pistola 380. A população não soube informar a placa do veículo nem a quantidade de elementos envolvidos na execução, mas relataram que a vítima possuía algumas inimizades.

A PM continua a procura dos autores da execução. Até a publicação desta matéria não se tem informações se algum suspeito foi preso. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Washington Post: Moro agora enfrenta seu próprio escândalo

Ele é o juiz ‘herói’ que supervisionou a vasta investigação de corrupção, a Lava Jato, no Brasil. Agora ele enfrenta seu próprio escândalo, aponta reportagem de um dos jornais mais influentes dos Estados Unidos.

*Publicado originalmente no The Washington Post | Tradução de Cristiane Manzato \ Se houve uma figura unificadora no Brasil nos últimos cinco anos, enquanto a economia se debatia, o crime violento aumentava e a polarização se aprofundava, foi Sérgio Moro.  Como o juiz mais proeminente que supervisionava a vasta investigação sobre corrupção que revogava a ordem política do país, ele era o firme e resoluto protagonista da saga em busca de um Brasil melhor, onde os crimes seriam punidos independentemente de quem os cometesse. Então o presidente Jair Bolsonaro, o populista de direita que fez da luta contra a corrupção uma peça central de sua campanha, nomeou Moro como seu Ministro da Justiça – e disse que o nomearia para a Suprema Corte, caso uma abertura surgisse.

No entanto agora, após a publicação de supostos bate-papos privados com promotores na investigação, Moro está na desconfortável posição na qual ele colocou tantos outros: no centro de um escândalo de ética. As mensagens publicadas pelo The Intercept Brasil na semana passada mostram o juiz aconselhando os promotores federais sobre como provar seus casos contra a elite política do país, tanto em seu tribunal como na imprensa.O abismo entre a persona pública de Moro e suas supostas mensagens privadas surpreendeu o Brasil, dominando as notícias durante dias.  Analistas dizem que eles podem vir a manchar a investigação mais ampla de corrupção, conhecida como Operação Lava Jato, que rendeu 400 processos no Brasil até agora e agitou o continente.

“Essas revelações podem gerar a percepção de que toda a operação é falha”, disse Oliver Stuenkel, professor assistente de relações internacionais da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo.

“Esse é o risco, e resta saber como eles podem se defender. . . Até que ponto esses novos escândalos levarão a Lava Jato ao limite? ”

O Ministério da Justiça não respondeu a um pedido de comentário.

Moro negou qualquer irregularidade. Ele disse que foi vítima de hackers e questionou a autenticidade das mensagens. Ele pediu que eles fossem submetidos a uma autoridade independente.

“Quanto à natureza das minhas comunicações, estou absolutamente à vontade”, disse ele à agência de notícias Estadão na semana passada.

Mas apoiadores do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso, aproveitaram os supostos vazamentos como prova de que o caso contra o líder esquerdista foi manipulado e que sua condenação deveria ser anulada.

Lula estava liderando as pesquisas eleitorais presidenciais em 2017, quando Moro o sentenciou a nove anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Ele foi forçado a sair da corrida, abrindo caminho para que Bolsonaro ganhasse a presidência.

Para alguns, a indicação de Moro por Bolsonaro como seu Ministro da Justiça era prova de que ele levava a corrupção a sério. Outros consideraram inapropriado.

Agora, os supostos vazamentos deixaram Moro exposto a acusações de que ele sempre esteve mais interessado em política do que varrer a corrupção do Brasil.

A Ordem dos Advogados do Brasil pediu sua remoção como Ministro da Justiça, dizendo que “a gravidade dos fatos não pode ser desconsiderada”.

O conservador Estadão, um dos maiores veículos de notícias do país, também pediu que ele renunciasse.

Seu índice de aprovação caiu 10 pontos para 50%, de acordo com o Atlas Político, um serviço de análise política.

Moro disse que não está planejando se demitir. Ele disse ao Estadão que foi “vítima de um ataque criminoso por hackers”.

O The Intercept, que afirma ter mais menssagens que ainda não foram publicadas, não divulgou a fonte das supostas conversas.

Na sexta-feira, Moro disse que suas ações eram apenas evidências de “descuido”.

“Descuido” não é uma palavra que alguém teria usado para descrever Moro.

Ele era o estrategista cerebral, taciturno e intenso, que estudou exaustivamente a investigação de corrupção “Mãos Limpas” da Itália para entender como tinham conseguido processar os titãs políticos do país.

Antes apenas mais um juiz na cidade de Curitiba, ele ganhou mais atenção em 2014, quando começou a julgar casos que desencadeariam o escândalo Lava Jato.

Era um esquema clássico de suborno, com a estatal Petrobras no centro, mas de proporções épicas.

À medida que as acusações se acumulavam e políticos e executivos eram levados à corte, Moro tornou-se uma celebridade. Sua presença em um supermercado foi anunciada em um alto-falante.

Camisas foram vendidas com seu rosto nelas. Durante as manifestações em apoio a Bolsonaro, um superman inflável gigante apareceu em Brasília com a imagem de Moro sobreposta em seu rosto.

Lucas de Aragão, diretor de uma administração de risco político em Brasília, disse que Moro e outros no caso Lava Jato desenvolveram um ar quase “messiânico”.

“Há alguns anos, seria insustentável até de pensar”, disse ele. “Eles eram quase intocáveis.”

Mas, isto mudou. Quando Moro aceitou a nomeação de Bolsonaro, ele desceu do pedestal que lhe permitiu estar acima das brigas políticas para uma posição que estava no centro dela.

Agora, como membro proeminente do governo Bolsonaro, ele é cada vez mais visto como um “político cotidiano”, disse Creomar De Souza, cientista político da Universidade Católica de Brasília.

“Todos os dias, ele é menos um juiz”, disse De Souza.

Em um país tão polarizado quanto os Estados Unidos, disseram analistas, não está claro se os supostos vazamentos vão influenciar a opinião pública mais do que já estão, a menos que haja piores vazamentos por vir.

As pessoas que apoiaram Bolsonaro provavelmente continuarão a apoiar Moro. E entre as pessoas que apoiaram Lula, isso apenas reforçou a crença de que as investigações foram politicamente motivadas.

“É um país muito polarizado”, disse Stuenkel. “E para muitos, ele continuará sendo esse herói.”

Mudança do clima pode ampliar agroindústria no Sertão de PE

Estratégicas de adaptação energética, hídrica e alimentar aos efeitos do clima poderão fortalecer e ampliar arranjos produtivos dentro da Caatinga.

Nesta quarta-feira (19), comunidades dentro da Reserva Ambiental Serra do Giz, em Afogados da Ingazeira, terão a oportunidade de firmarem uma parceria para o fortalecimento e ampliação do potencial bioecônomico de seus arranjos produtivos locais a partir da biodiversidade da Caatinga e do clima semiárido da região. Em parceria com a prefeitura do município, a rede nacional de pesquisadores (Ecolume), financiada pelo CNPq para o desenvolvimento de novas tecnologias sociais adaptadas aos efeitos da mudança do clima no bioma, reúne-se com os agricultores da Associação Rural de Umbuzeiro e Leitão, situada na reserva. Os pesquisadores ainda se reúnem com os professores e alunos de uma escola na Serra do Giz.

O Ecolume deve levar várias sugestões já em desenvolvimento pela rede com parceiros em outras cidades sertanejas de PE. Dentre elas, o sistema agrovoltaico voltado para os eixos energético e alimentar (painéis solares para a geração de energia elétrica e usos diversos, como para a irrigação de plantas nativas para fins bioeconômicos; e a produção consorciada de alimentos vegetal e animal por tubos suspensos e o reuso de água). Outro inovador sistema com finalidade hídrica e produtiva será o de saneamento básico rural, permitindo o tratamento da água já usada para uso agrícola.

“Garantir alimento e renda, vivendo melhor e dentro da sua comunidade, perto da sua família e em harmonia com a natureza, é isso que buscamos e percebemos esse potencial com a parceria através do Ecolume”, conta Ademar de Oliveira, secretário de Agricultura de Afogados da Ingazeira. O gestor, que é morador da comunidade de Umbuzeiro dentro da reserva ambiental e que também preside a referida associação rural, acredita nas inovações defendidas pelo Ecolume para a melhoria da vida produtiva, financeira, alimentar, hídrica e energética das famílias dessa localidade.

45 famílias já possuem a unidade de beneficiamento de castanha de caju, chamada de Mãos Crioulas. “E a parceria com o Ecolume pode fortalecer e ampliar o arranjo produtivo através de tecnologias sociais energéticas, de reuso d’água e de produção de alimento vegetal e animal adaptados e nativos do semiárido”, diz Ademar. O Ecolume atua justamente nestes três eixos. “O nosso objetivo é buscar, desenvolver e integrar tecnologias e comunidades a fim de encontrarem potencialidades a partir das riquezas da Caatinga e do clima semiárido”, conta a coordenadora da rede, Francis Lacerda, pesquisadora do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

“O uso de painéis solares contribuirá na geração de energia e na redução de nossos custos produtivos com a nossa agroindústria e com a irrigação. Só para bombeamos água do poço, gastamos cerca de R$ 400 mensal. O sistema agrovoltaico também contribuir na diversificação da produção, que não se limitará à castanha, mas poderá ampliar com o beneficiamento do caju e outras plantas adaptadas e nativas, como o umbu”, diz Ademar.

Afogados da Ingazeira já recebeu do Ecolume 600 mudas de umbu. Elas foram plantadas na Serra do Giz. O reflorestamento dessa espécie nativa, que tem várias propriedades alimentar, nutricional e farmacológica, como demonstradas pelo Departamento de Bioquímica da UFPE (parceiro do Ecolume) teve o objetivo também bioeconômico. “Com o beneficiamento do umbuzeiro, ele pode ser comercializado em produtos vários, inclusive com fabricação de cerveja”, diz Márcia Vanusa, docente da UFPE. A meta do Ecolume é produzir e replantar 5 mil pés de umbu no Sertão este ano.

Os filhos dos agricultores na Serra do Giz também serão envolvidos nesta parceria com o Ecolume. Além do diálogo com os produtores e lideranças locais para analisar a viabilidade das ações, os estudantes e professores de uma escola dentro da reserva serão envolvidos. Márcia e Francis terão a oportunidade de falarem sobre o Ecolume e das questões de soberania energética, alimentar e hídrica do sertanejo frente à mudança do clima. E planejarão com a comunidade escolar atividades conjuntas sobre o tema. Um viveiro com espécies nativas também pode ser implantado na reserva.