POR DENTRO DAS 4 LINHAS

Por Franklin Portugal*

Tive a oportunidade de acompanhar o primeiro jogo da final do Campeonato Pernambucano entre Náutico e Sport. Apesar de ser consenso de que o Leão tem uma equipe mais qualificada, como se trata de uma decisão em clássico, tudo pode ocorrer. A história mostra que em relação a clássico a atmosfera de jogo é diferente. Isto se verifica em todo o Brasil quando os principais adversários de uma região se deparam. O Timbu se portou muito bem durante a primeira etapa. A zaga por demais atenta. Mas, no segundo tempo, os erros começaram a aparecer, e o setor defensivo não mais acompanhou a velocidade imposta pelo Sport. Foram 2 gols de cabeça, um do zagueiro Rafael Thyere e o outro do atacante Gustavo Coutinho. Dá para dizer que o resultado tem relação direta mas com os erros do Náutico.

As lambanças custaram o emprego do técnico Allan Aal, demitido ainda no fim de semana. Ontem à noite, a notícia que se tinha era de que o Náutico havia encaminhado acerto com o novo técnico Mazola Júnior.

Temos que registrar também o lamentável episódio da briga na torcida do Náutico. Como pode? Foi jogo de torcida única e mesmo assim houve violência e o campo sendo invadido por duas vezes. De acordo com a polícia, a briga teria sido iniciada após torcedores do Náutico identificarem um homem acompanhado de três amigos. Este era um jogador do Iguatu (CE), acompanhando a partida. Mas que teria sido confundido como um torcedor do Sport. No momento em que o policiamento estava retirando este grupo ameaçado, os torcedores mais e mais partiram para cima das vítimas procurando machucá-las. E ainda brigaram com a polícia. Não se sabe o que isso vai custar ao Náutico em termos de punição nos Aflitos pelas próximas partidas do ano. Por hora, a equipe vai ter que correr atrás do placar de 2 a 0 diante esta que foi a vitória do Sport no primeiro jogo desta final.

Já os rubro-negros estão tranquilos e felizes da vida porque construíram um excelente placar para a última decisiva partida do campeonato estadual. O Sport cresceu bastante nos últimos jogos. O Leão mantém uma sequência de nove partidas de invencibilidade, sendo três vitórias consecutivas. Não se sabe o que ocorrerá pela frente, mas o técnico argentino Mariano Soso defende que quer um time que alterne as escalações e mesmo assim responda em campo. Para o treinador não há uma só formação ideal. Ele não quer isso. O técnico tem um reforço: a volta do zagueiro Chico que estava no Novorizontino, de SP. Já que o time foi eliminado pelo Palmeiras na semifinal do paulistão, o jogador retorna mas não pode contribuir nem no Campeonato Pernambucano e nem na Copa do Nordeste. Não há mais tempo para inscrever atletas nestas competições. Esta semana é livre para que o Leão foque na última partida pelo campeonato estadual.

Agenda da Semana:

Final Campeonato Pernambucano

Sábado

  • Sport x Náutico, na Arena de Pernambuco, às 16h30.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportiva para o Blog PE Notícias.