| | | Giro Pelos Blog’s ( 02/ABRIL/2024 ) /// Terça-feira | | |

blog do FinFa

Agenda na capital – O prefeito de Iguaracy, Luciano Torres, acompanhado do PResidente da Câmara de Vereadores, Argemiro Morais e do estadual estadual José Patriota, estiveram ontem (01), no Superitendência do Banco do Nordeste em Recife, para uma reunião com o Presidente Paulo Câmara. Na pauta investimentos para a cidade Mãe do Pajeú, e o apoio do Banco do Nordeste a Feira de Caprinos e Ovinos – FECAPRIO, que será realizada no próximo mês de Junho.

Em seguida o gestor ingazeirense e o Presidente da Câmara, vereador Argemiro Morais, estiveram na Superintendência da Sudene, com o superitendente Danilo Cabral, Torres solicitou apoio também para a Feira de Caprinos e Ovinos, além recursos para sistemas de abastecimento, entre outras.Fotos: Finfa

Mudanças – O prefeito de Custódia, Emmanuel Fernandes (Manuca), realizou ontem mudanças no seu secretariado em cerimônia de posse que aconteceu no Auditório da Secretaria Municipal de Educação. Na Secretaria de Administração: sai Sávio Amorim entra Jalber Dinarte; Agricultura: sai Cícero Almeida entra Mário Edson; Educação: sai Alisson de Yolanda entra Lucival Roque e Obras: sai Berg Lira entra Jobson Góis.

Recebe – O prefeito de Flores, Marconi Santana, recebe no próximo sábado (06), às 9 horas na Casa de Recepção 16 de Março, às margens da Rodovia Estadual PE-320, próximo ao Hospital Municipal, o Superintendente da Sudene, Danilo Cabral.”Neste encontro, teremos a oportunidade única de conhecer de perto os instrumentos de ação da Sudene, especialmente voltados para impulsionar o desenvolvimento econômico local e regional. A Sudene oferece serviços essenciais para o setor produtivo, incluindo financiamentos facilitados e incentivos fiscais, que podem ser o impulso que sua empresa precisa para crescer”, disse o prefeito florense.

.Disse –  “A unidade política é o primeiro passo para construir a unidade das pessoas. O passo mais difícil para começar vocês já conseguiram. Agora é caminhar nas ruas da cidade e falar de futuro. Você vai ter nosso entusiasmo e nosso apoio”. (Prefeito do Recife, João Campos na filiação do ex-prefeito de  Itapissuma Cal Volia ao PSB)

Filiações – O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres, postou na sua rede social, o convite para a cerimônia de filiações ao PSDB, quevai acontecer na próxima sexta-feira (05), na Candelabro Recepções às 19 horas. Estarão assinando as fichas ao partido tucano, o prefeito o vice-prefeito Dr.Pedro Alves, os vereadores, Chico Torres, Fabio Torres, Lequinho, Manoel Olímpio, além de outras lideranças políticas.

Assinou – O prefeito de Santa Terezinha, Delson Lustosa, assinou ontem (01), Ordem de Serviço da Pavimentação das ruas das proximidades do Colégio Nova Conquista e Quadra da Escola José Paulino, dando o ponta pé inicial à um pacote de ações em diversas áreas para nossa cidade. “Junto com esse calçamento outras dezenas de ruas receberam essa melhoria; o desenvolvimento em prol do povo aqui está à todo vapor, e vamos continua este leque de obras para melhorar a qualidade da vida dos nosso municípes”, disse o gestor.

Frase-  “O senhor estava inflamando ali aquelas pessoas que estavam ali, não sabiam nem o que estava acontecendo realmente”. (Deputada estadual Débora Almeida, ontem na Alepe, quando questionou o deputado estadual Joel da Harpa, de que teria “incitado” os militares, na reunião da semana passada, sobre o projeto do Governo do Estado propondo o fim das faixas salariais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, de forma escalonada até 2026)

Agenda corrida – OPresidente Estadual do PSD, André de Paula, tem uma agenda corrida nesta terça-feira (02), vai passar por Custódia e almoçar com o prefeito Manuca ,em seguida estará em Serra Talhada, participando de filiações de vereadores do grupo da prefeita Márcia Conrado, após segue à Santa Cruz da Baixa Verde, filiar o prefeito Irlando Parabólicas e conclui a agenda, em Venturosa filiando o prefeito Eudes Tenório e os candidatos do seu grupo.

Perguntar não ofende – Tem cidade no Pajeú que a oposição continua batendo cabeça para formar a chapa proporcional?

Marília Dantas a um passo da vice

Da mesma forma que Eduardo Campos recorreu a um técnico nas eleições de 2012, no Recife, convocando Geraldo Júlio, egresso do Tribunal de Contas do Estado, para disputar a Prefeitura, e em 2014, na sucessão estadual, escolhendo Paulo Câmara, também servidor concursado do TCE, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), herdeiro político do pai, está, em silêncio, maturando também o nome de uma técnica para fechar a sua chapa como vice.

Cotadíssima, Marília Dantas é uma jovem engenheira, que toca um orçamento anual de R$ 1 bilhão na Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura do Recife. Não é recifense, mas vem de um berço histórico de lutas, da localidade de Tejucupapo, em Goiana, na Zona da Mata, onde ocorreu uma batalha histórica envolvendo quatro mulheres, que resistiram à invasão holandesa com paus, pedras e outros instrumentos rudimentares.

As quatro Marias (Maria Camarão, Maria Quitéria, Maria Clara e Maria Joaquina), se transformaram nas heroínas de Tejucupapo. A batalha se deu em 24 de abril de 1646, quando poucos homens estavam no local. Se tiver o sangue de luta e resistência dessas heroínas conterrâneas, Marília Dantas com certeza tende a levar vantagem nessa briga surda pela vice de João, desencadeada pelo PT, que a todo custo quer a vaga.

João Campos conheceu Dantas por uma indicação do engenheiro Roberto Gusmão, ex-secretário de Infraestrutura na gestão Geraldo Julio, que começou na vida pública pelas mãos do ex-governador Miguel Arraes. À frente da mesma pasta, a afilhada de Gusmão é a executora das principais obras da gestão municipal. Antes de passar pelo teste das urnas na reeleição em outubro, o prefeito deve entregar duas obras simbólicas que vêm sendo tocadas por ela – as pontes da Iputinga ao bairro de Monteiro, ao custo de R$ 48 milhões, e a ponte ligando a Avenida Recife ao bairro da Lagoa do Araçá, orçada em R$ 90 milhões.

A alternativa Marília Dantas na vice vai gerar uma tensão natural do prefeito com o PT, mas resolve, definitivamente, o que ele imagina para um cenário confortável, caso em 2026 venha a disputar o Governo do Estado: passar a Prefeitura, caso reeleito, para uma pessoa da sua extrema confiança, que possa dar continuidade ao seu projeto para o Recife.

Marília Dantas ainda não é filiada a nenhum partido político, mas deve assinar a ficha do PSB até o próximo sábado, quando vence o prazo para filiações e troca de partido. Isso se dará, entretanto, na surdina, sem atos ou comemorações, para não dar o indicativo de que ela será de fato a ungida para fechar a chapa.

Resistência petista – Caso Marília Dantas venha a ser vice, João fechará uma chapa puro sangue socialista para disputar a reeleição. Resta saber, no entanto, como resolverá a resistência da parte do PT, que, de forma inadvertida, chegou a colocar a questão da composição da chapa como algo imprescindível para continuar na aliança com o PSB, inclusive provocando uma disputa interna entre filiados ao partido, a exemplo do deputado federal Carlos Veras e o ex-vereador recifense Mozart Sales, hoje atuando no Ministério da Saúde.

Edmar Lyra blog

João Campos consolida liderança no PSB 

Eleito em 2020 sob olhares desconfiados dos recifenses que lhe escolheram por exclusão numa disputa contra o PT, João Campos tinha o desafio de dar continuidade a uma gestão iniciada em 2013 que tinha muitos avanços, mas era preciso ser aperfeiçoada. E a cada ano que se passou, sua gestão foi se consolidando, mas indiscutivelmente 2023 foi o ano da virada de chave.

Isso foi possível graças ao fim da hegemonia socialista no estado. Com a saída do PSB do governo de Pernambuco, João Campos tornou-se a principal vitrine e liderança do partido. Mas isso não seria suficiente se ele também não fizesse sua parte. A construção de uma identidade política foi muito exitosa, atrelada a uma gestão de resultados.

O socialista recentemente conquistou o MDB e tudo leva a crer que terá consigo também o União Brasil, e não estaria descartado um entendimento com o PP do deputado federal Eduardo da Fonte, cuja relação entre o também deputado Lula da Fonte e o deputado Pedro Campos, irmão de João, tem contribuído para esta possibilidade.

João Campos vivencia hoje a tempestade perfeita, com um robusto apoio político e partidário, adversários frágeis e uma perspectiva de uma reeleição consagradora para talvez disputar o Palácio do Campo das Princesas em 2026. Ele significa não só o ressurgimento do PSB como também o único antagonista que poderá ameaçar a reeleição da governadora Raquel Lyra na disputa estadual.

Moeda digital – A Prefeitura do Recife está lançando, nesta terça-feira, a primeira moeda digital social do Brasil, denominada Moeda Capiba, disponível no aplicativo Conecta Recife. Essa iniciativa visa promover uma convivência saudável e sustentável entre os cidadãos e a cidade, incentivando a participação em desafios propostos no aplicativo. Os usuários que cumprirem esses desafios acumularão moedas, que poderão ser trocadas por produtos e benefícios. O lançamento oficial acontecerá às 10h30 no auditório do Moinho Recife, contando com a presença do prefeito João Campos e representantes das empresas parceiras da iniciativa.

Investimento – O Banco do Nordeste (BNB) contará com um investimento de R$ 500 milhões do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação para financiar projetos de inovação em empresas da região. Anunciado pela ministra Luciana Santos, o financiamento será operacionalizado pela Finep, através da linha BNB-Finep Inovacred Expresso. As empresas com faturamento anual de até R$ 300 milhões podem pleitear o crédito, que cobre até 100% do projeto, limitado a R$ 15 milhões, com prazo de pagamento de até 72 meses. O objetivo é estimular o desenvolvimento e a modernização dos empreendimentos, contribuindo para reduzir as disparidades regionais e promover a inovação em diversos setores da economia.

Mano Medeiros – Em busca da reeleição, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, vem consolidando sua gestão na cidade, rendendo-lhe bons índices de aprovação em levantamentos para consumo interno. O sentimento crescente na cidade é que Mano tem condições reais de renovar seu mandato em outubro.

Inocente quer saber – João Campos terá a maior votação da história do Recife em outubro?

Rifada, Isabella faz mistério – Atual vice-prefeita do Recife, Isabella de Roldão, presidente municipal do PDT, deu, ontem, uma entrevista à Folha de Pernambuco, mas ainda num tom de mistério em relação à posição que tomará – ela e o seu partido – nas eleições na capital. “Toda essa construção será feita pelo diretório do Recife com autonomia, diálogo e em consonância com a executiva nacional”, disse. Em tempo: Isabela e seu partido até o momento não engoliram a decisão do prefeito de entregar a vice, na disputa pela reeleição, a um outro quadro político. E por isso, tanto ela como o PDT podem se aliar a Daniel Coelho, candidato da governadora Raquel Lyra.

Daniel a caminho do PSD – Até o próximo sábado, prazo final para o troca-troca partidário, o pré-candidato chapa branca estadual à Prefeitura do Recife, Daniel Coelho, atualmente filiado ao Cidadania, deve bater o martelo em relação ao seu futuro partidário, ingressando, provavelmente, no PSD, partido no Estado liderado pelo ministro da Pesca e Aquicultura, André de Paula. Daniel chegou a cogitar o MDB, mas com a queda de braço perdida pela governadora pelo controle da legenda, frente ao prefeito João Campos, ficou sem essa alternativa.

União joga a tolha… – Lideranças do União Brasil estão descrentes com a possibilidade de Sergio Moro (União-PR), alvo de duas ações pedindo a cassação de seu mandato de senador, escapar de uma punição severa da Justiça Eleitoral. Nas apostas de caciques do partido, Moro está diante de uma situação “irreversível”. A previsão é de que ele não apenas perderá seu mandato, como ainda deverá ficar inelegível pelos próximos oito anos, até 2032. No julgamento, há algumas possibilidades para o futuro de Moro. Ele pode, por exemplo, ter o mandato cassado e não ficar inelegível. Algo que lideranças do União não acreditam que aconteça.

Mas relator surpreende – Ao contrário do que se esperava, o relator das ações contra Sérgio Moro (União-PR) no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), Luciano Carrasco Falavinha, votou contra a cassação e inelegibilidade do senador, ontem, no primeiro dia de julgamento de duas Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aijes) contra Moro por abuso de poder econômico, uso indevido de meios de comunicação ao longo da campanha eleitoral de 2022 e caixa dois. Considerou que não ficaram comprovadas irregularidades praticadas por Moro na pré-campanha ou na campanha para as Eleições 2022.

CURTAS

DIVISÃO EM SÃO JOSÉ – Em São José do Egito, o ex-prefeito Romério Guimarães (PT) reafirmou, ontem, que manterá sua pré-candidatura a prefeito, um dia após o ex-deputado José Marcos aceitar ser o vice na chapa do empresário Fredson da Perfil (PV) Ao dividir a oposição, Guimarães beneficia o candidato oficial, ainda não anunciado pelo prefeito Evandro Valadares (PSB).

EM BREJÃO – Em Brejão, o vice-prefeito Saulo Maruim, do PP, rompeu com a prefeita Beta Cadengue (PSB) e vai disputar a Prefeitura em faixa própria, com chances reais de ser eleito, segundo anunciou, ontem, o presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte.

BETÂNIA E IGUARACY – Já em Betânia, no Sertão, o PT aposta na candidatura a prefeito do empresário Heron Lima, recentemente filiado ao partido por influência do deputado federal Carlos Veras. Em Iguaracy, no Sertão do Pajeú, o ex-prefeito Albérico Rocha será o principal candidato da oposição.

Perguntar não ofende: Se Moro perder na justiça eleitoral do Paraná, reverte a decisão no TSE ?Blog do Silvinho

Nada a confirmar
 
A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, concedeu entrevista ontem à Rádio Folha e não descartou deixar o Ministério para concorrer a Prefeitura de Olinda. A prioridade na cidade, segundo informa a própria federação que é composta além do PC do B, pelo PV e PT, já disseram que a prioridade na disputa pela Prefeitura em Olinda é do PC do B. Caso o partido opte por não disputar, aí sim, o PT pode lançar um nome na cidade.
Embora o prazo de filiação partidária se encerre no próximo dia 06 de abril, o mesmo não conta para quem é detentor de cargos de primeiro escalão como a ministra que poderá deixar a secretaria até quatro meses antes da eleição. E justamente por isto, Luciana pode deixar bem mais para frente a decisão de disputar ou não o comando da cidade.
Enquanto a ministra não decide, nomes como a própria Mirella Almeida que se filiou ao PSD, Izabel Urquisa filiada ao PL e Márcio Botelho do PP, entram de cabeça na pré-campanha. O PC do B segue disputando a Prefeitura de Olinda desde o ano de 2000 quando Luciana foi eleita e reeleita em 2004 e depois com Renildo Calheiros no ano de 2008 e 2012. A legenda foi derrotada nas eleições de 2016 com a própria Luciana Santos e em 2020 com o deputado João Paulo que na época era filiado ao PC do B.
A expectativa em torno do nome de Luciana Santos é justamente pelo fato de que ela hoje lidera os levantamentos realizados até o momento na cidade até mesmo pelo recall das últimas eleições. No entanto, quem quiser aguardar uma posição mais firme da ministra se vai ou não disputar a Prefeitura, vai ter que esperar um pouco mais.
Voto contra O relator de duas ações no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) que pedem a cassação do senador Sergio Moro (União Brasil) votou ontem contra a perda do mandato pelo parlamentar. O julgamento será retomado amanhã.
Armandinho  Indicado pelo Solidariedade para disputar as eleições majoritárias em Caruaru, Armandinho terá sua pré-candidatura oficializada amanhã , em um grande evento político comandado pela vice-presidente nacional da legenda, Marília Arraes, principal liderança do partido em Pernambuco.
Força  Por influência direta da deputada estadual e vice-presidente do PSDB de Pernambuco, Débora Almeida, diversas lideranças de suas bases no interior já vem também garantindo seus embarques no partido e devem formar um grande time até as convenções partidárias, a serem realizadas entre 20 de julho e 5 de agosto próximo.
Itapissuma  Ex-prefeito de Itapissuma de 2009 a 2016, Cal Volia escolheu o PSB para disputar um novo mandato nas eleições deste ano. A filiação ocorreu ontem em ato na sede estadual do partido, no Recife. As boas-vindas foram dadas pelo prefeito da capital e vice-presidente nacional do PSB, João Campos.
Oficializado O prefeito Zé Martins (PSB) oficializou sua pré-candidatura à reeleição em um grande evento realizado em João Alfredo, no último domingo. Cerca de cinco mil pessoas compareceram ao ato para demonstrar apoio à continuidade da gestão do prefeito, que busca mais um mandato à frente do município. Durante o evento, Zé Martins destacou a importância da união e exaltou o legado de seu partido.

A fidelidade do presidente da Comissão de Constituição, Legislação e Justiça da Alepe, deputado Antônio Moraes (PP), à governadora Raquel Lyra (PSDB) pode custar um preço alto ao parlamentar, que não tem hesitado em fazer a defesa do Estado na Casa, provando o bônus e o ônus da escolha.

Decano no Legislativo, Moraes é conhecido pela retidão na sua caminhada, mas tem ficado bastante exposto pelo fato de atuar, na prática, como líder do governo tucano na Alepe e absorvido o desgaste de uma administração que a cada dia está mais fragilizada na relação com o Legislativo e conta nos dedos os aliados.

A mais recente prova de lealdade a Raquel foi a tentativa de intermediar o debate junto aos militares. Ainda ontem (1º), Moraes recebeu uma comissão da categoria para tratar do polêmico projeto que visa extinguir as faixas salariais dos PM’s e Bombeiros. No entanto, o debate não avançou e o impasse continua.

A tentativa de Antônio em se apresentar como interlocutor do Palácio do Campo das Princesas gerou ruído entre os deputados interessados na pauta. Experiente, Moraes vai precisar ser frio e calculista nas ações, para não implodir a relação com as entidades e preservar o convívio estabelecido com os colegas na Assembleia.

Tensão – Os parlamentares que integram a CCLJ da Assembleia Legislativa de Pernambuco torcem por uma reunião bem mais tranquila do que a da última semana, quando o projeto sobre o fim das faixas salariais dos militares foi retirado de pauta. Apesar das últimas investidas, alguns votos ainda são incertos.

Arco de aliança – Pré-candidata a prefeita de Santa Cruz do Capibaribe, Alessandra Vieira conta com seis partidos na sua base de apoio: PL, PRD, Agir, Avante, Podemos e União Brasil, mas montará chapas em quatro deles. O maior desafio tem sido o de unir a oposição, que ainda conta com o atrapalhado Robson Ferreira (PP).

Articulação – Além de manter o bom entrosamento com antigos aliados, o deputado Guilherme Uchoa Jr (PSB) vem se fortalecendo na construção de novas parcerias que estão se materializando em pré-candidaturas. O parlamentar deve contribuir com o resultado positivo de nomes que estão se apresentando para a disputa.

Movimentação – Presidente do MDB na Capital do Agreste, Tonynho Rodrigues liderou ontem (1º) um encontro entre pré-candidatos a vereador do partido e o senador Fernando Dueire (MDB). O intuito da reunião foi para garantir as condições necessárias para um projeto majoritário em Caruaru e fortalecer o nome do empresário.

Prioridades – No encontro com o senador Fernando Dueire (MDB), nesta segunda (1º), foi informado aos pré-candidatos a vereador de Caruaru que o partido tem duas cidades como prioridade: Caruaru e Vitória de Santo Antão, que é administrada pelo prefeito Paulo Roberto e tentará a reeleição.